Menu

4 coisas que te impede de relaxar

relaxar

Veja 4 coisas que podem estar tirando sua paz.

Quem vive na cidade grande sabe que a rotina de trabalho e outros afazeres não é nada animadora e pode levar muitas de nós à loucura, principalmente aquelas que não tiram um tempinho para relaxar e reciclar-se de tudo o que precisam aguentar durante a semana. O fato é que, em meio a toda essa correria, às vezes não nos demos conta de que quase sempre adoecemos justamente por conta disso. Quando nós adoecemos, significa que o corpo está pedindo uma trégua para cuidarmos de nós mesmos e, só então, deixamos tudo de lado e tiramos um tempinho para cuidar de si. A verdade é que se tomarmos algumas atitudes simples, mas fazem toda a diferença em nosso dia a dia, o estresse, a ansiedade, a depressão, a exaustão mental e outras doenças podem ser evitadas. Quer saber como? Hoje, separamos 4 dicas que devem ser aplicadas todos os dias e que irão ajudá-la a encontrar um maior equilíbrio em sua vida.

Fugir dos problemas

Essa é uma das coisas que mais aumenta o estresse e a ansiedade, uma vez que, se a gente não toma coragem para cuidar das pendências de imediato, elas vão tomando proporções maiores e no fim do mês você terá muito mais a ser feito, o que te deixará mais estressada. O ideal é manter uma disciplina e analisar o que é e o que não é prioridade. Tarefas que exigem urgência podem ser feitas assim que elas surgirem, assim você não deixa nada acumular. Resolver problemas também traz satisfação e não te deixa com aquela impressão de ter coisas não resolvidas. Portanto, seja proativa e não fuja dos problemas.

Ficar muito tempo no celular

Se você é aquele tipo de mulher que fica o dia todo digitando no celular, você é uma séria candidata a ter dores no pescoço, na coluna, além de sofrer de ansiedade. Ficar olhando para baixo o tempo inteiro com a cabeça curvada pode sobrecarregar pescoço e coluna, deixando-a mais irritada e com a vista cansada. Quem vive mexendo no celular tende a ficar mais ansiosa, simplesmente porque não está vivendo o momento e fica o tempo todo conversando controlando o que recebe. Além disso, a frustração de ter passado duas, quatro ou até mais horas durante o dia mexendo no celular, aumenta o nível de estresse, uma vez que não sobra tempo para fazer suas demais tarefas, que tomariam muito menos tempo. Quando estiver trabalhando ou se dedicando às tarefas de casa, ou mesmo junto com a família, desligue ou esqueça os aparelhos eletrônicos. Deixe para entreter-se com eles quando já tiver cumprido com todas as suas tarefas diárias e puder ficar na internet ou no celular, ao invés de ficar assistindo TV, por exemplo.

Ter poucos interesses

 A pessoa que tem poucos interesses, mesmo não estando trabalhando, acaba deixando de relaxar e pode gerar um quadro de ansiedade. Isso porque a ociosidade e o sedentarismo são grandes inimigos da saúde de um indivíduo e quem não se dedica uma parcela de seu tempo a outras coisas, como exercícios físicos, hobbys ou atividades ao ar livre, por exemplo, entrega-se à rotina estressante. É muito importante não vivermos só para o trabalho e cultivarmos coisas que nos despertam o prazer de estarmos vivos, fazendo coisas que nos trazem relaxamento. Quando você se dedica a outras atividades, não concentra todas as suas expectativas apenas no trabalho, por exemplo, além de desenvolver muitas outras habilidades que, em algum momento de sua vida, se farão úteis ou ajudarão você a firmar novos horizontes.

Não cultivar amizades

 Por último, temos a valorização das relações interpessoais, que é tão o mais importante em relação aos pontos anteriores. Fazer novas amizades ajuda a despertar nossa sensibilidade através das trocas afetivas, sendo saudável não só para nossa saúde psíquica, mas para nossa saúde como um too. Ter amigos e poder contar com eles – ou saber que pode ajudá-los em momentos difíceis – é saudável e extremamente relaxante. O sentimento de singularidade que despertamos através das amizades ajuda também a aumentar nossa autoestima, segurança, autoconfiança, além de melhorar nosso humor e nos tornar pessoas mais felizes, que apesar de todos os problemas, sabem que não estão sozinhas.
CTA Assine o BLOG Dra Luciana Pepino 2