Menu

Depilação a laser, uma alternativa perfeita para os homens

Saiba mais sobre o procedimento que está conquistando cada vez mais homens no mundo inteiro

Pelos, ter ou tê-los? A pergunta que sempre azucrinou a vida das mulheres já há algum tempo não é mais uma prerrogativa exclusivamente feminina. Nos últimos anos um número cada vez maior de homens tem preferido acabar de vez com os pelos do corpo, e não só da barba, não. Seguindo o exemplo de nadadores profissionais que sempre rasparam os pelos do corpo para evitar o atrito com a água, muitos homens têm se tornado adeptos da depilação do tórax e das pernas, preferindo deixar que a pele lisinha mostre com mais facilidade os músculos definidos. Como a tecnologia costuma acompanhar a demanda da sociedade, ela já está chegando juntinho para resolver (mais) esse problema masculino: a depilação a laser já se tornou a alternativa perfeita os homens.

Depilação a laser é especialmente indicada em casos de foliculite

A depilação a laser é especialmente indicada para homens que têm problema de foliculite na barba, os famosos pelos encravados que aparecem, na maioria das vezes, por causa do atrito da lâmina de barbear com a pele. Quem quer manter a barba, no entanto, pode fazer a depilação apenas na área do pescoço. Os preços estão cada vez mais atraentes e hoje já não é mais preciso tanto planejamento financeiro para fazer as sessões, mas muita gente ainda não tem uma noção exata de como é que a depilação a laser funciona. A primeira coisa é ser realista em relação aos resultados, eles vão variar de acordo com a cor da pele e a cor do pelo, por um motivo muito simples: o tipo de luz usada pelo laser é absorvido pelo pigmento marro dos pelos e o calor torra os folículos.

Resultados variam de acordo com a pessoa

Dessa forma os melhores resultados são encontrados em pessoas de pele clara e pelos escuros, porque a luz é mais absorvida pelos pelos do que pela pele. Isso não significa que pessoas de pele escura não possam fazer, só que a aplicação tem que ser mais cuidadosa porque a pele ao redor dos pelos também pode absorver a luz, causando queimaduras e manchas residuais. Em quem tem os pelos muito claros ou brancos o resultado não é satisfatório. Por outro lado, mesmo nos casos em que a depilação acaba não ocorrendo de forma definitiva, há uma diminuição muito grande na quantidade de pelos. Outra vantagem é a rapidez: em média em apenas cinco sessões os pelos já desapareceram, e mesmo quando há necessidade de reforço em sessões extras para manter o resultado, o intervalo costuma ser entre oito ou 12 meses.

Programe o procedimento com calma

É preciso saber, também, que os pelos não desaparecem logo depois da sessão, eles vão caindo com o tempo. Além disso, a pele fica avermelhada após a depilação a laser, ficando também bastante sensível, mas com o tempo ela vai voltando ao normal. Por isso, uma boa ideia para quem quer fazer depilação a laser para acabar com a barba, por exemplo, é programar o procedimento para as férias. Outro fator importante é que não deve-se pegar sol pelo menos por uma semana após o fim do tratamento, sendo indicado o uso de bloqueador solar nesse espaço de tempo. Mas não esqueça: como em qualquer procedimento, os resultados serão melhores e mais garantidos sempre que ele for realizado por um profissional qualificado.

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).