11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como escolher a máscara ideal para hidratar os fios!

Veja a diferença entre as máscaras e escolha a que mais combina com seu tipo de cabelo!

Quando falamos de cabelo, estamos falando sobre uma das coisas mais importantes na vida da beleza de qualquer mulher. Os cabelos de uma mulher transmitem sensualidade, realçam sua beleza e trazem mais vivacidade para qualquer maquiagem. Mas, com a correria do dia a dia da mulher moderna, nem sempre sobra tempo para tratar dos cabelos e, principalmente se o cabelo for muito tingido, ou se lhe forem aplicados produtos impróprios para ele, a beleza e resistência dos cabelos ficam comprometidas e é aí que entra o papel de uma boa máscara de hidratação. Fios macios, brilhantes e cheirosos é o que toda mulher quer e, portanto, faz-se essencial um ritual de beleza diário que vá além do uso de condicionador e xampu.

É muito comum, com a preocupação de cuidar de nossos fios, sairmos comprando uma quantidade variada de produtos e, mesmo após usar tudo o que adquirimos, não obtermos os resultados que esperávamos de início. Isso acontece especialmente se você não souber distinguir os produtos e suas funções. Além da aplicação adequada, é primordial saber identificar qual a máscara de tratamento ideal para a sua rotina. Antes de começarmos a explorar as máscaras, é importante ressaltar que, para que elas tenham resultados mais eficazes, as máscaras de hidratação devem conter em sua composição: óleo da flor da moringa, óleo de agra, maracujá, aloe vera, minerais essenciais, proteína do trigo hidrolisada, solarem, keravis e extrato de sementes de girassol.

Como hidratar?

Antes de começarmos a falar sobre a hidratação, é importante saber que as máscaras não são condicionador, nem são todas iguais. Não é recomendável o uso da máscara no lugar de um condicionador e também é preciso evitar deixar a máscara nos cabelos por um período mais longo do que o que tenha sido descrito na embalagem. A maneira mais correta para passar uma máscara é, primeiramente, lavando os fios com um xampu apropriado para seu tipo de cabelo e retirando toda a umidade com a ajuda de uma toalha. Após isso, deve-se aplicar pequenas quantidades da máscara nos fios e de maneira uniforme. Aguarde o período descrito na embalagem e depois enxague o cabelo, lembrando que o ideal é retirar todo o excesso do produto.

Erros mais comuns em uma máscara de hidratação:

Você pode procurar pelos produtos mais caros ou com a mais alta qualidade do mundo, mas se não souber hidratar os cabelos, só será dinheiro gasto com algo que não será aproveitado em sua real potencialidade. Alguns erros muito comuns na hora de hidratar os cabelos são:

– Hidratar os cabelos sujos e com resto de outros produtos.
Uma hidratação visa transportar água para dentro dos fios e, para que isso seja possível, o produto precisa penetrar nos fios. Quando há restos de outros produtos acumulados nos cabelos, fica muito mais difícil o hidratante alcançar o córtex capilar. Por isso, é preciso lavar bem os cabelos antes de aplicar a hidratação, tirando qualquer substância anterior presente nos cabelos e, inclusive, o xampu utilizado na lavagem.

– Aplicar óleos ou manteigas no lugar de hidratantes
Se seu cabelo está ressecado e você aplicar manteigas ou óleos, o que vai acontecer é uma espécie de maquiagem nos fios. Além disso, a substância irá deixar os fios mais propensos à queda e fragilizados. Lembre-se de que os óleos servem para assentar o exterior das cutículas, pois são substâncias seladoras e não especificamente hidratantes, já que são usados para MANTER a hidratação.

– Fazer a hidratação sem selar
É muito importante selar os fios na hora da aplicação e também após a hidratação. Quando for aplicar a máscara de hidratação, use os métodos de abafamento com toalhas umedecidas ou toucas.

– Focar somente na raíz
Entendamos que a oleosidade produzida naturalmente pelo couro cabeludo não consegue alcançar a extremidade dos fios. Por isso, não basta focar somente no couro cabeludo, e sim dar ênfase nas extremidades dos cabelos para que as pontas possam ser fortificadas.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).