4 Dicas para saber se a roupa é de qualidade na hora da compra

Veja 4 dicas para verificar a qualidade das roupas na hora da compra.

Quem sai para comprar roupas sempre fica com uma pulga atrás da orelha quando o assunto é qualidade, principalmente quando as peças estão em liquidação ou quando se trata de uma loja com peças mais em conta ou até então desconhecida.

O fato é que muita gente compra por impulso e quando começa a usar as roupas dá de cara com a insatisfação, seja porque o material não é tão bom quanto o esperado, a peça é transparente demais ou o tecido é muito inflexível.

E isso também inclui as peças mais caras, que prometem durabilidade e acabam deixando a desejar no quesito qualidade. É claro que o modo como lavamos as roupas influencia em sua qualidade a médio ou longo prazo, mas essa já é uma outra história.

O que está em questão aqui é a qualidade inicial e o grau de durabilidade das peças fabricadas. Mas como é possível verificar tudo isso na hora de sair em busca de roupas novas? Com as 4 dicas que separamos você vai poder fazer a escolha certa e aumentar as chances de não estar desperdiçando dinheiro.

1. Observe o acabamento

O primeiro fator a ser observado é o acabamento. Isso depende, claro, do tipo de tecido que você está comprando. Se você estiver comprando uma peça de linho, ela vai sempre enrugar mais rapidamente do que uma peça de algodão, por exemplo.

Porém, existe um teste eficiente para observar sua qualidade. Feche o punho sobre uma parte do tecido por um período de cinco segundos e solte-o. O nível de amassamento irá definir a qualidade do acabamento.

Além disso, também devemos analisar costuras e bainhas: verificar quantos cm você tem a mais para aumentar a barra – o ideal fica entre 3 e 5 cm.

2. Verifique a elasticidade

Um tecido de elasticidade é necessário, principalmente para aquelas que estão com alguns quilinhos a mais e precisam de peças mais maleáveis.

Uma peça sem a devida elasticidade também é ruim porque, com o passar do tempo e com o número de lavagens, ela tende a encurtar-se. Para testar a elasticidade, puxe o tecido em duas direções opostas e solte-o após três segundos.

Se o tecido for de qualidade, ele irá manter sua forma original. Se ocorrer o oposto, ou seja, o tecido perder o caminho de volta, é porque ele é de má qualidade. Vale ressaltar que esse teste deve ser feito com cuidado para não estragar a peça.

3. Avalie zíperes e botões

Geralmente, um vestuário de alta qualidade carrega zíperes ocultos ou cobertos, com exceção daqueles que vem com uma finalidade estética. Quando o zíper é de má qualidade ele faz seu percurso de forma muito mais árdua.

Experimente puxá-lo para baixo e para cima para ver se ele abre com facilidade. Quanto aos botões, você pode testar sua qualidade observando como são costurados e seus arremates.

Se você notar que a costura é muito fraquinha, já pode prever o que vai acontecer. Se houver fios soltos ou o espaçamento estiver dessincronizado, também é um indício de que a peça não tem muita qualidade.

4. Verifique a transparência do tecido contra a luz

Esse é um fator importante a ser observado durante a compra, até porque não adianta nada comprar uma peça muito transparente e ter que usá-la sobre outras peças mais tarde, tais como vestidos e saias.

É muito comum comprarmos peças sem fazer esse teste e depois ficarmos relutantes em usá-las, devido ao alto grau de transparência. Um tecido mais transparente também tende a estragar mais rápido, por ser mais frágil.

Para evitar isso, quando você estiver tentando decifrar se a peça vale o investimento, analise a peça contra uma luz de fundo. Se a peça for muito transparente, significa que é de qualidade inferior.

CTA Assine o BLOG Dra Luciana Pepino 2

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp