11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Mitos e Verdades sobre Acne

Veja os principais mitos e verdades sobre as acnes.

O número de pessoas que apresentam surtos de acnes é muito mais comum do que se imagina e esse problema de pele incomoda e muito. Por menores que sejam as espinhas, elas afetam nossa autoestima e, quando surgem, a vontade de sair espremendo-as é grande, mas essa é a pior coisa a ser feita, uma vez que o ato machuca a pele e pode deixar manchas para o resto da vida. Não sabia disso?

O fato é que, quando estamos falando de espinhas, muitos dos hábitos – como o de espreme-las – que achávamos serem corretos, na verdade, são mitos. Nesse artigo, elencamos alguns mitos e verdades sobre as espinhas, além de informações adicionais que vão ajuda-la a prevenir seu surgimento.

Pasta de dente ajuda a secar espinha

Mito. Muita gente já tentou essa técnica, sem sucesso. Esse tipo de produto não foi fabricado para essa finalidade e, portanto, é incompatível com a pele. Isso quer dizer que, passar pasta de dente na espinha só vai irritar a pele e piorar ainda mais o quadro, podendo até contaminar o local e dificultar na remoção da secreção sebácea. Quando a pele se vê agredida, ela aumenta a produção de oleosidade na pele, e não o contrário. Portanto, essa é uma alternativa falha, que pode, inclusive, deixar manchas na pele.

Stress ajuda no aparecimento de espinhas

Verdade. Não só o stress propriamente dito, mas a própria ansiedade contribui para o aparecimento das espinhas. Pesquisas mostram que o estresse tem uma influência ainda maior que a alimentação no aparecimento de acnes, uma vez que ele causa a diminuição da imunidade da pele e ajuda a liberar radicais livres. Por isso, relaxar e manter um padrão regular tanto nas pausas das atividades diárias como também durante o sono é muito importante para ajudar no controle da doença.

Chocolate ajuda no aparecimento da acne

Mito. Como mencionamos, o próprio estado de estresse produzido por nosso corpo tem mais influencia sobre as acnes do que o que ingerimos. A alimentação configura apenas 3% dos casos de acne, sendo a grande causa, na verdade, a ingestão calórica diária. Isso também vale para o chocolate. Dietas com muitas calorias aumentam a testosterona e, consequentemente, a produção de secreção na pele, que posteriormente podem vir a transformar-se em acnes. O que está em questão não é exatamente o que se come, mas quanto se come. Alimentos muito salgados ou açucarados podem aumentar as acnes, sendo o ideal optar por alimentos riscos em fibras vegetais e pobres em gordura, além, claro, da água.

Na época de menstruação é comum surgirem acnes

Verdade. Segundo especialistas, as espinhas pré-menstruais afetam sete em cada dez mulheres, sendo causadas pelo hormônio progesterona. Quem apresenta essa complicação pode recorrer aos tratamentos de pele convencionais, mas não conseguirá obter grandes resultados, visto que o problema surge no próprio organismo. O ideal é evitar alimentos muito doces/salgados e praticar atividade física, além de ter um acompanhamento médico na tentativa de regular a liberação de hormônios.

Para eles: homens com tendência a acne devem evitar fazer a barba com lâmina

Verdade. Os aparelhos elétricos de barbear, de fato, conseguem eliminar a barba de forma muito mais branda que a lâmina, sendo a melhor opção para quem tem excesso de espinhas. Porém, se você é homem, tem espinhas e mesmo assim prefere usar lâminas, o indicado é passar água, sabão ou creme para barbear, antes de começar o serviço. Isso evita causar ferimentos sobre as espinhas já existentes e aumentar as escoriações comprometidas, diminuindo, dessa forma, as chances de deixar cicatrizes.
Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).