Especial Miss Brasil 2017: conheça as principais candidatas

miss brasil juliana mueller

Conheça as candidatas que são as maiores apostas para levar a coroa do Miss Brasil e representar nosso país no Miss Universo

A próxima edição do Miss Brasil acontecerá pela primeira vez fora de uma capital: o concurso será em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, no dia 19 de agosto, com transmissão ao vivo pela Band e apresentação de Cássio Reis.

A vencedora do concurso vai receber a coroa da belíssima Raíssa Santana, atual Miss Brasil, e vai representar nosso país no concurso de Miss Universo, ao lado das beldades do mundo todo. Conheça agora as candidatas mais cotadas para levar o título:

 

Miss Mato Grosso – Aline Fontes

⚓️

Uma publicação compartilhada por Juliana Mueller (@jumueller) em

Miss Rio Grande do Sul – Juliana Mueller

Com 25 anos, Juliana Mueller, de Terra de Areia, é a representante do Rio Grande do Sul no Miss Brasil 2017 – e é cotada como uma das mais favoritas à coroa. Isso porque Juliana participa de concursos de beleza desde a adolescência, e todos os anos havia uma expectativa de que ela participaria do concurso de misses do seu estado.

A espera finalmente chegou ao fim e Juliana ficou com o primeiro lugar, o que lhe dá passagem para a disputa do Miss Brasil – e ela já chega ao concurso com diversos fãs-clubes espalhados pelo país.

Estudante de Gestão Financeira e modelo profissional, Juliana tem belos olhos verdes e cabelos escuros, além de charmosas sardas. Para manter o corpo de miss, Juliana pratica musculação, pilates, yoga, treino funcional, dança e vôlei, além de manter uma dieta equilibrada, mas sem deixar de comer o que tem vontade.

Por seu trabalho como modelo, a bela já morou em outros países e tem inglês fluente, além de ter muita experiência na passarela. Com tanta beleza e vivência no mundo dos concursos e dos desfiles, Juliana é realmente uma fortíssima candidata ao prêmio nacional.

 

A estudante de Direito Aline Castanha Fontes, de 20 anos, da cidade de Cáceres, é a representante mato-grossense no Miss Brasil 2017. A candidata, que mede 1,75 de altura e pesa 57 quilos, tem belos olhos verdes, cabelos loiros-escuros e lábios grossos, que se abrem em um largo sorriso.

Aline, que promete dar tudo o que puder para representar as mulheres de seu estado, está em um rigoroso processo de preparação para o Miss Brasil. Ela adora estar em contato com a natureza e tem o hábito de praticar meditação ao ar livre. Aline conta que ama praticar esportes, principalmente a corrida.

Entre os pratos típicos do Mato Grosso, a miss destaca a farofa de banana, a paçoca de pilão e o pacu, mas a bela confessa que é apaixonada mesmo pela comida da sua avó – haja malhação para manter o corpo de miss em dia!

Aline ainda destaca a história e as belezas naturais de seu estado, principalmente o Pantanal, e afirma estar muito honrada por representar cada mulher do Mato Grosso no concurso nacional.

 

Miss Tocantins – Islane Machado

Cultura: História folclórica Na imagem, represento a Deusa Quaraçá. Quaraçá na linguagem indígena significa (Luz do Sol), a Deusa do Cultivo e do Artesanato é a protetora dessa bela e brilhante forma de vida, a sempre-viva. Ela fertiliza as terras onde um ouro brota do chão, e que é cuidadosamente colhido e tecido fio a fio até se transformar numa arte delicada, uma joia dourada que agrada pela beleza, pela delicadeza. E é uma herança do povo indígena “Akwe”, hoje chamados de Xerente para o povoado de Mumbuca. Os Akwes viviam nas terras secas da região Nordeste do país e na procura por água chegaram ao Tocantins, estado onde há abundância de mananciais. O manuseio artesanal do capim dourado começou a mais de 100 anos, Além da grande aspiração para o ecoturismo, à região das veredas do Jalapão, no Tocantins, tem uma particularidade: o crescimento de uma planta única, o capim dourado. A flor tem haste de brilho dourado e serviu como meio de subsistência de famílias indígenas da região Conforme o Instituto Sociedade População e Natureza (ISPN), a técnica ancestral de “tecer” o capim dourado é uma herança indígena que foi passada aos moradores das comunidades daquela região, uma arte que já é considerada patrimônio cultural nesta localidade. Artesanato típico da região do Jalapão. São mais de cinquenta produtos feitos a partir do capim dourado, e entre as principais peças estão bolsas, colares, pulseiras, potes, brincos, chapéus, mandalas e enfeites de todos os tipos. Traje: Artesão Janon Veiga Foto: @phversiani Style: @hentonypimenta & assistente @anamarilzasilva Produção: @emporiohairto by @jorginho_hairdresser & @antonia_demoatromakeup Locação: @adelaidebistro

Uma publicação compartilhada por Islane Machado (@islanemachado) em

Islane Machado, a Miss Tocantins, tem 21 anos e é estudante de Arquitetura. Da cidade de Dueré, a candidata ao Miss Brasil 2017 conta que sempre gostou de desenhar vestidos e, com o tempo, começou a transformar suas criações em realidade. A partir disso, ela desenvolveu o gosto pelo desenho de construções e descobriu a área profissional em que ela gostaria de atuar para poder “desenhar sonhos”, como ela mesma define.

Com cabelos e olhos escuros, lábios generosos, 86 cm de busto e 93 cm de quadril, Islane também se destaca pela altura: ela mede 1,82 metro e é uma das candidatas mais altas do concurso.

Islane conta que adora estar em contato com a natureza. Por isso, além de ir à academia durante a semana, ela cuida do corpo praticando corrida nos parques de sua cidade e adora praticar trilhas, além de ir à praia no fim da tarde e tomar banho de cachoeira nos dias de muito calor.

A candidata destaca a cultura e os pontos turísticos do Tocantins e conta que deseja levar para o Miss Brasil a garra e a determinação da mulher tocantinense, que nunca desiste de seus sonhos.

 

Miss Bahia – Caroline Oliveira

Com 24 anos, Caroline Oliveira, de Camaçari, é um exemplo de persistência: a bela já havia ficado em terceiro lugar na edição anterior do Miss Bahia e neste ano retornou ao concurso para conquistar a coroa.

De olhos verdes e longos cabelos castanhos, Caroline ostenta medidas perfeitas para um concurso de misses: ela tem 1,75 metro de altura, 60 kg, 70 cm de cintura, 90 cm de quadril e 91 cm de busto.

A Bahia, aliás, é um estado com uma fortíssima tradição nos concursos de beleza, pois foi de lá que vieram as imbatíveis Marta Rocha, que foi miss Brasil 1954, e Martha Vasconcellos, Miss Brasil e Miss Universo 1968. Será que Caroline vai conseguir repetir os feitos de suas conterrâneas? Beleza nós já sabemos que ela tem de sobra.

 

Miss Rio de Janeiro – Isabel Correa


Isabel Correa, de 27 anos, representante do Rio de Janeiro, é uma das candidatas mais velhas do Miss Brasil, que admite participantes de 18 a 27 anos que tenham no mínimo 1,68 metro de altura. Justamente por isso, Isabel conta que receber a coroa foi uma emoção muito grande, ainda mais por ser o último ano em que ela poderia concorrer.

Negra de cabelos e olhos escuros, Isabel vem de Belford Roxo e conta que superou o preconceito por sua origem. “Muitas pessoas diziam que nem adiantava me inscrever, porque iam me discriminar por ser de Belford Roxo. Não desisti e virei a primeira Miss Rio que é de Belford Roxo, cidade onde nasci, fui criada e moro até hoje. Mostrei que é uma cidade simples, mas com pessoas que insistem e realizam os seus sonhos”, declarou ela em entrevista ao jornal Extra.

A fluminense é estudante do curso técnico em recursos humanos e pretende usar a visibilidade do concurso de miss para realizar um projeto social na área da saúde em sua cidade, mostrando que ser miss não é apenas uma questão de beleza.

CTA Ainda tem duvidas