Combatendo a queda de cabelo: 7 dicas infalíveis

Mulher de costas segurando os cabelos

Descubra o que causa a queda de cabelo e como evitá-la com produtos adequados, alimentação e relaxamento!

Inimiga de homens e mulheres, a queda de cabelo pode ocorrer por diferentes motivos, sendo importante conhecer as causas e investir no tratamento para queda de cabelo mais apropriado ao diagnóstico.

A queda de cabelo, em geral, é um indício de que algo não está funcionando corretamente no organismo como alimentação, hormônios, estresse ou mesmo pode ser sintoma de uma doença mais grave.

Por essa razão, o tratamento para queda de cabelo deve ser indicado por um especialista, minimizando a ocorrência e descobrindo fatores associados. A seguir conheça alguns dos cuidados indicados nestes casos.

7 opções de tratamento para queda de cabelo

Ainda que só um diagnóstico especializado possa determinar qual a causa da queda de cabelo, diversos hábitos saudáveis podem ser adotados ajudando a minimizar essa ocorrência.

Essas dicas funcionam como tratamento para queda de cabelo em situações de estresse, produtos inadequados ou fraqueza dos fios. Mesmo quem não está perdendo cabelo pode aproveitar as dicas para fortalecer os fios e deixá-los ainda mais bonitos e resistentes.

1. Evite a exposição ao calor excessivo

Diariamente os fios são expostos a situações prejudiciais à saúde. Um dos principais malefícios aos cabelos no inverno são os banhos quentes. Eles causam o ressecamento do couro cabeludo e resultam em dermatite seborreica (caspa) e oleosidade rebote.

Portanto, reduza a temperatura dos banhos e tente ser mais rápida. Além disso, evite usar em exagero as pranchas para alisamento em casa ou mesmo realizar tratamentos como escova definitiva e progressiva com intervalos curtos.

Essas práticas devem ser especialmente evitadas no mês posterior a tintura ou balayage, reduzindo a exposição dos fios e consequentemente a queda.

2. Identifique os motivos da queda

Como afirmamos inicialmente, a queda do cabelo pode ocorrer por diferentes motivos, e conhecê-los permitirá adotar o tratamento mais adequado.

Em geral, situações como alimentação inadequada, estresse, excesso de química, ressecamento do couro cabeludo podem ser revertidos com um tratamento para queda de cabelo que considere as causas do problema.

No entanto, questões como genética ou disfunções hormonais podem ser mais difíceis de reverter, principalmente quando não é realizado o tratamento e acompanhamento adequado do quadro.

3. Prefira produtos naturais

Alguns componentes químicos presentes em produtos para o cabelo não são indicados, e devem ser evitados. Entre eles destacam-se os conservantes (parabenos) e sulfatos muito fortes, como o laurilsulfato de sódio (SLS) ou o lauril éter sulfato de sódio (SLES).

Além de evitar produtos com esses componentes, são recomendados produtos naturais para auxiliar na hidratação e fortalecimento dos fios. Entre eles estão:

  • óleo de coco: o cuidado com óleo de coco ajuda a fortalecer e nutrir o couro cabeludo, reduzindo a queda de cabelo. Ele hidrata os fios, acelera o crescimento e deixa os fios com menos frizz;
  • babosa: outro aliado natural é a babosa que atua na limpeza dos folículos capilares, eliminando a oleosidade do couro cabeludo que prejudica o crescimento dos fios. Além disso, ela ajuda na regeneração e nutrição dos fios, deixando-os mais macios, brilhantes e fortalecidos.

Portanto, busque aliados naturais para fazer a hidratação e nutrição dos fios, evitando produtos muito químicos.

4. Alimente-se corretamente

Todo o corpo reflete a qualidade da alimentação e com o cabelo não seria diferente, não é mesmo? Assim, uma alimentação balanceada, rica em minerais, vitaminas, proteínas e ácidos graxos é o que você precisa para manter os fios fortalecidos.

Entre os alimentos que são ricos nesses componentes e podem ajudar no tratamento para queda de cabelo destacam-se:

  • frutos secos e sementes;
  • frutas e vegetais crus;
  • legumes em geral;
  • peixes;
  • ovos;
  • queijo branco;
  • levedo de cerveja.

Além de uma alimentação saudável, o mais recomendado é que ela seja aliada a prática de exercícios físicos.

Mulher secando o cabelo

5. Relaxe o couro cabeludo

Estamos frequentemente estressados e essa tensão reflete-se em todo o corpo, incluindo o couro cabeludo, o que torna necessário fazer exercícios para relaxamento.

Dessa forma, faça massagens diárias nos cabelos entre 5 e 10 minutos, ajudando a circulação sanguínea na região e reduzindo a tensão concentrada. Pentear os cabelos também contribui para esse resultado.

Uma dica é usar óleo essencial de menta e canela durante a massagem, proporcionando um efeito refrescante, mas também aquecido durante a prática.  

6. Seque corretamente os fios

Um inimigo dos fios e que, infelizmente, é comum, é manter o cabelo molhado e pior, preso. Essa situação ajuda na proliferação de fungos prejudiciais à saúde dos fios.

Portanto, para reduzir a queda de cabelo evite prender o cabelo molhado, principalmente se for dormir em seguida. Também não é recomendado dormir com o cabelo trançado ou usando presilhas.

7. Evite situações estressantes

Como já falado, mas vale a pena repetir: evite o estresse!

O estresse desequilibra o funcionamento de todo o organismo, resultando em transtornos diversos, entre eles a queda de cabelo. Além disso, existem várias outras situações ruins relacionadas ao estresse e que podem prejudicar a qualidade de vida e aparência.

Portanto, é sempre indicado reduzir as situações estressantes do dia a dia, mantendo a calma, saúde e bem-estar. Ainda que não seja possível evitá-lo sempre, uma rotina menos estressante já contribui para ter mais saúde.

A média de queda de cabelo aceitável é até 100 fios diariamente, se estiver acima é importante procurar um médico para avaliar as possíveis causas.

As dicas de tratamento para queda de cabelo, além de ajudar a combater esse problema, também reduzem as chances dele ocorrer e permite fortalecer os fios, portanto, não existem contraindicações aos bons cuidados capilares!

Vale lembrar que os cabelos são parte fundamental da harmonização facial, portanto, os cuidados com as madeixas devem ser constantes!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Kelly Cristina Guitarrari disse:

    Sou de Jundiaí e gostaria muito de poder falar com a dr. Luciana , sobre cirurgia íntima

  2. Lúcia Pagliato disse:

    Ótimas dicas Dra Luciana,
    sou muito grata pelos seus conselhos.
    Um grande abraço.