Menu

Os cuidados pós-operatórios

Entenda um pouco sobre a importância desse período de pausa que favorece a recuperação do paciente

Ao fazer uma cirurgia plástica, sempre fica a dúvida de como se comportar durante o pré e o pós-operatório. Independente da escolha do procedimento estético, é preciso ficar antenado às observações do médico, pois ele será o responsável pela sua saúde no início até a recuperação da operação. A preparação do pré-operatório começa na escolha do profissional que ajudará na busca por melhores resultados. Isso influenciará no pós-operatório, período do qual o paciente ficará um tempo de molho para se recuperar.

Feita a escolha do profissional, é preciso ficar de olho no hospital onde ocorrerá a cirurgia. Nunca é demais dar uma vasculhada na internet e procurar saber quais são as taxas de sucesso para determinada operação e se a equipe é apta para atender o seu caso. Esses itens são tão importantes quanto à escolha do médico, pois eles influenciarão diretamente na recuperação pós-cirúrgica. Além disso, organizar-se, especialmente se você trabalha, é essencial, para não gerar preocupações extras nesse período que requer muitos cuidados.

A maioria das cirurgias plásticas pede repouso, que pode ser absoluto ou relativo. Nos casos de abdominoplastia e lipoaspiração, por exemplo, a paciente não fica deitada o tempo inteiro, pois é preciso se movimentar em intervalos regulares para evitar complicações nos resultados do pós-operatório. Em cirurgias no abdome, os médicos solicitam durante o período de recuperação o uso de cintas cirúrgicas que contribuem para a cicatrização e evitam o aparecimento de irregularidades na região.

Mulheres e homens se preocupam bastante com a questão da prática de atividade física. Elas podem ser executadas, mas com autorização médica. Geralmente, isso acontece depois de 15 dias, com caminhadas leves. No caso da lipoaspiração, por exemplo, fazer exercícios físicos é altamente recomendado para manter os resultados da operação e impedir que as gordurinhas localizadas retornem à barriga. Sem contar, que é uma forma de manter o peso e um estilo de vida saudável.

Outro detalhe muito importante é a questão da alimentação. Não é só porque foi feita a cirurgia plástica que você pode se entupir de guloseimas e pratos gordurosos. Claro, não há problema algum comê-los, mas é preciso ter moderação, como tudo na vida. A dieta deve ser nutritiva e balanceada com frutas, legumes e vitaminas. Nessa fase de recuperação, nada de privação radical de alimentos, pois o organismo precisa se recuperar da melhor forma possível.

Muito se pergunta sobre o banho de sol. Infelizmente, é preciso evitá-lo no tempo de recuperação também, pois pode comprometer o processo de cicatrização. Claro que isso é uma variante, pois cada procedimento estético requer um pós-operatório diferente. Mesmo assim, é preciso se atentar aos cuidados indicados pelo cirurgião para que a recuperação seja o mais bem-sucedida possível.

Não se esqueça de consultar a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para não errar na escolha do médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).