Mitos e verdades sobre Refrigerante Zero

Muito se ouve sobre os malefícios trazidos pelos refrigerantes zero, mas será mesmo que eles engordam? Apresentam mais sódio? Causam câncer? Veja o que é verdade e mito!

Não é nenhuma novidade que os refrigerantes convencionais trazem uma série de malefícios bastante conhecidos para a saúde de qualquer indivíduo. Além de todos os corantes e toxinas, os refrigerantes engordam e, independentemente de sua composição, nenhum deles se compara aos líquidos naturais, se formos colocar na balança. Porém, desde a invenção dos refrigerantes zero, muita gente acaba comprando essa linha de refrigerante achando que está consumindo algo menos calórico e mais saudável, mas, será mesmo? A lista de boatos que paira sobre os refrigerantes zero não é pequena, mas é preciso saber analisar de fato o que eles causam ou não. Para responder a essas e outras perguntas, listamos abaixo alguns mitos e verdades mais relevantes sobre os refrigerantes zero!

1. Diabéticos não podem tomar refrigerante zero
Isso é mito. Os refrigerantes podem ser, sim, ingeridos por pessoas portadoras de Diabetes, já que ambos são desprovidos de açúcar, tanto a versão diet quanto sua versão zero. No entanto, assim como tudo na vida, o consumo de refrigerantes para quem tem diabetes e, principalmente, se o grau da doença estiver mais agravado, deve ser moderado, e isso se aplica à todos os refrigerantes em geral.

2. O refrigerante zero contém mais sódio
Verdade! O refrigerante zero é muito conhecido por não conter açúcar, mas, em compensação, o sódio vem em quantidades muito maiores. O problema é que a presença exacerbada de sódio no sangue pode provocar hipertensão, problemas renais e retenção de líquidos.

Refrigerante provoca câncer?
Sim e não. Desde o surgimento da Coca-Cola, a fabricante de refrigerantes mais famosa e reconhecida no mundo, é recorrente o número de informações divulgadas sobre o fato de que essa bebida pode contribuir para o desenvolvimento de um câncer. Na época, admitiu-se se tratar de um boato, mas, como dizem por aí, toda mentira pode ter um pedacinho de verdade. O fato é que, por volta dos anos 70, houve uma série de estudos sobre o impacto desse tipo de sódio usado nos refrigerantes em nosso organismo. Os estudos foram, em sua maioria, realizados com ratos e indicaram que, em determinados animais, houve o surgimento de tumores na bexiga. Mas, ainda não se sabe, se o que desencadeou isso foi uma pré-disposição genética ou vulnerabilidade dos animais, ou a ingestão abusiva de sódio.

Refrigerante zero engorda mesmo?
Bom, como dissemos acima, tudo o que é ingerido em excesso faz mal para nosso organismo, então os refrigerantes zero não são nenhuma exceção. Segundo dados da Anvisa, o ciclanato de sódio, encontrado nos refrigerantes zero, transforma-se em cicloexilamina no intestino, podendo causar problemas variados de saúde. Porém, isso acontece apenas se houver a ingestão excessiva de refrigerante zero. Apesar de não possuir açúcar, o refrigerante zero engorda e não deve ser ingerido em excesso, não só pelo fato de não engordar, mas por motivos de saúde. Sabendo aliar prazer e moderação, a ingestão do refrigerante zero não vai trazer problemas de saúde, a não ser que seu corpo já apresente certas vulnerabilidades ou alergias às substâncias contidas no produto.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).