Fios de Sustentação para o Rosto, Como Rejuvenescer com Este Procedimento

Produzidos com material absorvível pelo organismo, os fios de sustentação são uma excelente alternativa para combater a flacidez do rosto

Uma das maiores queixas nos consultórios de cirurgiões plásticos é sobre a flacidez facial, que deixam a aparência envelhecida. Felizmente, existem técnicas como os fios de sustentação para o rosto que ajudam a resolver esse problema.

Esse procedimento é indicado para homens e mulheres a partir dos 30 anos que apresentam um grau leve de flacidez. A idade não é o fator mais importante para a indicação, mas sim a queda dos tecidos e a vontade do paciente.

Para pacientes com um grau elevado de flacidez, que tenham a pele muito fina ou muito grossa ou, ainda, que tenham muita gordura facial, os fios de sustentação podem não ser a melhor escolha. A viabilidade do procedimento depende da avaliação médica presencial.

Flacidez facial: um sinal do envelhecimento

A firmeza da pele é conferida principalmente pelo colágeno, uma proteína estrutural produzida pelo nosso organismo. O problema é que, conforme envelhecemos, essa produção diminui, deixando a pele mais sujeita à flacidez dos tecidos que sustentam a face.

Como resultado, o envelhecimento traz consigo uma queda das maçãs do rosto e da gordura facial, o surgimento do bigode chinês (sulco entre as laterais do nariz e da boca) e a perda dos contornos faciais.

Tudo isso deixa a pessoa com uma aparência cansada, muitas vezes fazendo-a parecer mais velha do que ela realmente é.

Quando pensamos em procedimentos estéticos para combater o envelhecimento, o primeiro que costuma ser lembrado é o Botox. Porém, essa técnica não tem poder sobre a flacidez facial. Nesse caso, uma das opções de tratamento são os fios de sustentação para o rosto.

O que são os fios de sustentação para o rosto?

Os fios de sustentação para o rosto são utilizados para reposicionar os tecidos faciais, de forma a provocar uma tração da pele e corrigir o efeito de queda que dá a aparência envelhecida.

Os fios utilizados nesse procedimento são produzidos com ácido polilático, uma substância que não causa prejuízos ao nosso organismo e ainda estimula o funcionamento dos fibroblastos, as células responsáveis por produzir o colágeno.

Ao longo de seu comprimento, os fios de sustentação possuem pequenas estruturas em formato de cone, as quais garantem que a pele do paciente seja devidamente fixada no tecido subcutâneo, segurando sua nova posição.

O ácido polilático é um material absorvível pelo nosso organismo, de forma que os fios acabam desaparecendo em até 18 meses, sem causar rejeição.

Como são colocados os fios de sustentação para o rosto

A aplicação dos fios de sustentação para o rosto é um procedimento simples que pode ser feito no próprio consultório médico. Depois de fazer uma anestesia local, o cirurgião vai inserir os fios através de uma microcânula.

As perfurações feitas pela microcânula são muito pequenas, tanto que elas se fecham imediatamente. Em média, são colocados de 4 a 8 fios na face do paciente, conforme a flacidez apresentada.

Como essa técnica não precisa que sejam feitas incisões, ela é pouco dolorosa e não afasta o paciente de suas atividades do dia a dia, de forma que ele pode retomar ao trabalho logo em seguida.

Cuidados depois do procedimento

O inchaço normal depois do procedimento pode ser combatido com a aplicação de compressas geladas nas primeiras 24 a 48 horas. Ao se expor ao sol, não se esqueça de reforçar o protetor solar para evitar manchas permanentes.

Para garantir melhores resultados e promover o conforto do paciente, é recomendado dormir com a cabeça elevada em pelo menos 30 graus nas três primeiras noites depois do procedimento.

Além disso, deve-se evitar submeter o rosto à pressão direta, por isso é recomendado dormir de barriga para cima durante três semanas. Esportes que envolvam contato físico também devem ser suspensos temporariamente.

Durante esse período de três semanas, também deve-se evitar fazer tratamentos faciais como massagens ou limpeza de pele e cirurgias dentárias, também com o objetivo de evitar pressionar a região. É importante evitar o uso de canudos e do cigarro.

Qual o resultado após os fios de sustentação para o rosto

Embora o procedimento seja simples e não precise de cortes, é normal o surgimento de inchaços leves, vermelhidão e manchas roxas, como em qualquer tratamento estético. Esses sinais desaparecem em poucos dias.

Além disso, o paciente pode ter uma sensação de repuxamento no local nas primeiras semanas, pois esse é justamente o objetivo do tratamento. Também pode surgir uma leve dobra ou uma retração na pele, mas elas desaparecem rapidamente.

Embora o resultado seja imediato, pois o paciente já sai do consultório com os tecidos tracionados, ainda vai haver uma melhora na firmeza da pele nos meses seguintes devido ao aumento na produção do colágeno.

Os fios de sustentação para o rosto são uma alternativa mais simples, mais rápida e menos dolorosa ao lifting facial, que promove a melhora estética da face sem ser muito invasivo e deixando um resultado natural.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp