11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Aprenda a turbinar sua dieta com Gengibre

gengibre

Veja como emagrecer incluindo o gengibre em sua dieta.

Quem não conhece o gengibre? Alimento vastamente utilizado em vários pratos no mundo todo, o gengibre já era usado em tempos antigos no Oriente. Tem um sabor todo peculiar, que é ligeiramente doce, picante e refrescante. Sua raiz é conhecida também por suas propriedades medicinais, que ajudam a tratar gripes, dores de garganta e inflamações em geral.
Como nutrientes, o gengibre possui potássio, cobre, magnésio, ferro, fibras, cálcio, além das vitaminas B6 e C, e do zingibereno, cafeno e felandreno, substâncias benéficas para o corpo como um todo. Continue lendo e entenda por que adotar a ingestão de gengibre em sua dieta diária é tão importante para sua saúde – e irá ajudá-la a manter-se no peso.

Por que gengibre emagrece?

Porque trata-se de um alimento termogênico, isto é, um alimento que, ao ser digerido, faz o organismo gastar mais energia, o que ajuda a acelerar o metabolismo e, como resultado, estimula o emagrecimento. Seus compostos 6-gingerol e 8-gingerol atuam na produção de suor e previnem o ganho de peso.

Obviamente que o gengibre não é uma fórmula milagrosa que você vai incluir na alimentação e emagrecer do dia para a noite, principalmente se estiver entregue ao sedentarismo. Ele é um método a mais para ajudar a emagrecer e deve ser aliado à uma dieta balanceada, atividades físicas, hidratação e bom sono.

O recomendável é consumir um pedaço de sua raiz, de 2 cm, por meio de sucos naturais, através de pratos salgados ou mesmo mastigando, três vezes ao dia. Se achar melhor, use-o também em chás ou sobremesas (frutas, iogurte, leite) e bebidas, como é o caso da farinha de gengibre (1 colher de sopa).

Outros benefícios do gengibre:

– Combate gases intestinais e azia
– Atua como anti-inflamatório e antioxidante
– Melhora vômitos e náuseas
– Protege o estômago contra úlceras
– Previne o câncer (cólon-retal)
– Aumenta a libido na menopausa
– Ameniza sintomas da gravidez
– Previne doenças cardiovasculares
– Melhora o sistema imunológico

Como consumir o gengibre?

Como já dissemos acima, seu consumo pode ser através de várias formas. Você pode, por exemplo, fervê-lo com leite ou qualquer bebida vegetal, acrescentando canela, cúrcuma e anis estrelado, que em dias mais frios também ajuda a aquecer o corpo e evitar gripes e resfriados.

Na culinária japonesa, ele é usado cru em um grande número de pratos, principalmente os com peixe, como sushis. O gengibre ressecado e ralado pode decorar receitas mais doces de forma bastante original, podendo ser também batido nos chamados sucos detox (desintoxicantes), que são ricos em nutrientes e eliminam toxinas do corpo.

Muita gente também adiciona o gengibre em purês de abóbora, muffins de cenoura, tapiocas de frango, saladas com pepinos e frutas, além de ele ser consumido pela grande maioria das pessoas através de chás. E ele não perde suas propriedades, como muitos acreditam.

No caso dos chás, você só precisa acrescentá-lo para dar um sabor a mais, ou, se preferir, pode fervê-lo na água e consumir as propriedades do gengibre com pingos de limão/laranja e gelo – refrescante, hidratante e emagrecedor!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).