Vilões que podem causar espinhas

Existem muitos rumores sobre fatores que realmente são responsáveis em gerar espinhas. Café, chocolate e fritura pertencem ao topo da lista de suspeitos que nos fazem ficar com raiva ao olharmos no espelho e ver a vilã avermelhada e inchada no rosto. Não tem como sorrir diante dessa situação, especialmente quando, no dia em que você acorda feliz da vida, ocorrerá um evento especial. Nem com uma boa base ou pó compacto ela ficará escondida e não resta outra solução a não ser sair de casa com a espinha exposta.

Esse pequeno impasse costumava ser uma reclamação apenas da adolescência, pois na puberdade lidamos com muitos hormônios, especialmente, os sexuais. Isso fazia com que novas espinhas sempre aparecessem em determinada parte do corpo, devido à erupção hormonal. Sem contar que, nesse período, a oleosidade da pele aumenta. Mesmo depois dessa fase, as mulheres, principalmente, ainda lidam com a acne no período da gravidez, na menopausa e entre o ciclo menstrual.

Não é segredo para ninguém que uma má alimentação acarreta no aparecimento de cravos e espinhas e, quem tem acne mais grave, há um incomodo maior. Manter a dieta balanceada é a regra! A alimentação não está diretamente ligada à causa dos temidos cravos e espinhas, mas deve-se ter cuidado com o que se põe no prato. Frituras, por exemplo, são permitidas, mas com moderação, assim como o chocolate, as gorduras animais, o amendoim, leite e seus derivados. Alimente-se com vitaminas e minerais que ajudam no equilíbrio da oleosidade.

Os exercícios físicos em excesso também podem ser considerados vilões para o nascimento de espinhas, mas de forma quase imparcial. Na verdade, o suor sobre a pele é responsável em criar umidade e o aumento da concentração de microrganismos. Dessa forma, eles agem e causam a acne. Contudo, a prática moderada elimina o estresse, equilibra os hormônios, aumenta a circulação sanguínea e facilita a oxigenação da pele, limpando a região, de maneira que os poros não entupam e não dê espaço para novas espinhas e novos cravos.

O estresse também tem sua parcela de culpa quanto aos cravos e as espinhas, mas não é a causa principal. É tudo uma questão do sistema imunológico de cada um (ter ou não propensão para concentração de bactérias e fungos) e, claro, hormonal. Saiba que ele pode causar alterações na pele, especialmente em adultos jovens. O nosso estilo de vida, sem se preocupar com a alimentação e sempre na correria, nos faz estressados, mas com um pouco de calma, você pode cuidar da saúde, e não vai mais se assustar ao ver uma espinha na testa.

A dica valiosa é não espremer cravos e espinhas, pois as unhas podem contaminá-los e inflamá-los. Remova as impurezas do rosto com sabão neutro, em movimentos circulares. O recomendado é lavar a região duas vezes ao dia, para evitar secura e irritação. Caso você tenha acne, consulte um dermatologista, pois ele lhe indicará o melhor tratamento a ser seguido.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Dirce Mara Madruga disse:

    Tenho muitas manchas no rosto,qual o melhor procedimento a fazer?

    • Luciana Pepino disse:

      Os tratamentos ideais vão variar para cada caso.
      Em nossa clínica temos uma dermatologista dedicada aos tratamentos de pele, se desejar, nos ligue para agendar uma avaliação com ela. 🙂
      Beijos