Problemas com suor? Conheça 5 tratamentos caseiros para diminuir a transpiração

Mulher de costas com os braços abertos

Suor excessivo têm reflexos físicos e emocionais. Saiba opções de tratamentos caseiros!

O suor excessivo é um problema que pode causar diversos desconfortos ao paciente diagnosticado com a condição, incluindo baixa autoestima, depressão, ansiedade e fobia social.

A pessoa com hiperidrose sua excessivamente e de forma imprevisível, incluindo quando a temperatura está amena e em repouso. Trata-se de uma condição médica e que, portanto, exige atenção, diagnóstico adequado e tratamento.

O que causa o suor excessivo?

O suor é uma resposta natural do organismo para controlar a temperatura corporal. Ele ocorre principalmente na prática de atividades físicas, quando a temperatura externa está elevada ou devido às alterações emocionais, como estresse, raiva, nervoso etc.

No caso de pessoas com hiperidrose, o suor excessivo ocorre em situações fora das tradicionais, podendo causar desconforto físico e emocional.

Estima-se, entretanto, que entre 2% e 3% das pessoas tenham hiperidrose primária, que afeta mãos, pés e axilas. No entanto, menos de 40% dos pacientes com a condição buscam auxílio médico.

Na maior parte dos casos primários não são identificadas causas associadas, de forma que os médicos acreditam que se trata de um problema hereditário pelo qual as glândulas sudoríparas ficam superativas.

Muitas dessas pessoas buscam por tratamentos caseiros para o suor excessivo, entretanto, é preciso atentar-se entre as técnicas que funcionam ou não.

5 opções de tratamento para suor excessivo

Existem algumas opções de tratamento para suor excessivo que incluem produtos caseiros, como vinagre, amido de milho e bicarbonato de sódio. Confira quais são eles e as receitas.

1. Chá de sálvia

Um dos tratamentos caseiros mais conhecidos para amenizar o suor excessivo é a sálvia. Ela possui propriedades anti transpirantes que contribuem para o funcionamento adequado das glândulas sudoríparas.

Esse resultado é possível devido à presença de magnésio e vitaminas do complexo B que ajudam a regular os hormônios e controlam o suor.

Para fazer o chá basta um litro de água e 50g de sálvia. Coloque os dois ingredientes em uma panela tampada e leve ao fogo baixo por 15 minutos.

Após esfriar, beba entre uma e duas xícaras do chá por dia. Também é possível aplicar o chá nas regiões mais afetadas pela sudorese.

2. Vinagre de maçã, tomilho e alecrim

A mistura de vinagre de maçã, tomilho e alecrim funciona como um desodorante natural, contribuindo para reduzir os odores e excesso de suor, mas atuando mais para neutralizar os efeitos do que evitá-los.

Para fazer a receita basta 10g de tomilho, 10g de alecrim, 250ml de água e 125ml de vinagre de maçã. Ferva o tomilho e alecrim com água por 15 minutos e depois misture a infusão resultante coada com o vinagre.

Utilize uma gaze limpa ou algodão para aplicar sobre as axilas, mãos e demais áreas afetadas com a sudorese.

3. Amido de milho e bicarbonato de sódio

O amido de milho funciona como um talco, permitindo que a pele fique seca e neutralize cheiros desagradáveis.

Uma opção de tratamento para suor excessivo é misturar 10g de amido de milho com 5g de bicarbonato de sódio formando um desodorante em pó. A mistura pode ser aplicada na axila seca e deixada durante o dia. Um benefício é que ela não mancha as roupas.

Corpo suado de um homem

4. Bicarbonato de sódio e limão

Outra receita usando o bicarbonato de sódio é com o limão. Ambos possuem efeitos antibacterianos e anti transpirantes, reduzindo o suor excessivo e amenizando odores.

Eles ainda atuam como esfoliante natural para eliminar células mortas e clarear a pele.

Para a receita basta misturar 10g de bicarbonato de sódio com um limão fazendo uma pasta. Ela deve ser aplicada com massagens leves na região da sudorese. Deixe agir por 15 minutos e lave bem com água fria.

5. Óleo de melaleuca

Uma das principais indicações de tratamento caseiro para suor excessivo é com o óleo de melaleuca. Ele reduz as secreções, controla o pH da pele, tem ação antisséptica e desodorante, amenizando os maus odores.

O óleo essencial de melaleuca pode ser comprado em diversos lugares. Umedeça um algodão na substância e aplique nos locais desejados. Pode-se usar a mistura até três vezes por dia.

Portanto, em geral esses tratamentos ajudam a minimizar os odores, mas têm efeitos reduzidos sobre as glândulas sudoríparas, fazendo com que a interrupção do cuidado faça o problema retornar.

Dica bônus: toxina botulínica para combate da sudorese

Uma opção de tratamento para suor excessivo prolongado e eficiente é a aplicação da toxina botulínica. A substância, também usada em tratamentos de Botox, consiste em um neutralizador neuromuscular.

Dessa forma, ocorre um bloqueio do estímulo junto às glândulas sudoríparas, reduzindo a produção de suor. O tratamento tem duração entre 4 e 10 meses.

Para realizar esse tratamento recomenda-se procurar um profissional especializado. A clínica de cirurgia plástica da Dra. Luciana pepino pode te ajudar!

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp