Cuidados com as axilas

Saúde, higiene e feminilidade andam juntas sempre, mesmo nas áreas mais discretas. Cuide bem das suas axilas!

Nada menos feminino do que a mulher levantar os braços para ajeitar os cabelos ou dar aquela espreguiçada gostosa na cama em uma bela manhã de domingo e as axilas estarem sujas ou manchadas. Vamos combinar, poucos homens se apaixonam por situações desse tipo. Mas seja pelo companheiro, pela própria satisfação estética ou por uma questão de saúde e higiene – porque uma coisa não anda sem a outra – cuidar das axilas deve ser uma preocupação básica e diária. A falta de cuidados pode causar ainda irritações, mau cheiro constante e bolinhas, afinal é uma área de dobra, que vive abafada debaixo do braço e muitas vezes o simples uso de desodorante não é o suficiente. Para quem reclama que a gilete ou a depilação deixa a pele ressacada, há cremes hidratantes para a região da mesma forma que há para o rosto, as mãos, os cotovelos ou qualquer outra parte do corpo.

Comece a cuidar das axilas debaixo do chuveiro

Uma boa dica é começar os cuidados com as axilas já na hora do banho. A região é sensível, então use sabonetes antissépticos com uma esponja macia, esfregando suavemente para tirar impurezas sem machucar. Quando sair do banho, não se esqueça de enxugar bem: assim como nos dedinhos dos pés, as axilas são sobras que sofrem atrito e, por isso, são mais suscetíveis a reter bactérias, fungos e impurezas de um modo geral ao longo do dia, causando irritação na pele e mau odor. Por outro lado, toda mulher gosta de ter a pele macia ao toque, e para isso o hidratante após o banho é fundamental. Então estenda seu uso para as axilas. Você também pode hidratá-las com desodorantes especiais, que já têm o creme em sua composição: prefira os em bastão, roll-on ou creme, e evite os líquidos com base alcoólica, que ressecam a pele. O álcool também propicia o aparecimento de manchas escuras na pele.

Hidratação é fundamental

Sabe aquele óleo hidratante que você usa no resto do corpo? Esqueça, nas axilas ele não é legal. Nessa área ele pode aumentar em excesso a oleosidade, que pode acabar obstruindo as glândulas sudoríparas. Aí é um prato cheio para suor mais intenso e, consequentemente, manchas – tanto nas roupas  quanto na sua pele. Da mesma forma, evite cremes após a depilação ou raspagem dos pelos, porque eles podem irritar a pele que está mais sensível nessas horas. Se naturalmente você já sua muito, é possível prolongar o efeito do desodorante usando roupas de algodão e, também, escolhendo o tipo de produto certo para você.

Escolha o tipo de certo de desodorante

Cuidar das axilas também requer uma escolha correta do tipo de desodorante ou antitranspirante. Sim, porque há uma diferença substancial entre eles: enquanto o primeiro tira o odor, o segundo evita a transpiração retendo o suor nas próprias glândulas, sendo mais agressivos do que os desodorantes porque a sua fórmula contém alumínio. Por outro lado, há vários tipos desodorante, e você ficar a par dos prós e contras de cada um. O roll-on, por exemplo, é prático, dura mais que os outros, mas é o cuja aplicação mais acumula bactérias, por isso nunca deve ser compartilhado. O spray ou aerossol contém álcool, por isso não é recomendado para peles sensíveis, pois é o que mais causa irritações. No entanto é o que tem a absorção mais rápida, o que evita manchas. Já os cremes são os menos agressivos, têm hidratantes em sua fórmula, mas são os que mais demoram para ser absorvidos. Seja qual for a sua escolha, não esqueça: axilas bem tratadas são puro sinônimo de feminilidade e higiene pessoal.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).