Menu

Como recuperar a saúde da pele após os dias de sol

Veja dicas de como recuperar a saúde da pele após a exposição ao sol.

O verão está aí e, mesmo se não estivesse, sabemos que o Brasil é um país abençoado onde o sol brilha intensamente durante boa parte do ano. Esse período é um prato cheio para aquelas que gostam de sol e calor, mas é também nos dias mais ensolarados que muitas mulheres acabam se descuidando e sofrendo com as queimaduras, vermelhidões, bolhas e descamações provocadas pela exposição excessiva ao sol, que piora se houver a desidratação da pele e do corpo. Se você também se descuidou, não adianta mais se desesperar. O estrago já foi feito e agora é hora de tirar um tempinho para cuidar bem da pele e poder recuperar sua saúde. Além de beber muita água, não vestir roupas coladas e evitar demorar muito tempo no chuveiro, existem outras dicas importantes que vão ajudá-la a tratar os sintomas e cuidar melhor de sua pele no período de recuperação.

Separamos abaixo as dicas mais relevantes para você:

Banho frio

Se você estiver com queimaduras – leves ou moderadas – o banho gelado poderá amenizar os sintomas. Isso porque a água fria alivia o incomodo e a dor, além de evitar que a pele resseque mais ainda. O banho quente, por sua vez, pode machucar a pele, uma vez que a pele fica muito sensível também a altas temperaturas, que também podem queimar ou agravar áreas já queimadas. E venhamos e convenhamos, no verão, tomar um banho gelado não é nenhuma tarefa difícil e irá deixar seu dia muito mais fresco.

Não puxar a pele

Geralmente, quando nos queimamos, aparecem bolhas na pele ou pode até ocorrer a descamação. Porém, é importante lembrar que nunca se deve furar as bolhinhas. Por mais irritantes que sejam, essas bolhas são exatamente o que irá proteger a pele nova que ainda está amadurecendo, até perder sua hipersensibilidade. Após isso, as bolhas irão estourar por conta própria. A mesma dica vai para quem fica tentando puxar o excesso de pele ressecada. Esse é um processo natural do corpo e, caso ele seja interrompido, você pode até piorar a lesão, que demorará ainda mais tempo para ser curada.

Não usar esponjas ou buchas de banho

Não é aconselhável o uso de esponjas ou buchas de banho, principalmente se houver queimadura nas regiões afetadas pelos raios solares. Isso porque a pele fica muito mais sensível e as esponjas e buchas, além de obviamente agredir a pele e poder machucar ainda mais as regiões sensibilizadas, retiram da pele suas proteções naturais.

Esfoliar a pele com cuidado

Esfoliar a pele com bons hidratantes é sempre bem-vindo. Mas, existem algumas ressalvas para quem está com a pele queimada pelo sol. Se você acabou de sair da praia ou da piscina, evite esfoliar a pele. A esfoliação só é indicada após um ou dois dias, quando a pele começa a dar seus primeiros sinais de que está ressecada e precisa de tratamento. Como a pele está mais sensível, a esfoliação deve ser feita com muito cuidado e, através dela, é possível remover as células mortas, hidratando a região que tenha sido afetada pelo sol e ajudando no processo de recuperação da saúde de sua pele.

Banho de óleo de hidratante

Óleos hidratantes têm ação oclusiva e, após o enxágue, formam películas de proteção, retendo a umidade natural e evitando o ressecamento da pele. Eles ainda possuem inúmeras propriedades nutritivas e conseguem penetrar na pele com mais facilidade. Os óleos hidratantes reforçam a barreira cutânea da derme, o que ajuda a suavizar manchas, cicatrizes e estrias, entre muitos outros benefícios.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).