Fechamento das Narinas

Fazer o fechamento das narinas é muito mais simples do que a maioria das pessoas pensam. Conheça como é o procedimento e porque ele é tão simples.

Olhar no espelho e não ter afinidade com a imagem que vê refletida pode tornar-se um sério problema de autoestima, em qualquer idade. Um dos elementos faciais que mais causam desconforto para a maioria das pessoas é o nariz, não apenas em relação ao tamanho mas também ao formato ou abertura das narinas. Neste caso, a correção pode ser muito mais simples do que se imagina. Ao contrário do que muita gente pensa, para o fechamento das narinas não é necessário uma rinoplastia completa: o procedimento, que é bem mais simples, pode ser realizado no próprio consultório em poucos minutos e não compromete a rotina do paciente. Dessa forma em pouquíssimo tempo é possível corrigir um problema de imagem que, frequentemente, chegar a incomodar por anos a fio.

É importante que o paciente tenha consciência de que nem sempre é preciso fazer uma cirurgia em todo o nariz para obter um efeito harmônico no rosto – muitas vezes apenas um pequeno procedimento de fechamento das narinas é suficiente para redefinir toda a fisionomia. O procedimento, que dura entre 30 e 45 minutos, é bastante simples e pode ser feito no próprio consultório, inclusive sem necessidade de que o paciente chegue a se afastar do trabalho, ou seja, sem prejuízo à sua vida profissional. A ideia errada de que para conseguir o fechamento das narinas é necessário passar por toda uma cirurgia do nariz (rinoplastia) acaba fazendo com que várias pessoas passem anos convivendo com desconforto estético e falta de confiança gerados pela baixa autoestima.

Para que as narinas fiquem mais fechadas, o cirurgião retira um segmento da parte lateral das narinas, posicionando as cicatrizes de forma que fiquem com excelente aspecto, praticamente imperceptíveis. As narinas são então medidas com um compasso, garantindo que a resseção do segmento seja absolutamente simétrico e harmonioso com o restante do rosto. O interessante é que o procedimento é tão simples que é feito apenas com anestesia local, tornando toda a técnica muito rápida, fácil e segura.  Sem necessidade de fraturas, e com isso sem muito inchaço ou olhos roxos.  É importante ressaltar, no entanto, que é preciso que seja realizado com profissional competente para que o resultado seja o melhor possível.

Neste caso, assim como em qualquer procedimento estético, a experiência, qualificação e competência do cirurgião é um item de fundamental importância, uma vez que o nariz é o ponto central da face. O que deve determinar a aparência que ele deverá ter não é a vontade do paciente ou do médico, mas sim um conjunto de fatores que levam em consideração todo o restante da fisionomia, combinando bom senso, técnica e sensibilidade. É preciso levar em conta que o que pode ficar bem em uma pessoa pode não ser o ideal pra outra devido ao espaçamento dos olhos, a posição das maçãs do rosto, o formato do maxilar ou o tamanho da testa, por exemplo. Por outro lado é preciso fazer a perfeita junção da perfeita funcionalidade com o equilíbrio estético. Sempre converse bastante com o seu médico e observe todas as possibilidades. Dessa forma você terá certeza de que terá o melhor resultado de acordo com o seu caso específico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).