11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Mitos e Verdades: Menopausa

Conheça as verdades e mitos sobre a menopausa.

Quem é mulher e já passou dos 40 sabe que em breve vai se deparar com esse período fisiológico que se dá após sua última menstruação: a menopausa. Quando a menopausa chega, significa, basicamente, que os ciclos menstruais e ovulatórios da mulher estão sendo encerrados. A menopausa é detectada um ano após o último fluxo menstrual da mulher, visto que, nesse meio tempo a mulher ainda pode vir a menstruar. No período da menopausa a mulher entra em um outro estágio de sua vida, confrontando uma série de transformações que ocorrem em seu organismo.

A idade exata varia de mulher para mulher, mas, em média, a menopausa chega entre os 45 e 54 anos, podendo ocorrer antes dos 45 – menopausa precoce – ou depois dos 54 anos – menopausa tardia. Apesar de trazer uma série de sintomas e consequências para o corpo e para a saúde da mulher, existem muitos mitos que giram em torno da menopausa e é exatamente sobre isso que vamos falar nesse artigo! Veja abaixo o que é verdade e o que é mito sobre essa fase da mulher.

Exercícios ajudam a amenizar os sintomas da menopausa
Verdade. Mudar os hábitos é fundamental para ajudar a lidar com a menopausa. Exercícios feitos duas ou três vezes semanalmente irão fortalecer os músculos e dar maior resistência aos ossos, além de ajudar a controlar o peso e regular o sistema cardiorrespiratório, entre outros benefícios.

Alimentar-se bem é essencial
Verdade. A boa alimentação é fundamental em qualquer fase de nossas vidas, não só na menopausa. Por conta das mudanças que ocorrem no organismo da mulher, é necessário ingerir alimentos ricos em vitaminas C e E, além de ácido fólico, zinco, selênio, cálcio e proteínas. Diminuir doces e aumentar a ingestão de vegetais e frutas também ajudará a aliviar os sintomas da menopausa.

A mulher tende a engordar mais
Verdade. No período de menopausa pode acontecer de haver um ganho de peso bem maior do que o habitual porque seu metabolismo trabalha mais devagar e, com isso, o acúmulo de gordura é estimulado, mas isso vai depender da rotina alimentar de cada mulher.

A menopausa só ocorre a partir dos 45 anos
Mito. Como dissemos acima, a menopausa pode ocorrer com mais frequência em mulheres com idade entre 45 e 54, o que não quer dizer que ela não possa vir mais cedo para algumas mulheres ou, em alguns casos, mais tarde. Isso irá depender de cada organismo ou predisposição que a mulher tenha e, antes da menopausa, a mulher passa por um período chamado climatério, que seria quando ela começa a dar os primeiros sinais de que a menopausa está chegando.

A menopausa diminui a libido
Verdade. Isso ocorre por uma série de diferentes motivos que, logicamente, estão por sua vez ligados a outros fatores como sistema imunológico, grau dos sintomas da menopausa e a própria diminuição da lubrificação vaginal, que faz com que a mulher sinta incômodos ou dores durante o sexo.

Ansiedade e depressão fazem parte da menopausa
Verdade. Não só ansiedade e depressão, mas é muito comum a mulher ter mais episódios de insônia nessa fase da vida. Esses sintomas decorrem das manifestações psicogênicas que a mulher sofre nesse período, além das manifestações neurogênicas e físicas, pegando como exemplo o ganho de peso mais rápido, a sudorese e as doenças cardiovasculares.

É possível retardar a menopausa
Mito. A menopausa não é uma doença e sim um período natural que fazem parte da vida de toda mulher. Ela pode ser tratada para proporcionar uma melhora na qualidade de vida da mulher, mas não pode ser retardada nem prevenida.

A menopausa não atinge pele, cabelos e unhas
Mito. Quando a mulher entra na fase da menopausa sua pele tende a ficar mais desidratada e o organismo não consegue produzir mais tanto colágeno. Com isso, a pele fica um pouco mais fina, as rugas e os vasos ficam mais visíveis, além da cicatrização se dar de forma mais lenta. A mulher também pode apresentar enfraquecimento nas unhas e a queda de cabelos. Isso, no entanto, pode ser tratado, mas esses sintomas estão, sim, relacionados com a menopausa.

Mesmo estando na menopausa, a mulher pode engravidar
Verdade. Existem tratamentos terapêuticos que podem sustentar a gestação com hormônios sintéticos, por exemplo. Os tratamentos irão preparar o útero da mulher para receber um embrião, que na maioria das vezes, vem através de uma fertilização assistida. É importante que cada caso seja avaliado rigorosamente por uma equipe médica para analisar os possíveis riscos da gravidez, visto que as chances de sucesso diminuem e há pode haver falhas genéticas, entre outros riscos.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).