11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Low Poo para cabelos cacheados

Entenda o que é low poo e aprenda a fazer essa técnica.

Ainda pouco conhecida por muitas mulheres, a técnica Low poo é indicada para a lavagem desse tipo de cabelo. Em inglês, a palavra low se traduz como “pouco” e o poo vem de “shampoo”. E é isso mesmo que você está pensando: nesse tipo de técnica o foco é a diminuição do uso do shampoo. Porém, não é só isso. O Low poo não utiliza o shampoo comum e, sim, o shampoo sem sulfato. Por que? Os sulfatos são usados para fazer a higienização profunda dos fios e, com isso, causam ressecamento e tiram a oleosidade natural dos cabelos, principalmente dos cacheados. A ideia do low poo é garantir a limpeza e hidratação natural dos fios e de forma equilibrada. A técnica começou a ser utilizada pelas americanas e, com o tempo, passou a ser divulgada, inicialmente, pelo livro “Curly Girl”, escrito por Lorraine Massey.

Mais sobre a técnica Low poo:

Essa técnica, basicamente, visa a obtenção de cabelos cacheados mais saudáveis e naturais e a evitação do uso de shampoos convencionais, uma vez que, como já dissemos acima, os cabelos cacheados tendem a ser mais ressecados e frágeis de uma forma geral e os demais produtos – condicionador, máscara, etc. – não conseguem repor o conteúdo lipídico natural dos fios. Em cabelos lisos, grossos e finos acontece o oposto: o óleo produzido na raiz atinge toda a extensão dos fios e, por essa razão, o shampoo não faz tanto mal, até porque o condicionador consegue repor sua oleosidade natural.

O que são shampoos sem sulfato?

Os shampoos sem sulfato produzem menos espuma, que na verdade não é necessária, nem é sinal de que o produto é bom. Você com certeza já deve ter percebido que muitos shampoos levam Cocamidopropyl Betaine em sua fórmula, certo? Pois bem, esse componente surfactante ajuda na limpeza dos fios e também está presente nos shampoos para low poo. Os shapoos sem sulfato limpam os silicones, mas isso não acontece com os derivados de petróleo, que formam uma espécie de capa ou filme protetor nos fios e, com o tempo, o cabelo fica sobrecarregado e com dificuldade de absorver substâncias cruciais para sua saúde. Por isso, os derivados de petróleo não são aceitos para essa técnica. Fuja dos shampoos com Lauril sulfato de sódio e Lauril éter sulfato de amônio, além de óleo mineral, parafina líquida, isoparafina, petrolatos, vaselina, isododecano, dodecano e alcano. No caso dos condicionadores, evite aqueles com silicone insolúvel em suas fórmulas.

O que posso usar?

A técnica Low poo sugere o uso de produtos que levem EDTA dissódico, ácido cítrico, extratos de plantas, dodecilpoliglicosídeo e opções que contenham Cocamidopropyl Betaine. Você também pode apostar em emolientes à base de manteiga de karité, óleos vegetais, óleo de oliva e óleo de castanhas. Os umectantes incluem D-Pantenol ou Pró-vitamina B5, Glicerina e Sorbitol. Para hidratar, use Aloe vera, trigo e soja.

Como fazer a técnica?

Se você gostou da técnica Low poo e quer aderir, comece verificando quais produtos você tem em casa e que são liberados para essa técnica. Se você ainda está usando produtos com substâncias proibidas para a técnica, use-os até o final antes de começar com a técnica ou ofereça-os para quem goste e compre os produtos apropriados. Higienize pentes, presilhas e escovas para retirar petrolatos, parafinas e outros resíduos de produtos antigos. Para fazer a lavagem, você pode usar um shampoo com sulfato, mas sem petrolatos e pela última vez! Lave e repita a lavagem se necessário. Após isso, seu cabelo estará bem higienizado e preparado para a transformação em sua rotina. Agora, você poderá passar a usar shampoo sem sulfato para higienizar os cabelos e adotar máscaras e leave-ins liberados para a técnica. Quanto ao condicionador, o ideal é usar a técnica co-wash, que consiste em lavar os fios apenas com condicionador. Essa técnica visa evitar o ressecamento dos fios e, ao mesmo tempo, amenizar a oleosidade e sujeira.

Hidratação, nutrição e reconstrução

Ao fazer uma reconstrução, é interessante lavar os cabelos com shampoo sem sulfato. As hidratações e nutrições devem ser precedidas pela técnica co-wash se você quiser evitar o uso de shampoo e estiver seguindo um cronograma capilar. Isso não quer dizer que você precisa usar shampoo sem solfato e condicionador co-wash todas as vezes que for lavar os cabelos. Você pode, por exemplo, optar por usar shampoo sem sulfato e um condicionador que seja liberado para a low poo, que pode não ser co-wash, uma vez que para ser co-wash o produto precisa conter silicones e há condicionadores liberados para low poo que não servem para co-wash. Uma outra opção é passar o condicionador co-wash na raiz e massagear por alguns minutos, enxaguando em seguida. Após isso, usar um outro condicionador liberado para low poo, mas apenas no comprimento dos fios, deixando o produto agir e fazendo o enxague.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).