11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Mitos e verdades sobre Carboidrato

Conheça mitos e verdades sobre os carboidratos.

Se você já pensou em fazer uma dieta, com certeza já se deparou com alguma das milhares de dúvidas sobre os famosos carboidratos. Quando fazemos uma dieta, há sempre o cuidado de adotar hábitos saudáveis para não extrapolar no cardápio e controlar os fatores que nos proporcionam mais bem-estar. Um dos itens mais polêmicos da dieta é o carboidrato, que está presente em batatas, pães, biscoitos, massas, entre muitas outras delícias que consumimos no dia a dia e que são considerados, em muitas dietas, como os vilões da alimentação. O fato é que os carboidratos são a fonte de energia preferida de nosso corpo e trazem uma série de benefícios, tais como a prevenção de tontura e fadiga, a melhora do humor, melhora da qualidade do tecido muscular, além de promover o aumento do nível de energia tanto do corpo quanto do cérebro, entre outras coisas. Isso quer dizer que, dependendo da pessoa, tirá-los do cardápio não é uma boa ideia e pode trazer complicações para sua própria saúde. Mas, afinal de contas, o que será que é verdade e o que é mito sobre os carboidratos? Descubra algumas respostas a seguir.

Verdades e mitos sobre os carboidratos:

1. Para emagrecer, é preciso reduzir a quantidade de carboidratos

Verdade. Vale lembrar que o carboidrato em si não promove o aumento de peso, mas, quando estamos falando sobre emagrecimento, a redução em geral é bastante eficaz. O emagrecimento acontece quando existe uma diminuição do número de calorias ou energia fornecida através da alimentação. Ou seja, o volume dos alimentos ingeridos pode ser mantido ou aumentado durante o período de perda de peso. Alimentos que são mais calóricos têm baixo volume, pois contém baixa quantidade de água. Como exemplo, peguemos uma barrinha de chocolate de 25 gramas, que apresenta 130 calorias. Se a intenção for alcançar o mesmo nível calórico com um mamão papaya, será preciso ingerir 380 gramas da fruta.

2. Comer carboidratos em excesso faz bem

Mito. Nada em excesso faz bem para o corpo humano e com o carboidrato isso não é nada diferente. No processo metabólico de nosso organismo, alimentos que contém carboidratos em maior quantidade, transformam-se em glicose, ou seja, em energia utilizada para o crescimento, regeneração celular, pensamento, reposição de energia e do tecido muscular, entre outras coisas. Quando ingerimos glicose em excesso, seja através de refinados, doces, cereais ou da batata, por exemplo, o pâncreas fica sobrecarregado. Para quem não sabe, o pâncreas é a glândula responsável pela produção de insulina e a insulina é o hormônio que transforma a sacarose em glicose. Se você come muito doce, a o pâncreas não vai conseguir absorver todo o açúcar e energia consumida vira gordura e vai se acumular no organismo, o que irá trazer complicações comuns de quem está obeso, tais como doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão arterial, entre várias outras doenças ligadas ao baixo desempenho do corpo.

3. Comer carboidrato à noite ajuda a engordar

Verdade. Quem ingere carboidratos à noite, principalmente pouco antes de ir deitar-se, engorda muito mais rapidamente. De fato, os carboidratos devem fazer parte de nossa alimentação, pois têm sua importância nutricional. Porém, um erro muito comum é alimentar-se mal durante o dia e extrapolar na ingestão de carboidratos à noite. Em conjunto, esse hábito também ajuda a engordar. O ideal é optar por pequenas refeições (de 3 em 3 horas) e variar nos alimentos, evitando a refeição em grande quantidade no final do dia. À noite, principalmente antes de ir dormir, a alimentação deve ser mais leve e em menor quantidade, já que o metabolismo diminui. Essas medidas simples ajudarão a manter o peso em dia.

4. É proibido consumir carboidratos antes de qualquer atividade física

Mito. Muitos caem nesse conto do vigário e acabam não comendo nada antes de praticar suas atividades físicas de rotina. Na verdade, deve ser o contrário. O consumo de carboidrato antes de qualquer atividade física – cerca de 20 minutos antes dos exercícios – é mais do que importante para fornecer a energia necessária ao corpo e manter o nível de glicose no sangue em ótimos níveis, o que vai ajudar a evitar a fadiga pós-treino, além de contribuir para a recuperação de músculos e tecidos. Junto com esse mito, temos outro que vem sempre associado: não deve-se ingerir carboidratos junto com proteínas. Isso é falto, visto que carboidratos e proteínas irão potencializar quimicamente se consumidos juntos, aumentando a qualidade da alimentação e contribuindo para a absorção de nutrientes em nosso corpo.
CTA Assine o BLOG Dra Luciana Pepino 1
Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).