Entenda quando a combinação de cirurgias é indicada!

médicos realizando cirurgias em paciente

Dá para fazer as mamas, a barriga e o bumbum ao mesmo tempo? Pode fazer lipoaspiração e lifting facial no mesmo dia? Descubra como funciona a combinação de cirurgias plásticas.

Já pensou sair do centro cirúrgico com próteses de silicone nas mamas, a barriga chapada com uma abdominoplastia e as gordurinhas eliminadas por uma lipoaspiração? Esse pode ser o sonho de muitas pacientes, mas a combinação de cirurgias precisa ser muito bem avaliada.

Em geral, as cirurgias plásticas demandam alguns dias ou semanas de recuperação, que exigem o afastamento das atividades do dia a dia. Por isso, muitas vezes as pessoas gostariam de fazer vários procedimentos de uma vez só, já que nem sempre é possível reservar esse período.

De fato, existem algumas combinações que funcionam muito bem e permitem que o paciente faça mais de um procedimento. Contudo, para que os resultados sejam seguros e satisfatórios, é preciso fazer um planejamento detalhado das cirurgias.

Combinação de cirurgias: conheça as vantagens

Tempo e dinheiro são recursos limitados – e, justamente por isso, são os principais motivos que levam os pacientes a buscar uma combinação de cirurgias, pois assim se economizam tanto no período de afastamento para se recuperar quanto em boa parte dos gastos.

Afinal, ao realizar mais de um procedimento cirúrgico de uma vez, haverá uma economia em itens como a taxa do centro cirúrgico, o internamento (quando necessário) e o próprio anestesista.

Além disso, muitas pessoas imaginam ser melhor “passar por todo o sofrimento” de uma vez só, ou seja, se recuperar de mais de uma cirurgia ao mesmo tempo, do que fazer uma intervenção e aguardar meses para realizar a próxima.

Realmente, esses são fatores que se apresentam como grande vantagem para os pacientes que desejam fazer mais de uma cirurgia plástica – e a boa notícia é que a combinação de cirurgias é possível quando se observam alguns cuidados.

Quais cirurgias plásticas podem ser combinadas?

Não existe uma regra sobre o número e o tipo de cirurgias plásticas que podem ser combinados, mas essa prática deve seguir algumas orientações para oferecer segurança aos pacientes.

Assim, um dos aspectos mais importantes a ser analisado quando se considera a combinação de cirurgias é associar procedimentos que trabalham a mesma região do corpo (ou regiões próximas), com objetivos semelhantes e com resultados que se complementam.

Diante disso, algumas combinações possíveis e frequentemente realizadas são estas apresentadas a seguir:

  • Lipoaspiração + abdominoplastia;
  • Lipoaspiração + mamoplastia de aumento ou de redução;
  • Lipoescultura + mamoplastia de aumento ou de redução;
  • Lifting facial + blefaroplastia (cirurgia de pálpebras).

É importante ter em mente que essas não são todas as combinações possíveis e que cada caso deve ser avaliado individualmente.

mulher vista de cima com a caneta na boca em dúvida do que escrever

Fatores que devem ser considerados para a combinação de cirurgias

Mesmo que muitas vezes o paciente deseje fazer mais de um procedimento cirúrgico de uma só vez, a combinação de cirurgias só será indicada se forem atendidos alguns requisitos essenciais de saúde e segurança.

Afinal de contas, fazer duas ou mais cirurgias ao mesmo tempo significa uma amplificação dos riscos, de modo que sempre se devem avaliar meticulosamente as condições físicas e psicológicas de cada paciente e o porte dos procedimentos.

Conheça alguns dos principais fatores que o cirurgião plástico leva em consideração na hora de avaliar a viabilidade de associar procedimentos cirúrgicos:

  1. Condições de saúde do paciente

Embora não haja um limite de idade para cirurgias plásticas, pacientes idosos costumam ter uma tendência maior a apresentar condições de saúde que podem impedir a combinação de procedimentos, como hipertensão, diabetes e problemas cardiológicos.

Contudo, mesmo pacientes jovens devem passar pelos exames pré-operatórios para avaliar suas condições clínicas. A vantagem dos jovens, porém, é que eles costumam enfrentar menos dificuldades na recuperação do que as pessoas mais velhas.

  1. Expectativas para o pós-operatório

Realizar mais de um sonho no mesmo dia por meio da combinação de cirurgias plásticas parece uma excelente ideia, mas é preciso estar ciente das limitações, incômodos e cuidados necessários no pós-operatório.

Dessa forma, o cirurgião precisa se certificar de que o paciente tem expectativas reais para o período de recuperação e apresenta condições psicológicas para lidar com os desconfortos típicos dessa fase.

Veja também – Existe um peso ideal para realizar cirurgias plásticas?

  1. Tempo de cirurgia

Não existe uma regra para estabelecer a duração de uma cirurgia plástica, mas, em geral, procura-se limitar os procedimentos a cerca de quatro horas – e é necessário que esse planejamento seja feito em conjunto com o anestesista.

Em cirurgias muito longas, o efeito da anestesia também será prolongado, o que aumenta o risco de complicações pela alteração do metabolismo e das funções do organismo. Além disso, aumenta o risco de infecções, problemas cardíacos, trombose e embolia pulmonar.

A combinação de cirurgias complexas que ultrapassa as quatro horas ainda pode levar a uma perda de sangue muito grande, além de provocar o desgaste da equipe médica em um momento que exige total atenção.

paciente olhando no tablet do médico
  1. Compatibilidade entre as cirurgias plásticas

Mesmo que o paciente apresente boas condições de saúde e não tenha doenças ou riscos pré-existentes, algumas combinações de cirurgias não são possíveis porque nem todos os procedimentos são compatíveis entre si.

Por exemplo: ao realizar uma cirurgia de prótese de silicone mamário, a paciente não poderá se deitar de bruços por cerca de 30 dias. Dessa forma, seria inviável colocá-la nessa posição logo em seguida para fazer uma lipoaspiração no bumbum.

Além disso, a paciente não poderia dormir nem de bruços nem de barriga para cima no pós-operatório, sob o risco de abrir os pontos, prejudicar a cicatrização ou se machucar, de modo que essa combinação de cirurgias seria inviável.

Em suma, fazer mais de uma cirurgia plástica no mesmo dia é possível, desde que haja um bom planejamento para garantir a segurança do paciente. Se você quiser saber mais sobre esse assunto, agende uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Aparecida disse:

    Gostaria de poder realizar abdominoplastia qual e o valor

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá Aparecida!
      Tudo bem?
      Para definir os valores é necessário que você passe por uma avaliação pessoalmente, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você.
      Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta. No link estão nossos telefones: https://goo.gl/nvCFzz
      Beijos!