Menu

Cuidado com as unhas

Toda mulher sabe que elas devem estar sempre bem tratadas, limpas, cuidadas e com aspecto saudável. A maioria das mulheres prefere vê-las também bem pintadas e com as cutículas bem tiradas, mas o que muitas mulheres não têm ideia – e homens também, claro! – é que as unhas podem ser um grande indicador de problemas ainda invisíveis no organismo. Os cuidados com as unhas, portanto, não se devem apenas a um apuro estético, mas sim a diversos outros fatores que, além de sinalizarem feminilidade e higiene, indicam também um corpo saudável. Alguns procedimentos estéticos são capazes de minimizar os efeitos do tempo e corrigir pequenas imperfeições, no entanto é sempre melhor prevenir do que deixar para consertar depois. Na dúvida, consulte um especialista em estética.

As unhas ficam mais bonitas com alimentação balanceada

As unhas das mãos crescem três vezes mais rápido do que a os pés, cerca de 1mm a cada dez dias – e a alimentação saudável é indispensável para que as unhas permaneçam saudáveis. Como as unhas são feitas basicamente de proteínas, o ideal é que a alimentação regular contenha itens como carne, ovos e leite, ou seja, rica em vitaminas A, vitaminas do complexo B e proteínas e sais minerais como zinco, cálcio, iodo e ferro. Unhas doentes são quebradiças, esfolam com facilidade, apresentam coloração amarela ou manchas brancas – e um bom especialista é capaz de descobrir exatamente qual a deficiência do organismo pela cor das unhas. O excesso de esmalte pode ser um dos vilões. Ele pode sufocar a unha, não deixando-a respirar. Por outro lado, O ideal é deixar as unhas sem qualquer tipo de cobertura pelo menos uma noite por semana. Parece pouco, mas para quem não respira nunca, é muita coisa. Então nada de emendar um esmalte no outro.

Cutícula protege o organismo contra a entrada de bactérias e fungos

A cutícula é totalmente dispensável para a maioria das mulheres, mas, na realidade, elas têm um papel primordial na proteção do organismo. Sim, elas servem como uma espécie de barreira contra bactérias e fungos que penetram na pele causando infecções e inflamações. Por isso, o ideal, ainda que não seja do seu gosto, é não tirar a cutícula, mas mantê-la apenas “afastada” da base da unha com uma espátula. Depois é só passar a base e o esmalte da sua preferência. Outra dica legal é sempre levar seu próprio material para a manicure, diminuindo a chance de pear fungos e bactérias.

Cremes e exercícios ajudam a manter a jovialidade das mãos

Os cuidados com as mãos devem incluir exercícios que ajudam a manter movimentos depois dos 50 anos e cremes específicos para a hidratação das mãos que reduzem rugas e marcas do tempo. Na hora de pintá-las, lembre-se que esmaltes extra-brilho dão maior durabilidade às unhas. Outra dica é usar hidratante ou umectante sempre que for possível, é ele que vai evitar que a pele das mãos envelheça precocemente. Quando você perceber que as unhas estão muito frágeis, quebradiças ou com manchas esbranquiçadas ou amarelas, procure um especialista.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. neuza disse:

    ola Dra Luciana estou com as unha da mão direita,três estão danificadas só ficarão uma cartilagem são moles e esbranquiçadas e não tem formato de unha, nos dedos da mão esquerda é ainda pior só tenho uma única unha sarada as outras todas doentes agora as duas do dedão do pé estão ficando doentes também já passei por consulta medica foi feito dois exames mas não tive nenhuma melhora passei até mesmo por uma podóloga mas não obtive melhora esta se tornando um transtorno em minha vida.
    tenho 63 anos, obrigada.