Hábitos que podem estar ressecando a sua pele

mulher fazendo limpeza de pele

Veja como reverter o quadro do ressecamento da pele apenas trocando alguns pequenos (mas muito importantes) hábitos do dia a dia!

Pele bonita e bem cuidada é sinal de vida saudável, por isso de nada adianta almejar a pele lisinha e viçosa das famosas e manter um comportamento diário que é justamente o caminho oposto de uma cútis perfeita. Você sabe que uma alimentação balanceada faz bem a todo o organismo, suprindo o corpo de nutrientes que deixam unhas, cabelos e pele ainda mais bonitos, mas há vários outros hábitos que também contribuem para uma pele ressacada, que acaba levando ao envelhecimento precoce. Muitos deles é capaz de você nem saber que podem prejudicar a sua pele, por isso preste atenção e veja se eles fazem parte da sua rotina. Você vai ver como melhorar a sua aparência revertendo o quadro a curto prazo de uma forma muito fácil.

Será que a sua pele está hidratada de forma suficiente? A hidratação deficiente é uma das maiores causas de pele ressecada e envelhecimento precoce, e na maioria das vezes apenas o uso de hidratantes não é suficiente. Se você bebe pouca água diariamente pode estar agravando o quadro: o ideal é que sejam ingeridos pelo menos 2 litros de água por dia. Mas é água, não é chá, café ou refrigerante, mesmos que todas essas bebidas levem água em sua composição. A água favorece a circulação do sangue que oxigena as células facilitando a sua renovação. Sua pele ganha elasticidade e vigor. Se você costuma ter o hábito de trocar a água pelo refrigerante quando tem sede ao longo do dia está contribuindo para o ressecamento da sua pele.

A água é importante também na hora de tomar banho, mas dessa vez por causa da temperatura. Quem tem o costume de tomar banho muito quente e prolongado favorece a escamação e a vermelhidão da pele. Prefira banhos mornos e rápidos, de preferência com sabonetes glicerinados que ajudam a suavizar os efeitos da água quente. Mas atenção em outro hábito bastante comum, o de passar o sabonete em todo o corpo: deixe-o apenas para a higienização das partes íntimas e, nas demais, use apenas a espuma produzida por ele. Depois do banho, evite também esfregar muito o corpo, principalmente se a toalha for áspera. Isso remove ainda mais a camada natural de proteção. Até na hora de dormir você pode estar ajudando a deixar a pele ressacada sem saber, afinal é à noite que acontece o processo de renovação celular. A maioria das pessoas dorme em fronhas de algodão, é verdade, mas este tecido acumula com mais facilidade as escamas liberadas pela pele (células mortas) e podem conter toxinas e bactérias. Troque as fronhas com mais frequência e dê preferências às de cetim, que também deixam menos marcas na pele.

Como você escolhe a sua maquiagem? A maioria das mulheres testa os produtos no rosto mesmo, para ver o efeito – só que está aí outro fator que ajuda a ressecar a pele. Cosméticos devem ser testados no braço, sempre. Por outro lado, a depilação muito frequente também deixa a pele das pernas, virilhas e axilas mais seca, porque desprotege a pele ao retirar a oleosidade natural que a protege, assim como a esfoliação frequente. Já nas peles oleosas acontece justamente o contrário, a produção de óleo é super estimulada. O ideal é usar esfoliantes duas vezes por mês, no máximo uma vez por semana. Se você tomar cuidados com esses pequenos hábitos, em pouco tempo sua pele recuperará a vitalidade, a aparência ressecada no passado e prevenindo o envelhecimento precoce.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).