11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Cuidados com a roupa da academia

Veja dicas de como conservar as roupas de ginástica e estender sua durabilidade.

Hoje, com a correria do nosso dia a dia, treinar em academias está ficando cada vez mais comum e o número de pessoas que quer atingir um corpinho escultural também só cresce. Além de caprichar nos treinos e atingir os objetivos da semana, uma coisa extremamente importante na vida dos atletas é a roupa de treino. É comum as roupas de treino ficarem velhas e desbotadas com o tempo, precisando ser substituídas várias vezes ao longo do ano. Isso acontece, na grande maioria das vezes, não pelo desgaste do uso propriamente dito, mas pelo modo como a roupa foi manuseada e guardada. Veja abaixo algumas dicas que vão ajudá-la a cuidar melhor de suas roupas de treino e preservá-las por muito mais tempo.

Etiquetas

Lembre-se de sempre olhar as etiquetas de suas roupas. Todas as peças devem conter uma etiqueta explicativa e ilustrada com desenhos que vão identificar se ela pode ou não ir para a máquina de lavar ou se deve ser lavada a mão. Verifique também se a peça de roupa pode secar no varal ou na secadora e se pode ser passada com ferro. Peças 100% algodão, por exemplo, estão propensas a encolher, enquanto roupas com elastano de fibra sintética são mais resistentes à secadora. Caso não encontre informações na etiqueta, na dúvida, deixe-a secar na sombra. Respeitando as instruções da peça você preserva a roupa e mantém suas condições por muito mais tempo.

Lavagem

As roupas de esporte, em geral, são bastante práticas na hora da lavagem e algumas máquinas contam com um ciclo próprio para esse tipo de roupa, o que já é uma tremenda ajuda. Os especialistas indicam, no entanto, que as roupas utilizadas na academia devem ser lavadas a mão, separadas por cor e, de preferencia, com um sabão neutro. O ideal é lavar a roupa ao chegar em casa ou ao menos deixá-la de molho se não for lavar imediatamente. Vale lembrar que roupas de nylon devem ser preferivelmente lavadas em água fria e sempre no modo suave, usando sabão neutro ou sem alvejante.

Se você for mais cuidadosa e quiser otimizar ainda mais os cuidados, use sacos protetores ou até mesmo fronhas de travesseiros amarrados na ponta para manter a elasticidade das roupas.

Organização

Com a falta de tempo e a economia de água, você poderá pular essa etapa e recorrer a outro artifício: esperar até que a roupa esteja totalmente seca antes de colocá-la no cesto. Lembre-se de não misturar cores escuras e claras úmidas, uma vez que as peças ficam vulneráveis aos danos provocados pela acidez do suor. Após estarem secas, você poderá juntá-las em um cesto ou levá-las para a máquina de lavar.

Secagem

Na hora de secar as roupas de treino opte pelo ar livre. Muitos dos itens de nylon disponíveis no mercado chegam a derreter se forem expostos à altas temperaturas, além de tender a encolher com o tempo. O mesmo vai para a utilização do ferro! Você pode usá-lo à vontade, mas sempre que for passar suas roupas de treino use um pano por cima da peça para evitar que o ferro tenha contato direto com a roupa.
Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).