Menu

A preocupação com a calvície

calvície

Entenda como ocorre este impasse e as maneiras de se prevenir antes mesmo dos 30 anos

Os homens também possuem certa vaidade com os cabelos e se preocupam bastante quando acontece a queda dos fios, que pode ser sinal de calvície. Este impasse é uma preocupação extremamente masculina e, na maioria dos casos, tem início aos 21 anos. A perda dos cabelos em si é muitas vezes notada, em média, aos 30 anos, quando o público masculino fica mais focado na busca pelo bem-estar e pela boa aparência. Nem todos lidam bem em ser carecas, pois a falta de cabelo afeta a autoestima.

A calvície é uma forma de Alopecia Progressiva, ou perda de cabelos, que pode ter uma causa genética ou pode ser por causa da faixa etária. O começo se dá pelo afinamento dos fios que são substituídos por outros mais finos ainda, até não acontecer mais o crescimento deles. Entre os homens, esse quadro acontece com diferentes intensidades, mas todos se assemelham por causa do envelhecimento, de doenças, de medicações e até da higiene do couro cabeludo. Dessa forma, não há apenas um fator predominante que acarreta a calvície.

Para contornar o impasse da calvície, os homens precisam compreender que ela não tem nada a ver com a virilidade. Muitos que pensam dessa forma, não hesitam e recorrem aos implantes e tratamentos que, nem sempre, geram o resultado esperado. Sem contar que o desespero para dar um jeito na queda dos cabelos faz com que a pessoa tome decisões impensadas que podem comprometer o couro cabeludo. Infelizmente, não há uma forma de impedir a queda dos fios, mas há maneiras de prevenção que se iniciam na alimentação e no estilo de vida.

Uma noite bem dormida está intrinsecamente ligada com o fator de longevidade e mais disposição para enfrentar a rotina. O tempo médio de sono é de 6 horas e, se a qualidade dele é prejudicada, aumentam-se riscos de acidentes por causa da sonolência, sem contar crises de irritação, estresse e aumento da ansiedade. No caso do estresse, ele é responsável pelo aumento da ansiedade que pode gerar problemas cardíacos, aumento do colesterol e envelhecimento, fatores que ajudam na queda dos fios.

Os cuidados com a alimentação são essenciais. Os vegetais sempre são bem-vindos em qualquer refeição, assim como os sucos naturais. Praticar atividades físicas ajuda o organismo a funcionar melhor e contribui para diminuir doenças no organismo. Se você tem colesterol alto, a dica é usar óleos vegetais para temperar saladas. As carnes brancas e vermelhas devem ser consumidas com moderação, assim como alimentos ricos em açúcar.

Antes de optar por uma ideia maluca, consulte um médico para verificar se o seu caso é realmente de calvície. Assim que for constatado, o profissional lhe indicará o melhor tratamento a ser seguido.

  1. maria iolanda de oliveira cesar disse:

    gosto muito de ler seus artigos, é muito esclarecedor,pretendo fazer cirurgia facial e quando for realizar vou procurar sua clínica para avaliação. grata