Treino cardiovascular

É muito difícil encontrar alguém que não procure melhorar a qualidade de vida: um emprego melhor, um carro melhor, uma casa melhor, um relacionamento melhor – inclusive com o próprio corpo. Para isso, é preciso que ele esteja não apenas em forma, mas também saudável. O treino cardiovascular (ou aeróbico), aliado a uma dieta baseada em alimentos leves, nutritivos e balanceados, é um ótimo caminho para quem quer potencializar resultados e gostar do que vê no espelho. O melhor é que ele pode ser feito em academia, em casa, na rua ou no parque. Além de não ter restrição de idade, ele é rapidinho: bastam cerca de 30 minutos para o início de uma vida mais saudável.

Treino cardiovascular ajuda a perder peso?

Os métodos de treino cardiovascular são bastante variados e podem ser contínuos ou intercalados, de baixa ou alta intensidade. Os mais comuns, entretanto, podem ser feitos no local que você escolher: são a caminhada rápida e a corrida de baixa intensidade. Na esteira em casa ou na academia, na beira da praia ou no parque, o importante é não fazer menos de 20 nem mais de 30 minutos e estar bem hidratada com água. Eles ajudam a acelerar o metabolismo expulsando toxinas e favorecendo a circulação sanguínea. Mas preste atenção nas dicas: o melhor horário é pela manhã e a frequência deve ser entre três (para quem quer apenas definir a musculatura) ou cinco vezes por semana (para quem quer perder peso).

Intensidade vai definir o ritmo da queima de gordura

Quanto mais elevada a intensidade do treino cardiovascular ou aeróbico, maior a utilização de glicogênio (mais açúcar do que gordura), mas também maior o metabolismo basal, o que, na combinação, faz com que a queima de gordura seja mais rápida e duradoura. Assim, quem quer emagrecer deve fazer um programa de intensidade gradual, criando resistência aeróbica. Quem já faz musculação, por exemplo, deve fazer o treino vascular depois do treino de força, liberando mais hormônio do crescimento e estimulando a queima de gordura e a recuperação muscular. De uma forma geral, o treino intercalado de alta intensidade costuma ser mais eficaz em casos de perda de peso.

Antes ou depois da musculação: depende do seu objetivo

Mas você começou a correr e gostou tanto que está disposta a treinar seriamente para começar a participar de corridas de rua e maratonas: nesse caso o treino cardiovascular deve ser feito antes do muscular, aumentando a resistência – fundamental nas provas de corrida, por exemplo. O exercício aeróbico melhora a elasticidade arterial fazendo com que o oxigênio seja mais bem distribuído pelo corpo, favorecendo a atividade física de longa duração. Mas seja qual for seu objetivo, tenha sempre a orientação de um profissional qualificado para garantir os melhores resultados para a sua saúde.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. eliana disse:

    tenho mal circulaçao e preciso peder pelo menos 35 quilos meu peso é 96 alem da caminhada gostaria de um cardapio pois estou com pre diabetes

    • Luciana Pepino disse:

      Oi, Eliana!
      Para este caso, recomendamos que procure um nutricionista para que ele possa te auxiliar melhor e tirar suas dúvidas. Beijos!