Linhas de Expressão: Por Que Existem e Como Atenuar?

ilustração de mulher mostrando as linhas de expressão

Entenda como acontecem os processos que resultam nas marcas faciais e saiba como você pode prevenir e suavizar essas linhas

Que atire a primeira pedra a mulher que nunca se preocupou ao se olhar no espelho e perceber algumas linhas de expressão que, até onde ela saiba, não estava ali até ontem.

De fato, a grande maioria das pessoas, sejam homens ou mulheres, optariam por permanecer com uma aparência sempre jovem se isso fosse possível.

A nossa pele é o órgão que mais revela os efeitos da passagem dos anos e o consequente avanço da idade, estando suscetível ao envelhecimento causado tanto por fatores externos,  como a exposição ao sol e o uso do cigarro, quanto internos, como a herança genética e alterações hormonais.

Com o passar do tempo, nossa pele diminui a produção dos elementos que conferem elasticidade, que são as fibras de colágeno e a elastina.

Simultaneamente, a renovação celular fica mais lenta, a circulação sanguínea não é mais a mesma e a proteção contra a desidratação fica mais frágil, e tudo isso propicia um aspecto mais envelhecido da pele.

O resultado disso é o aparecimento de alguns sinais típicos do envelhecimento, como as linhas de expressão – ou simplesmente as rugas que se tornam visíveis quando movimentamos os músculos faciais.

Mulher com linhas de expressão na testa

Linhas de expressão: conheça as rugas dinâmicas

Embora as rugas estejam presentes em praticamente todas as peles maduras, em maior ou menor grau, elas não são todas iguais e se dividem em duas categorias: as rugas dinâmicas e as rugas estáticas.

As rugas dinâmicas são causadas pela repetição dos movimentos dos músculos faciais e só aparecem quando determinados músculos são contraídos, por exemplo, quando rimos, choramos ou demonstramos preocupação.

Por isso, essas marcas são conhecidas também como “linhas de expressão”. Essas rugas são mais frequentes na região entre as sobrancelhas, na testa e no canto dos olhos.

As rugas estáticas, por sua vez, são os sulcos permanentes, que aparecem mesmo quando os músculos faciais estão relaxados.

Elas também surgem com o passar dos anos como consequência da perda da elasticidade de pele somada à repetição da contração muscular seguida da dobra do tecido cutâneo, que perde a habilidade de voltar para sua posição inicial.

Como evitar e amenizar as linhas de expressão

A prevenção do surgimento das linhas de expressão é feita com uma série de cuidados com a saúde do corpo e da pele. Embora não possamos controlar fatores como a genética, podemos reduzir a influência dos fatores extrínsecos relacionados ao envelhecimento.

Isso quer dizer que devemos investir em um hidrante específico para nosso tipo de pele, aplicar protetor solar com FPS no mínimo 30 mesmo em ambientes fechados ou dias nublados (de preferência, os produtos devem ser indicados pelo médico), utilizar óculos escuros para evitar contrair as pálpebras em função da claridade excessiva, não fumar, evitar o consumo de açúcar e ter um ritmo de vida com o menor nível de estresse possível.

Mulher com pepinos no rosto para atenuar linhas de expessão

Essas dicas são muito importantes para manter a juventude, mas é impossível manter a pele sem nenhum tipo de ruga para toda a eternidade.

Nos casos em que as linhas de expressão já surgiram e estão te deixando insegurança com a sua aparência, saiba que existem tratamentos bastante eficazes para amenizar esses sinais. A melhor pessoa para indicar o procedimento mais adequado para você será o médico, combinado?

Peelings ajudam a conter as linhas de expressão?

Os peelings químicos são tratamentos não invasivos feitos com produtos à base de ácido retinoico, glicólico e mandélico que agem no sentido de renovar a superfície da pele.

O tratamento provocará uma descamação das células da camada mais externa, possibilitando que uma “nova” pele apareça, trazendo mais brilho e vitalidade ao rosto e dando menos visibilidade às linhas de expressão.

Laser fracionário pode ser uma alternativa às linhas de expressão?

Esse tratamento corresponde à aplicação de um laser focado na pele, que produz calor e remove as camadas mais externas da pele. Da mesma forma que acontece com o peeling, depois da cicatrização há uma melhora visível na aparência facial, com suavização das linhas.

Aplicação de Botox®

A aplicação da toxina botulínica, conhecida comercialmente como Botox®, é uma das formas mais eficazes de suavizar as linhas de expressão.

Ao ser injetada no músculo responsável pela ruga dinâmica, a toxina bloqueia os terminais nervosos e impede a liberação do neurotransmissor que leva as mensagens do cérebro até as fibras musculares. Como resultado, o músculo fica paralisado e, sem a contração, as linhas de expressão não se formam.

A aplicação é feita com microagulhas em regiões como a área entre as sobrancelhas e no canto externo dos olhos, onde estão os famosos “pés de galinha”.

O efeito do Botox® é percebido cerca de 48 horas depois do procedimento, atingindo seu efeito total em 15 dias. Nas mulheres, ele dura cerca de quatro a seis meses, enquanto nos homens, que têm a musculatura mais forte e a pele mais firme, ele dura até quatro meses.

O Botox® é um procedimento simples e que causa pouca dor. O paciente pode retornar às suas atividades no mesmo dia, apenas evitando praticar exercícios, deitar e massagear o local da aplicação nas quatro horas seguintes.

Podem aparecer pequenas marcas roxas ou nódulos no local da picada da agulha, mas essas marchas desaparecem em poucos dias.

Vale lembrar que o Botox® não é indicado para tratar as rugas permanentes, pois elas não dependem da contração muscular. Nesse caso, costuma-se indicar o preenchimento.

Se você não tiver certeza sobre qual é o tratamento mais indicado para amenizar as suas linhas de expressão, não deixe de entrar em contato com uma clínica de cirurgia plástica. Somente o médico especializado ele poderá avaliar o seu caso e recomendar o tratamento mais eficaz para combater as linhas de expressão e outros sinais do envelhecimento.

Você também pode gostar de: Preenchimento de olheiras: tudo o que você precisa saber

 

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).