11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Benefícios e principais formas de usar a babosa

Os benefícios da utilização da babosa

Saiba quais são as principais formas de usar a planta e quais benefícios ela pode trazer para saúde e beleza!

 

Uma das plantas medicinais mais utilizadas no campo estético, os benefícios da babosa vão muito além da beleza. 

A aloe vera – nome científico da babosa – tem sido utilizada desde o Antigo Egito como um potente anti inflamatório e antiviral, ajudando a fortalecer o sistema imunológico dos povos que a utilizavam. 

Atualmente, a substância está presente em diferentes produtos para o rosto, corpo e cabelos, sendo conhecida comumente como a planta da beleza e da saúde. 

No entanto, muitas pessoas ainda tem dúvidas sobre como incorporar a babosa na rotina de cuidados com a pele e quais são suas verdadeiras funções. 

Sendo assim, separamos uma série de informações e dicas sobre como usar a aloe vera no seu dia a dia. Confira!

Benefícios do cultivo da babosa

Por se tratar de uma planta de fácil cultivo, é possível encontrar babosa em floriculturas ou casas de produtos naturais, sendo possível também cultivá-la em casa. 

Com diversas propriedades calmantes, cicatrizantes, anestésicas, antitérmicas e anti-inflamatórias, a planta pode trazer inúmeros benefícios para saúde e dentre eles, podemos destacar: 

  • Ajuda a reduzir processos inflamatórios no organismo;
  • Atua como um um fortalecedor imunológico natural;
  • Contribui para o funcionamento intestinal;
  • Auxilia na cura de queimaduras físicas;
  • Atua no crescimento e hidratação dos cabelos;
  • Combate à caspa e a oleosidade dos fios;
  • Regenera os tecidos, combatendo o envelhecimento da pele;
  • Atua no combate a acne e manchas na pele.
A babosa é uma poderosa aliada natural

Como incluí-la na rotina?

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que os princípios ativos da babosa encontram-se no gel e não na casca, portanto, para seu uso será necessário cortar a folha lateralmente e remover o gel. 

Embora seja possível utilizá-la através dos produtos e cosméticos produzidos a partir de suas substâncias, o recomendado é que para desfrutar de todos os benefícios, seu uso seja feito in natura.

Babosa nos cabelos

Para aplicação nos cabelos, o gel de babosa pode ser utilizado puro, ou misturado a cremes hidratantes ou óleos essenciais (óleo de coco extravirgem, óleo de rícino, azeite de oliva), dependendo do objetivo a ser atingido. 

  • Hidratação dos fios, combate à caspa e ativar o crescimento capilar: recomenda-se que o gel seja aplicado após a lavagem com xampu, massageando os fios de forma que a substância penetre por toda a sua extensão. Deixe-o agir de 10 a 20 minutos, enxaguando com água abundante e finalize com condicionador.
  • Desintoxicar e restaurar os fios: Lave o cabelo, seque e aplique a babosa por 15 minutos. Posteriormente, enxague e aplique uma colher de sopa de abacate com uma colher de sopa de azeite extravirgem, deixando por mais 15 minutos. Depois, lave e finalize com o condicionador.

Babosa na pele

Também usada para combater o envelhecimento da pele, a babosa pode ser aplicada como máscara facial, auxiliando na regeneração e cicatrização da pele, sendo eficaz para remover manchas de acne. 

O ideal é aplicá-la na pele com movimentos circulares suaves, deixando-a agir por cerca de 15 minutos, ao menos uma vez na semana. Embora não seja recomendado misturá-la com outros ingredientes, os benefícios da babosa podem ser associados à outros procedimentos estéticos para potencializar os resultados e deixar a sua pele ainda mais bonita.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).