11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Dica: Limão para combater a caspa

Dica: Limão para combater a caspa

A caspa – ou dermatite seborreica – é um dos problemas mais recorrentes do couro cabeludo e atinge tanto mulheres quanto homens, em geral, entre 20 e 40 anos. Quem tem caspa sofre com coceira e uma grande irritação no couro cabeludo, além dos fios, que parecem sujos e descuidados. Apesar de não ter cura, a caspa é perfeitamente controlável se tomados os devidos cuidados em sua rotina de beleza.

A caspa é um processo de descamação do couro cabeludo, podendo ser leve, moderada ou grave. Tem grande influência genética, mas também pode ser causada por alterações hormonais que ajudam a aumentar a oleosidade do cabelo. Estresse, má higiene, química, produtos inapropriados ou uma dieta cheia de gorduras e carboidratos podem piorar o quadro. O fato é que, com medidas simples e práticas, é possível reverter o quadro e aliviar os sintomas desagradáveis da caspa. E uma dessas medidas é usar o que a natureza tem de melhor, como é o caso do limão. Mas, o que o limão tem de tão especial?

Utilizando as propriedades do limão

O limão é uma opção que, além de ser barato e acessível, ajuda a controlar a caspa, servindo como um belo remédio caseiro. Como se trata de uma fruta ácida cítrica, ele vai agir não só como um higienizador, mas irá purificar o cabelo, desinfetando e removendo todas as impurezas do couro cabeludo. Na hora da aplicação, o procedimento é bem simples: você só precisa pegar o que restar do limão e passar no couro cabeludo, massageando durante três minutos, em média. Em seguida, jogue metade do copo de água (com limão) de forma suave e aos poucos no couro cabeludo. Deixe agir por 10 minutos e lave muito bem o cabelo com água fria – água quente estimula a produção de sebo, que gera caspa! Repedindo esse procedimento por pelo menos uma vez a cada semana, os resultados não irão demorar a aparecer.

É importante frisar que se sua pele tiver algum grau de rejeição ao limão ou à qualquer fruta ácida, o uso do limão deve ser suspendido imediatamente, já que ele pode trazer alergias ou quadros de irritação mais graves. Nesse caso, não deixe de consultar um médico especializado. Você pode aplicar o limão na pele e deixá-lo agir por alguns minutos, antes de aplicá-lo no couro cabeludo. Assim, você descobre se terá algum tipo de rejeição ao limão e não acaba agravando a dermatite seborreica. Outro cuidado que se deve tomar é com o sol. O sol potencializa a ação do limão e pode causar manchas na pele. Portanto, quando for aplicar essas receitinhas nunca saia para tomar sol, principalmente durante o horário de almoço.

Receitinhas extras

Limão com clara de ovo: para maximizar os resultados do limão, você também pode utilizar a famosa clara de ovo. Basta misturá-la com um copo de suco de limão concentrado. A mistura deve descansar por meia hora antes da aplicação e, após a aplicação, o cabelo só pode ser lavado uma hora depois. Além de usar o suco de limão nos cabelos, se você quiser evitar a propagação da caspa, é recomendável lavar pentes e escovas com água e sabão. Em seguida, deixa-los de molho na água morna com limão por 1 hora.

Limão com óleo de coco: o óleo de coco é outro bálsamo para aquelas que sofrem com a caspa e se torna um grande aliado do limão no tratamento. Basta aquecer o óleo de coco até ele ficar líquido. Depois, é preciso colocar uma touca e enrolá-la na toalha quente. Deixe agir por uma hora e, após isso, aplique o suco de limão puro, deixando agir por 15 minutos. O óleo ajuda a amaciar a caspa, enquanto o suco de limão ajuda a removê-la. Em casos graves, recomenda-se a aplicação uma vez a cada duas semanas.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).