11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Combate a estrias e celulite: o que fazer?

Melhor tratamento para estrias e celulite

Estrias e celulites devem ser prevenidas com bons hábitos, mas é possível tratá-las

Muitas pessoas acreditam que não existe tratamento para estrias e celulite e, uma vez adquiridos, esses sinais não podem ser combatidos ou amenizados.

No entanto, existem cuidados que auxiliam na prevenção desses problemas e também tratamentos estéticos recomendados para minimizá-los. Saiba mais a seguir!

Como surgem as estrias e celulites?

Inicialmente é preciso saber como surgem as estrias e celulites, pois é a partir disso que se torna possível adotar cuidados mais apropriados para preveni-las.

As estrias se formam quando ocorre o rompimento das fibras de colágeno formando cicatrizes.

Elas se formam mais frequentemente durante a fase de crescimento, na gravidez ou quando a pessoa engorda e emagrece com frequência (efeito sanfona).

Nesses casos, há um estiramento rápido da pele e ela não consegue se adaptar a nova forma, provocando a ruptura das fibras responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele.

As celulites são causadas por alterações no tecido gorduroso. O que ocorre é que o organismo não drena corretamente as toxinas que se acumulam na corrente sanguínea e tornam o sangue mais viscoso.

O corpo entende como um processo inflamatório e aumenta a produção de colágeno. No entanto, a junção do colágeno com as toxinas e problemas na circulação sanguínea causam nódulos, que provocam as ondulações na pele.

Como prevenir esses problemas?

Verifica-se que se trata de problemas diferentes de forma que o tratamento para estrias e celulite também difere, da mesma maneira que a prevenção.

As estrias são causadas pelo rápido estiramento da pele, de forma que a recomendação é evitar o efeito sanfona, a perda ou ganho rápido de peso.

No entanto, quando esse crescimento não pode ser evitado (gravidez e adolescência) a indicação é investir na hidratação da pele.

Com o uso abundante de cremes e óleos corporais a pele fica mais hidratada o que evita o ressecamento que facilita o rompimento das fibras de colágeno. Beber bastante água também evita esse processo.

No caso das celulites os motivos para o surgimento são diversos, o que demanda cuidados mais constantes para evitá-las. Os principais deles são:

  • evitar uma alimentação gordurosa, dando preferência para alimentos naturais;
  • fazer atividades físicas, pois a flacidez facilita o surgimento de celulite;
  • evitar uma rotina estressante que também pode deflagrar o problema;
  • monitorar e tratar alterações hormonais;
  • fazer sessões de drenagem linfática que ajuda na eliminação de toxinas e melhora da circulação sanguínea.

Esses cuidados refletem-se diretamente na aparência da pele e ajudam a evitar não apenas a celulite como também a flacidez.

Existe tratamento para estrias e celulite?

As opções de tratamento para estrias e celulite devem ser avaliadas pela paciente em conjunto com um especialista visando optar pela técnica que apresenta resultados mais alinhados às expectativas. Conheça os principais procedimentos estéticos a seguir!

Estrias e celulites

Drenagem linfática

A drenagem linfática é indicada na prevenção, mas também no tratamento de todos os graus de celulite.

Esse tipo de massagem estimula a eliminação da linfa, líquido que se acumula entre as células sendo formado por toxinas e outros resíduos metabólicos.

Assim, a drenagem auxilia na eliminação da linfa pelo sistema linfático, reduz a retenção de líquidos e a sensação de inchaço e estimula a circulação sanguínea.

Os movimentos da técnica ajudam na eliminação dos nódulos que causam as ondulações dos tecidos e, consequentemente, na pele.

Radiofrequência

A radiofrequência é recomendada como tratamento para estrias e celulite devido à renovação celular resultante.

Neste procedimento utiliza-se a radiação eletromagnética de alta frequência para agitar as moléculas de água presentes no tecido subcutâneo, aumentando a temperatura. Como resultado há o estímulo à produção de colágeno.

Além disso, a elevação das temperaturas causa a compactação das células adiposas responsáveis pelos nódulos, ficando mais fáceis delas serem eliminadas pelo organismo.

Carboxiterapia

A carboxiterapia é uma técnica recomendada como tratamento para estrias e celulite. Ela utiliza a aplicação medicinal de gás carbônico no tecido subcutâneo.

Como resultado há uma melhora da circulação sanguínea e da oxigenação dos tecidos. A ação conjunta do gás e agulhas provoca uma lesão local que inicia um processo inflamatório que resulta na renovação celular.

Laser ablativo fracionado CO2

O laser ablativo fracionado CO2 é indicado para redução de estrias, mesmo quando elas já estão com aspecto esbranquiçado, no entanto a técnica pode ser usada para marcas mais recentes que ainda são avermelhadas.

Quando usada para estrias vermelhas o laser causa o fechamento de pequenos vasos e aumenta a produção de colágeno, reduzindo o tamanho e evidência das estrias.

No caso de estrias brancas o tratamento viabiliza a melhora da aparência preenchendo as bordas da cicatriz que diminui de tamanho.

É essencial que os tratamentos estéticos sejam associados a bons hábitos para prevenir e evitar a intensificação desses sinais.

Apenas um profissional especializado pode indicar o tratamento para estrias e celulite mais adequado ao caso e também executar a técnica.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).