Como fazer uso correto de esfoliantes

Na imagem é possível ver um pote de creme, com uma pequena espátula dentro

A esfoliação facial é um cuidado importantíssimo na rotina de beleza, mas é preciso seguir algumas dicas para evitar o surgimento de microlesões e ressecamento.

 

Utilizar um esfoliante para o rosto é um dos principais cuidados para estimular a renovação das células e preservar a saúde e a beleza da pele. Porém, esse procedimento deve seguir algumas orientações para que ele seja feito na dose correta e não cause prejuízos.

O tempo todo, nossa pele está fazendo um processo de substituição das células antigas por células jovens. Contudo, com o passar dos anos, a velocidade com que essa substituição acontece diminui, refletindo em uma dificuldade maior para se regenerar.

Um dos pontos positivos da esfoliação é justamente o favorecimento da renovação do tecido ao remover as células mortas que se acumulam e deixam a pele opaca. Com isso, ela ganha um estímulo a mais para produzir novas células.

Quais são os benefícios de utilizar um esfoliante para o rosto?

Incluir um esfoliante na sua rotina de cuidados com a pele traz uma série de benefícios para o rosto. Ao promover a eliminação das células mortas, o tecido cutâneo ganha muito mais qualidade devido aos seguintes efeitos:

  • Pele com textura mais lisa, suave e uniforme;
  • Recuperação do viço e da luminosidade da pele;
  • Eliminação das impurezas, como resíduos de maquiagem e poluição;
  • Prevenção de cravos e espinhas;
  • Suavização das manchas, marcas e cicatrizes;
  • Aumento da capacidade de absorção de outros produtos tópicos, como os hidratantes e os cremes anti-idade.

Em virtude desses benefícios, o esfoliante para o rosto é indicado para todos os tipos de pele, ou seja, pele seca, normal, mista ou oleosa. Porém, cada uma delas deve utilizar produtos específicos para as suas características.

Por que não devemos esfoliar o rosto todos os dias

Sabe aquela velha história de que tudo em excesso é prejudicial? Pois ela também vale para a esfoliação. Mesmo com todos os benefícios desse cuidado, de modo algum ela pode ser feita diariamente, pois acabaria se tornando uma agressão à pele.

Dependendo do esfoliante utilizado, o produto pode causar microlesões, como pequenos cortes, que facilitam a entrada de microrganismos na pele, podendo levar a infecções.

Outro perigo de aplicar um esfoliante para o rosto todos os dias é que isso pode levar a um prejuízo da barreira de proteção hidrolipídica, causando um desequilíbrio nessa camada. Em consequência, a pele fica mais sujeita à ação da poluição, da radiação e de outros agentes.

Por isso, a frequência recomendada da esfoliação facial é de até duas vezes por semana para peles oleosas ou muito espessas e no máximo uma vez por semana nos outros tipos de pele.

Além disso, no caso de peles secas ou muito sensíveis, a esfoliação deve ser seguida pela aplicação de um hidratante de ação profunda, preferencialmente com orientação médica.

Como escolher o esfoliante ideal para você

Mulher jovem, lavando o rosto em um lavabo branco

Diferentes tipos de pele necessitam de diferentes tipos de esfoliante. Afinal, não seria nada recomendável utilizar o mesmo produto nos calcanhares e no rosto, certo?

Por isso, na hora de optar por um esfoliante para o rosto, procure produtos que tenham grãos pequenos e suaves, reservando aqueles com partículas maiores para o uso no corpo.

Observe também se há indicação do tipo de pele na embalagem do produto e escolha um que seja adequado para as suas características. Em geral, peles secas se dão melhor com cremes, enquanto as oleosas preferem os géis (sempre oil-free).

Embora haja infinitas dicas na internet, nem sempre temos a garantia de que a receitinha caseira é recomendada para o nosso tipo de pele. Por isso, o mais indicado é sempre buscar orientação profissional, combinado?

Como fazer uma boa esfoliação no rosto

Depois de escolher um esfoliante adequado para o seu tipo de pele, é hora de conhecer o passo a passo para fazer uma esfoliação segura e eficiente. Confira:

  1. Comece pela limpeza

Antes da esfoliação, a pele deve ser higienizada com um produto específico, como uma loção de limpeza ou sabonete líquido ou em barra, que seja compatível com o seu rosto. Aplique também um demaquilante para eliminar os resíduos e impurezas.

  1. Aplique o esfoliante

Com a pele limpa, aplique o esfoliante para o rosto fazendo movimentos circulares, sempre com delicadeza. Tenha cuidado para não exagerar na força, evitando machucar a pele. Depois, remova o produto com água e o mesmo produto de limpeza utilizado no passo anterior.

  1. Utilize um bom hidratante

Para evitar um desequilíbrio da camada de proteção da pele, o uso do esfoliante deve ser seguido pela aplicação de um hidratante. Para peles secas, ele deve ser mais consistente, pois o tecido estará ainda mais sujeito ao ressecamento.

Essa dica também vale para as peles mistas e oleosas. Nesse caso, para evitar um aumento da oleosidade e evitar o surgimento de cravos e espinhas, deve-se escolher um hidratante específico para esse tipo de pele, preferencialmente em textura de gel oil-free.

  1. Aplique o protetor solar

Lembre-se de que a esfoliação remove as células mortas da pele, o que significa que ela perde uma de suas barreiras e fica mais exposta à ação dos raios solares. Por isso, é fundamental aplicar um protetor solar, de preferência com FPS 50 ou superior.

Peeling de cristal: uma esfoliação muito mais poderosa

Você sabia que existe um tratamento estético que segue o mesmo mecanismo da esfoliação? Trata-se do peeling de cristal, que consiste em aplicar um jato de microcristais na pele para promover a remoção das células mortas e estimular a renovação do tecido.

Também conhecido como microdermoabrasão, esse procedimento é indicado para tratar manchas, cicatrizes de acne, linhas de expressão, poros dilatados, pelos encravados e estrias avermelhadas, entre outras imperfeições.

Para conhecer os procedimentos estéticos mais indicados para você, agende seu horário na clínica da Dra. Luciana Pepino e receba todas as orientações para manter a saúde e a beleza da sua pele por muito mais tempo!

 

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).