(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
toxina botulínica uso terapeutico

Como a toxina botulínica pode agir terapeuticamente?

Toxina botulínica tem aplicações na dermatologia, neurologia, urologia e outras especialidades médicas com fins terapêuticos

A toxina botulínica é uma substância que promove uma paralisia temporária e controlada da musculatura que deixa de receber sinapses neuromusculares responsáveis pela contração muscular.

Na parte estética, o uso da toxina botulínica é muito comum na prevenção e amenização de rugas dinâmicas, como os pés de galinha.

Por sua vez, a substância também tem diversos usos terapêuticos que são menos conhecidos. Confira a seguir.

Quais os usos terapêuticos da toxina botulínica?

mulher realizando procedimento estético

As aplicações da toxina botulínica para fins terapêuticos podem ser vistas em diferentes especialidades médicas, como na gastroenterologia, proctologia, urologia e neurologia.

Nas aplicações gastrointestinais, por exemplo, ela é usada no tratamento de acalasia e outras disfunções do esfíncter, distúrbios esofágicos espásticos e gastroparesia.

Já na especialidade voltada ao diagnóstico e tratamento de doenças associadas ao intestino grosso (cólon), reto e ânus pode-se usar a toxina botulínica para tratar fissuras anais, espasmos na musculatura anal e nos casos de síndrome do músculo puborretal.

Outras indicações incluem condições urológicas, como hiperatividade vesical e movimentos descoordenados do esfíncter.

Apesar de todas essas possibilidades de usos clínicos e terapêuticos da toxina botulínica, uma das áreas com aplicações mais amplas e promissoras é a neurologia.

Diversos distúrbios neurológicos podem ser tratados, amenizados ou controlados a partir do uso da toxina botulínica terapeuticamente.

As distonias, caracterizadas pelas contrações musculares involuntárias e as espasticidade, que se manifestam de forma semelhante, mas ocorrem em decorrência de lesões no sistema nervoso central, podem ser tratadas com a substância.

Ambas são responsáveis por causar desconforto, deformidades físicas e dor, resultando na incapacitação do paciente e comprometimento da sua qualidade de vida.

Outras condições que podem ser tratadas com a toxina botulínica incluem:

  • cefaleia: também chamada de migranea consiste nas enxaquecas crônicas que a depender da intensidade e recorrência podem se tornar incapacitantes;
  • blefaroespasmo: consiste em piscar os olhos involuntariamente de forma constante;
  • espasmo hemifacial: conhecido popularmente como tique nervoso, trata-se da condição que desencadeia contrações involuntárias de um dos lados da face;
  • hiperidrose: trata-se do suor excessivo que pode acometer diferentes partes do corpo, mas é mais comum nas axilas, mãos e pés;
  • sialorréria: consiste na dificuldade para deglutinar a saliva, condição que pode ter relação com a doença de Parkinson e paralisia cerebral;
  • bruxismo: refere-se ao transtorno responsável por apertar, deslizar ou ranger os dentes durante o sono, causando dor e alterações no maxilar;
  • doença de Parkinson: doença neurológica que altera os movimentos, causando tremor, que pode ser aliviado com o uso da toxina botulínica. 

Portanto, apesar dos usos mais conhecidos referentes à área estética, a toxina botulínica é uma substância segura e com usos cada vez mais amplos na área médica.

No entanto, para saber se esse procedimento estético é a mais apropriada ao caso é fundamental ter uma avaliação médica especializada que considere as individualidades do paciente.

Essa consideração é importante em aplicações estéticas ou terapêuticas da toxina botulínica.O manuseio também deve ser realizado por um médico especializado, visto que a substância é obtida a partir da bactéria Clostridium botulinum, responsável pela doença botulismo, de forma que a quantidade e local de aplicação devem ser adequados ao tipo de tratamento.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.