Aumento de Lábios com Bioplastia: Saiba como Funciona

A bioplastia promove um aumento do tamanho dos lábios por meio de um procedimento simples, mas que exige alguns cuidados

Já há alguns anos, existe uma preferência, principalmente das mulheres, pelos lábios volumosos. É só observar o mundo das famosas que você vai descobrir que muitas delas aderiram à tendência. Justamente por isso, a bioplastia de lábios se popularizou.

Embora muita gente sonhe em ostentar lábios carnudos e cheios de destaque, nem todo mundo nasceu com a boca tão volumosa. Nesse caso, é possível recorrer a um preenchimento nessa região, de forma a aumentá-la.

Além disso, pessoas que perderam o volume dos lábios com o passar do tempo, algo que pode mesmo acontecer com o envelhecimento, também podem recuperar seus contornos por meio dessa técnica.

Bioplastia: a técnica para aumentar os lábios

Diferente do que muitas pessoas imaginam, não é com aplicações de Botox® que as celebridades conseguem ficar com um bocão de dar inveja, mas sim por meio da bioplastia ou preenchimento labial.

Enquanto o Botox® se destina a corrigir rugas dinâmicas, como os pés de galinha, o preenchimento é capaz de corrigir uma perda de volume ou mesmo de aumentar o tamanho natural dos lábios e de outras regiões da face, como as maçãs do rosto.

Dessa forma, a bioplastia se destina a pacientes que desejam aumentar lábios muito finos, criar um novo contorno para essa região ou promover um rejuvenescimento dos lábios, que podem ter afinado devido à passagem do tempo.

Existem duas formas de fazer um preenchimento labial: ele pode ser definitivo ou temporário, dependendo da substância que for aplicada na região.

 

Preenchimento labial definitivo

Esse procedimento se trata da aplicação de substâncias sintéticas diretamente nos lábios, de forma a aumentar o tamanho. Nesse caso, a técnica utiliza uma substância chamada polimetilmetacrilato, também conhecida como PMMA.

Embora o preenchimento definitivo pareça mais vantajoso, ele pode acabar alterando a textura e a sensibilidade dos lábios, deixando um efeito artificial. Além disso, essa técnica pode causar o temido efeito de “bico de pato”.

Por ser uma substância totalmente estranha ao nosso corpo, o PMMA pode causar reações muito perigosas, como a rejeição.

Bioplastia com preenchimento labial temporário

Considerando as desvantagens do preenchimento definitivo, existe uma preferência pela realização da bioplastia temporária, que é feita com ácido hialurônico e costura durar cerca de um ano.

O ácido hialurônico é uma substância que já existe no nosso corpo, embora seja utilizada a sua versão sintética para fazer os procedimentos estéticos. Esta é uma substância segura e que é absorvida pelo organismo com o tempo, por isso o efeito da bioplastia é temporário.

Além disso, o ácido hialurônico é um estimulador da produção do colágeno. Assim, mesmo que ele seja absorvido depois de um ano, esse efeito ainda continua por mais tempo, até três anos mais ou menos.

 

Contraindicação da bioplastia

Pacientes que tenham herpes com frequência devem comunicar esse fator ao médico, pois a bioplastia dos lábios pode desencadear o reaparecimento das feridas. Antes de se submeter ao procedimento, é necessário fazer um tratamento de prevenção.

Como é feita a bioplastia labial

A sessão de bioplastia pode ser feita no consultório médico, pois não necessita de anestesia geral nem de internamento. O procedimento começa com a aplicação de uma anestesia tópica, apenas para tirar a dor da picada da agulha.

Em seguida, o cirurgião plástico utiliza uma agulha bem fina para injeta o ácido hialurônico na quantidade suficiente para aumentar os lábios do paciente. Em média, se utiliza 1 ml do produto.

Nos dez minutos seguintes, é necessário fazer uma massagem para modelar o local, dando o novo formato aos lábios e eliminando qualquer assimetria. A anestesia garante que a paciente não vai sentir dor, embora possa haver algum desconforto.

Como ficam os lábios depois da bioplastia

O preenchimento com ácido hialurônico não deve provocar alergias, mas é comum observar um inchaço nos primeiros dias, dando uma impressão exagerada sobre o aumento dos lábios. Esse inchaço costuma durar cerca de uma semana.

É normal que um lado inche mais do que o outro, e isso não significa que o lábio vai ficar assimétrico. Para reduzir o edema, recomenda-se deitar sempre com a cabeça mais elevada e fazer compressas de gelo.

Outro sinal que pode aparecer são pequenas manchas arroxeadas no local de aplicação do ácido hialurônico. Isso acontece quando a agulha pega algum vasinho e causa um pequeno sangramento, mas é algo normal e que vai desaparecer em poucos dias.

O paciente não deve se expor ao sol para evitar manchas permanentes na região. Além disso, é preciso tomar cuidado para não sofrer impactos na região, mesmo ao utilizar copos e talheres, principalmente nas primeiras 48 horas.

Quando aparece o resultado final

O resultado final da bioplastia aparece depois que o inchaço desaparece, em torno de 8 dias depois do procedimento. Caso a paciente deseje aplicar um pouco mais de ácido hialurônico, será necessário aguardar algumas semanas.

Por outro lado, se a paciente achou o resultado muito exagerado, é possível aplicar uma substância chamada hialuronidase misturada com corticoide, que acelera a degradação do procedimento.

Para evitar esse tipo de problema a bioplastia de lábios sempre deve ser feita com um cirurgião plástico de confiança, que tenha um profundo conhecimento das estruturas faciais.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).