Fazer abdominoplastia acima do peso é possível? Descubra agora…

Você está com alguns quilinhos a mais e sonha em fazer uma plástica na barriga? Saiba qual é o impacto do excesso de peso para os resultados da abdominoplastia.

Muitas pessoas imaginam que a plástica de barriga contribui para o emagrecimento e acreditam que a cirurgia é uma solução para se livrar dos quilinhos a mais. Entretanto, será que é mesmo possível fazer abdominoplastia acima do peso?

Na verdade, uma das recomendações para essa e outras cirurgias plásticas é estar dentro de uma faixa de peso saudável ou levemente acima dela. Porém, cada caso é um caso. Vamos saber mais sobre esse assunto?

A abdominoplastia não serve para emagrecer

Desde já, é importante esclarecer que nenhuma cirurgia plástica é um método de emagrecimento, seja a abdominoplastia ou a lipoaspiração.

Em vez disso, esses procedimentos têm como objetivo melhorar o contorno corporal, seja tonificando a barriga no caso da primeira ou removendo o excesso de gordura localizada no caso da segunda. Porém, a diferença não acontece na balança, e sim na silhueta.

Se o seu objetivo é perder peso, a melhor solução não está na cirurgia plástica, mas sim na combinação de reeducação alimentar e prática de exercícios físicos, sempre acompanhadas por profissionais nessas áreas.

Indicações da abdominoplastia

A abdominoplastia visa à redução do volume da barriga, incluindo a definição de um perfil mais liso, a tonificação dos músculos e a correção da flacidez e do excesso de pele dessa região, proporcionando uma silhueta mais harmônica.

Dessa forma, essa cirurgia plástica é indicada para pessoas que, mesmo depois de controlar a dieta e adotar uma rotina de atividades físicas, continuaram apresentando o abdômen mais saliente do que gostariam.

Essa é uma situação que pode acontecer inclusive com pessoas consideradas magras, e suas causas mais frequentes são:

  • Gestação;
  • Perda de peso brusca e significativa (como depois de uma cirurgia bariátrica);
  • Processo normal de envelhecimento;
  • Tendência genética.

Como o emagrecimento é justamente uma das causas da aparência inestética da barriga, pois a pele tende a ficar flácida, fazer abdominoplastia acima do peso pensando em perder alguns quilos depois da cirurgia não é a melhor opção.

Afinal, ao finalmente emagrecer, é possível que a pele não consiga acompanhar a redução do volume abdominal, o que pode prejudicar os resultados da cirurgia plástica.

fazer abdominoplastia acima do pesa

Não deixe de ver – Abdominoplastia após a gravidez: tem alguma contraindicação?

É possível fazer abdominoplastia acima do peso em algum caso?

Embora não seja a melhor situação, ter alguns quilos a mais não é necessariamente um impedimento para fazer a cirurgia plástica de abdômen. Na verdade, essa possibilidade depende de diversos fatores que vão além da balança.

Assim, fazer abdominoplastia acima do peso pode ser possível quando o total de quilos a mais não é tão significativo, de modo que o índice de massa corporal (IMC) esteja abaixo de 30 – ou seja, ainda na faixa de sobrepeso, sem chegar à obesidade.

Para que a cirurgia realmente seja recomendada, porém, o médico avaliará fatores como as condições de saúde do paciente, além das características da pele e da distribuição de gordura corporal.

Além disso, para alguns pacientes acima do peso, a abdominoplastia pode funcionar como uma forma de incentivo para a adoção de medidas que contribuam para o emagrecimento saudável, mas isso varia de pessoa para pessoa.

Por isso, dizemos que cada caso é um caso e que a possibilidade de realizar essa cirurgia mesmo estando acima do peso só pode ser determinada em uma avaliação presencial.

Vale destacar também a chamada abdominoplastia higiênica, quando se remove o excesso de pele de pessoas obesas que sofrem com assaduras constantes na região inferior da barriga. Essa cirurgia, porém, não tem objetivos estéticos e deve ser encarada como exceção.

Como os quilos a mais afetam o resultado da abdominoplastia

A regra é que, quanto mais próximo do peso ideal um paciente estiver, melhores serão os resultados da sua cirurgia plástica no abdômen. Por isso, fazer abdominoplastia acima do peso pode trazer resultados aquém do que você esperava.

Isso acontece porque, quando a abdominoplastia inclui a lipoaspiração para remover o excesso de gordura dessa região, a recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é que seja removido no máximo 5% a 7% do peso corporal.

Dessa forma, pacientes que já estão acima do peso provavelmente não terão a “barriga chapada”. Além disso, mesmo que se remova a gordura abdominal, ainda haverá tecido adiposo nas regiões vizinhas, como cintura e flancos.

Além disso, a perda de peso depois da cirurgia plástica pode contribuir para o surgimento de um novo quadro de flacidez na barriga, prejudicando os resultados.

fazer abdominoplastia acima do peso

Confira também – Cicatriz de abdominoplastia: os cuidados essenciais para evitar problemas!

Fazer abdominoplastia acima do peso aumenta os riscos da cirurgia

Além de proporcionar resultados melhores, a recomendação de não realizar cirurgias plásticas em pacientes com IMC maior do que 30 também é uma questão de saúde.

Afinal, pessoas obesas apresentam uma tendência aumenta a sofrer complicações em qualquer procedimento cirúrgico, incluindo infecções, deiscência de sutura (abertura dos pontos) e até mesmo trombose.

Dessa forma, mesmo que fazer abdominoplastia acima do peso seja possível em alguns casos, é preciso ter em mente que os quilos a mais também representam riscos a mais que estarão envolvidos na cirurgia.

É por isso que, em geral, recomenda-se primeiro emagrecer e estar dentro de uma faixa de peso saudável antes de realizar essa cirurgia plástica – já que essa é uma condição que não apenas permite resultados melhores, mas também oferece mais segurança.

Ainda com dúvidas? Veja mais – Plástica na barriga: abdominoplastia pode ser a solução ideal!

Para saber se você está apta a fazer uma abdominoplastia, a dica é agendar uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino e aproveitar para conhecer todas as opções de cirurgias plásticas e procedimentos estéticos para se sentir ainda mais feliz com seu corpo.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).