Conservação de Perfumes

Veja como guardar seus perfumes de forma que mantenham suas características intactas durante todo o período de validade.

Alguns são verdadeiros objetos de desejo, tão caros que dão até pena de usar – a não ser naquela ocasião especial, claro. Outros a gente gosta tanto que já vira a nossa marca registrada. A verdade é que é uma decepção quando o perfume que mais gostamos ou estamos guardando com tanto carinho perde suas propriedades porque ficaram guardados de forma incorreta. Mas será que há um jeito de fazer com que durem mais? De acordo com os especialistas há sim, da mesma forma que há a pior forma de todas: deixá-los em cima do móvel, onde você gosta de namorá-los todo dia e exibi-los para as amigas. Esqueça a vaidade, isso é um verdadeiro pecado capital, já que a umidade, o calor e a luz são seus maiores inimigos, alterando fragrância e até oxidando as notas. Veja como guardar seus perfumes de forma que ele dure todo o seu período de validade, normalmente três anos, mantendo todas as características intactas.

Calor, luz, umidade: os três piores inimigos do seu perfume

Bem, você já percebeu que esse é o fim da penteadeira. Há quem diga que com os cuidados corretos, a fragrância pode ter validade indefinida, ou seja, durar enquanto ainda houver um pingo de perfume. Entre mitos e verdades, o certo é que um dos melhores lugares para os vidros de perfume ficarem é dentro da própria caixa, que os protegem da luz. Procure tirar da caixa apenas o que for usar naquela semana, por exemplo. Tudo bem, as caixas ocupam espaço danado, então você pode guardá-los dentro de um armário fresco, longe da luz, ou então em gavetas – mas não no banheiro, que é úmido. Exceção para os perfumes que vêm em frascos de alumínio, como os Comme des Garçons. Estes são perfeitos, opacos e bem resistentes às variações de temperatura, então com estes não precisa se preocupar.

Abra um “espacinho” na geladeira

Como anda a geladeira da sua casa, muito cheia? Bem, procure abrir um espaço para seus perfumes mais preciosos: é assim que eles fazem no Osmothèque, em Versalhes. Lá, que é o que podemos chamar de museu de fragrâncias, todas elas ficam armazenadas em frascos de alumínio a uma temperatura de 12ºC. Por outro lado, se você tem complexo de diva e sempre achou aquele spray com “pera” a cara da Rita Hayworth, pode começar a deixa-lo só de enfeite. Ele faz o perfume oxidar mais rapidamente porque, por ser poroso, deixa que o perfume entre em contato com o ar que está do lado de fora do vidro. Já o perfume que você já compra em spray, deve ser limpo toda vez que for usado. Retire da tampinha qualquer resíduo de líquido, evitando a oxidação. Bem, agora que você já sabe de tudo isso ficou preocupada com o estado dos seus valiosos e queridos perfumes, certo? Para saber se seus perfumes estão estragados, preste atenção na coloração do líquido: se ele escureceu e a fragrância sofreu alteração não tem mais jeito, agora a melhor coisa a fazer é jogá-lo fora.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).