Cuidados com a cirurgia plástica no verão

Cuidados com a cirurgia plástica no verão

Saiba o que é necessário para enfrentar o pós-operatório de cirurgias feitas nesta época do ano

A cirurgia plástica no verão precisa de um pouco mais de atenção em comparação à realização dela no inverno. O final do ano é a época propicia para muitas pessoas verem o sonho da operação desejada se tornar real, a fim de melhorar a fisionomia de determinada parte do corpo, como também para retomar o bem-estar. Esse é o período do ano em que há bastante procura por coincidir com as férias, mas isso não quer dizer que você precisa se apressar sem ponderar para agir da maneira correta.

Qualquer época do ano é propícia para a realização de um procedimento estético. Porém, a cirurgia plástica no verão pode ser um pouco mais incômoda apenas por causa do pós-operatório, pois a pessoa que passou pela operação pode sentir mais os desconfortos que são mais fáceis de enfrentar quando está frio. No Brasil, sabemos que a temperatura sempre oscila, especialmente na temporada de calor, onde sol, mormaço e chuva se revezam. Nesse caso, os cuidados são mais regrados para não comprometerem os resultados da cirurgia.

Um dos maiores vilões do pós-operatório é o sol. A influência dele em contato com a região operada é o retardamento da cicatrização, bem como o aparecimento de manchas indevidas. O calor excessivo também ajuda a aumentar um pouco mais os edemas, além da recuperação total ter uma duração maior. O uso de cintas modeladoras e o repouso podem ser uma chateação para o paciente que optar pela cirurgia plástica no verão, período em que também é difícil encontrar uma posição ideal para dormir.

Por isso, é preciso dar importância para os seguintes fatores ao optar pela cirurgia plástica no verão:

• Evite banhos de sol;

• Faça fielmente as sessões de drenagens linfáticas;

• Devido aos inchaços, tome bastante líquidos e tenha uma alimentação saudável;

• Escolha roupas confortáveis, de preferência, de algodão;

Por causa da variação climática durante todo o ano no país, fica um pouco difícil determinar ao certo quando faz calor e faz frio, mas o primeiro semestre cativa muitos pacientes por causa da ausência de sol, o que torna o pós-operatório mais agradável. Independente disso, o que importa é a sua decisão sobre a necessidade de passar pela cirurgia escolhida e o realismo que se tem sobre ela.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).