11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Microagulhamento (IPCA)

Microagulhamento ou também chamado de Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas (IPCA®) é uma técnica que utiliza um dispositivo semelhante a um rolo com inúmeras microagulhas , ou mesmo uma caneta cuja ponta é feita destas pequenas agulhas, e que tem por objetivo tratar cicatrizes, estrias, rugas e manchas na pele.

 

inducao percutanea colageno por agulhas

 

Como funciona a IPCA

Quando acontece uma lesão puntiforme na pele, o pequeno dano causado pela agulha requer um reparo e assim o corpo inicia todo um processo de cicatrização. Com milhares de perfurações esta regeneração se estende por toda a área lesada, porém sem a desepitelização total (remoção das células superficiais) observada nas técnicas ablativas como peelings e lasers. Ele envia células, libera substâncias como fatores de crescimento, elastina… e por fim deposita colágeno. O pequeno furo também significa a abertura de microscópicas passagens para produtos tópicos que podem ser usados logo após o procedimento (Drug Delivery).

 

como funciona microagulhamento

 

Indicações do Microagulhamento

  • Rejuvenescimento da face, pescoço, mãos
  • Rugas
  • Cicatrizes
  • Cicatrizes de acne
  • Estrias
  • Melasma
  • Poros abertos
  • Crescimento capilar

 

Sobre as Agulhas da IPCA

procedimento com agulhas ipca

Existem agulhas que variam de 0,25mm até 3,0mm

Agulhas menores que 0,5 mm são utilizadas somente para facilitar a absorção de ativos e podem ser utilizadas por esteticistas. Não trazem nenhum resultado na produção de colágeno, que acontece somente em agulhas maiores.

Agulhas menores não causam muita dor, e utilizamos anestésicos tópicos porém as maiores requerem a anestesia local ou bloqueio.

 

Procedimento da IPCA

Dias Antes

É necessário em alguns casos para um melhor aproveitamento da técnica o preparo da pele, entre 15 a 21 dias antes do procedimento, que será recomendado pelo seu médico (cremes específicos)

No dia de fazer o Microagulhamento

Após a higienização da pele aplicamos uma pomada anestésica e aguardamos por 1 hora. Em casos específicos com  agulhas maiores é necessário a realização de bloqueio anestésico.

Efetuamos nova higienização e iniciamos a passada do rolo de agulhas em várias direções.

Haverá um sangramento muito leve e desejado para um melhor resultado.

Em seguida um produto tópico, específico para cada tratamento, é aplicado.

Não se deve aplicar maquiagem dentro de 24 hs do procedimento.

Dia Seguinte

Permitido o uso de protetor solar indicado pela médica.

Serão indicados produtos de uso domiciliar para melhoria do resultado.

Número de Sessões

O tratamento deve ser feito, em média, em 4 sessões, e em intervalos de 30 dias. Porém agulhas maiores, uma ou duas sessões já pode ser suficiente.

Contra Indicações

  • Pele com infecções
  • Herpes ativa
  • Uso de anticoagulantes
  • Uso de Isotretinoína (Roacutan®)

 

Perguntas Frequentes sobre Microagulhamento

  1. Como estará minha pele no dia seguinte? Haverá um inchaço moderado da pele, com vermelhidão que melhorará em 2 – 3 dias.
  2. Poderei usar maquiagem? A maquiagem só será liberada após 24 – 48hs
  3. Vai sangrar em casa? Não
  4. Vai descamar? Em tratamentos com agulhas maiores pode haver uma leve descamação.
  5. Qual a diferença na recuperação entre os tratamento de microagulhamento e de peeling ou laser? No peeling e no laser haverá uma lesão da epiderme (ablativos), e o reparo desta camada levará mais tempo, inclusive aumentando o risco de hiper ou hipo-pigmentação da pele. Na técnica de agulhamento não haverá lesão ou remoção da epiderme e sim apenas puncturas permeando da pele. Danos puntiformes mantem a epiderme e derme íntegras facilitando sua regeneração, com menor risco de hiperpigmentação e menor “down time” (tempo de afastamento).
  6. Quanto tempo leva o tratamento? A aplicação dura 30 minutos, porém o paciente deverá chegar em torno de 1 hora antes para a aplicação do anestésico tópico.
  7. Sentirei dor? Não. Utilizamos anestésicos tópicos que evitam a dor no tratamento. No caso de agulhas maiores realizamos anestesia local e bloqueios.
  8. Poderei praticar atividades físicas? Sim. Liberadas no dia seguinte.
  9. Posso trabalhar no dia seguinte? Sim, porém no caso de tratamentos faciais a pele estará levemente inchada e avermelhada, melhorando em 2 a 3 dias.

O que é microagulhamento?

Muitas pacientes têm dúvidas sobre o que é microagulhamento. O tratamento, também chamado de Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas (IPCA), utiliza diversas microagulhas para causar uma “lesão” na pele e estimular a produção de colágeno.

Apesar de a versão manual ser a mais conhecida, na qual é utilizado um pequeno rolo com as agulhas para perfurar as camadas da pele, atualmente já existem opções mais modernas do tratamento.

Podem ser utilizados, por exemplo, equipamentos automáticos, pelos quais é possível regular a profundidade das agulhas e associar técnicas, como a radiofrequência.

Portanto, para eliminar as dúvidas sobre o que é microagulhamento resumimos: um tratamento dermatológico e estético que tem como objetivo amenizar flacidez cutânea, manchas, cicatrizes e rugas.

Para que serve o microagulhamento?

Após entender o que é microagulhamento, muitas pacientes questionam: para que serve o microagulhamento?

Como visto, a técnica é usada em diversas abordagens estéticas, pois apresenta bons resultados para amenizar marcas dermatológicas e resultantes do envelhecimento cutâneo, como cicatrizes de acne, estrias, flacidez, calvície, estrias e manchas escuras.

As pequenas perfurações causadas no microagulhamento causam a lesão controlada na pele, que é justamente o que estimula a produção de colágeno e restaura a pele danificada no local do tratamento.

Esse resultado ocorre devido ao processo natural de cicatrização e restauração do corpo. Quando há um corte com sangramento têm início a coagulação do sangue, chamada de hemostasia.

Após alguns dias, inicia-se a fase inflamatória, pela qual os leucócitos (células de proteção do sistema imunológico) fazem uma “limpeza” na região, removendo bactérias e resíduos teciduais em um processo chamado de fagocitose.

Posteriormente, há uma proliferação dos capilares para que o sangue circule com mais intensidade, levando oxigênio e nutrientes à área lesionada. 

Portanto, o microagulhamento aproveita-se de um processo natural de cicatrização do organismo que entende que o tecido lesionado precisa receber mais nutrientes e oxigênio para se regenerar. 

Quais cuidados ter com o microagulhamento?

Como outros tratamentos estéticos, o microagulhamento também exige cuidados antes e depois da realização da técnica. Alguns cuidados prévios a serem adotados incluem:

  • passar por uma avaliação com cirurgião plástico para verificar a melhor opção de tratamento às queixas apresentadas;
  • interromper três dias antes da técnica qualquer tratamento com ácido que esteja sendo realizado para evitar reações alérgicas;
  • garantir um boa limpeza da pele dos dias anteriores;
  • quando recomendado pelo especialista, fazer uso de soluções dermatológicas para preparar a pele;
  • aumentar o consumo de vitamina C, pois ela melhora a produção de colágeno, potencializando os resultados do tratamento.

Com esses cuidados, a paciente tem mais segurança e conforto na realização do tratamento. Posteriormente, outras recomendações devem ser adotadas, como: 

  • só use protetor solar se recomendado pelo especialista;
  • não utilize maquiagem por, ao menos, 24 horas;
  • reduza a exposição ao sol entre 3 e 5 dias depois do tratamento enquanto o processo inflamatório estiver ativo;
  • não tenha contato com animais e mantenha as mãos limpas para evitar contaminação.

Caso o cirurgião plástico recomende algum tratamento associado, como cremes anti-idade, faça o uso conforme a prescrição médica.

Quais os resultados do tratamento?

Entendendo para que serve o microagulhamento é possível identificar quais os principais resultados que podem ser obtidos com a procedimento. A recuperação após o IPCA costuma ser tranquila e sem desconfortos.

Os resultados referentes à amenização de manchas e mais vitalidade da pele podem ser observados entre 15 e 30 dias após o tratamento.

Já a produção de colágeno alcançará o pico em um período de três meses após o procedimento, apresentando melhorias em rugas, cicatrizes e estrias.

Os resultados do microagulhamento permanecem por, em média, 8 meses, período no qual a produção de colágeno continua aumentada em relação ao normal sem nenhum tratamento para estimulá-la.

A duração da sessão pode variar entre 30 minutos e uma hora, dependendo da extensão do tratamento. Os intervalos entre as sessões podem ser de, em média, um mês sendo recomendadas ao menos 4 sessões para alcançar bons resultados.

Existem riscos ou contraindicações?

O microagulhamento tem poucas contraindicações, no entanto, pacientes que fazem uso de anticoagulantes e que tenham herpes ou psoríase ativa no local não devem ser submetidas ao tratamento.

Os riscos são aqueles decorrentes de um machucado na pele, como causar infecções bacterianas quando não higienizado corretamente, reativar quadros de herpes e outras complicações.

Sabendo o que é microagulhamento e para que serve o microagulhamento, é fundamental que a paciente que optar pelo tratamento escolha um cirurgião plástico de confiança para realizá-lo.

O procedimento pode ser feito no próprio consultório médico, mas avalie o uso de materiais estéreis e descartáveis para maior segurança.

Na Clínica Luciana Pepino realizamos o microagulhamento e outros tratamentos estéticos com profissionalismo, experiência e infraestrutura adequada às pacientes.

Quer conhecer nossas instalações e tratamentos? Entre em contato pelo telefone (11) 3285-6412 ou agende uma consulta aqui!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
Quanto Custa o procedimento de Microagulhamento (IPCA)?
Confira quanto custa Microagulhamento (IPCA) na Clínica da Dra. Luciana Pepino, entre outras Cirurgias Plásticas e Tratamentos Estéticos.
Sidebar cadastre-se Cadastre-se!
Receba informações sobre Cirurgias Plásticas e Procedimentos Estéticos Avançados.
* Lembro que minha clínica fica somente na Cidade de São Paulo/SP.