11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Mitos e Verdades sobre Depilação a Laser

A depilação a laser não é definitiva, isto porque o organismo produz as chamadas “stem cells” que são responsáveis pela produção de novos pelos. Seja como for, também as alterações hormonais podem provocar a origem de pelos.

Hoje em dia, a depilação a laser não é dolorosa. Com a criação do sistema “Lightsheer Duet“, que aplica a tecnologia a todo o processo, a depilação passou a ser praticamente indolor. Contudo, em casos de maior sensibilidade, podem ser usadas pomadas ou jatos de ar fino para se aliviar a dor.

A depilação a laser é também indicada para os homens. Com a evolução dos tempos, e em face das tendências, muitos homens recorrem à depilação a laser, principalmente para a eliminação da barba. Seja como for, os homens já recorrer à depilação a laser para eliminarem pelos de outras partes do corpo.

A depilação a laser é adequada a todos os tipos de pele. Contudo, em pessoas com um tom de pele mais escuro, o processo é mais demorado. As novas tecnologias da depilação a laser, no entanto, já estão preparadas para qualquer tipo de pele, pelo que este aspeto não se configura como um grande problema.

A depilação a laser é adequada a peles mais escuras e com pelos mais grossos, ou então a peles mais claras com pelos finos. O tempo que dura a depilação a laser é variável, consoante as características de cada pessoa. Impõe-se, naturalmente, um adequado estudo prévio.

Após a depilação a laser, o profissional deve fornecer o protetor solar mais adequado, bem como definir as horas mais convenientes para se tomarem banhos de sol. É, contudo, recomendável, que se evite a exposição solar após cada uma das sessões. Não se deve realizar depilação a laser em peles recentemente bronzeadas.
A depilação a laser não é compatível com outros processos. Esta verdade só não é absoluta em relação às lâminas, que podem ser utilizadas mediante um estudo prévio da situação, e se averigúem quais as melhores possibilidades do pelo ser removido. De resto, depilações a cera quente ou frio, pinça ou electrólise não ser usadas num período de quatro semanas (antes ou depois) de uma sessão de depilação a laser.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).