Tipos de próteses mamárias: saiba como tomar a decisão certa

Tipos de próteses mamárias: saiba como tomar a decisão certa

Já falamos muitas vezes sobre a Mamoplastia de Aumento, o procedimento cirúrgico cosmético que utiliza próteses mamárias para aumentar o tamanho e o volume dos seios.

Para muitas mulheres, este procedimento vai muito além da questão estética: é uma forma de melhorar a autoimagem e autoconfiança.

Esta cirurgia também é eficaz nos casos de reconstrução mamária para mulheres que passaram por uma mastectomia.

Como cada mulher possui um tipo físico e expectativas diferentes, existem hoje diversos tipos de próteses mamárias, que se diferenciam com relação ao formato, tipo de material e nível de projeção da mama.

Para saber qual deles se encaixa melhor no seu caso, confira a seguir o artigo que preparamos para você. Ou preencha nosso simulador de próteses mamárias.

 

Tipos de implantes mamários

As próteses podem ser classificadas de acordo com o tipo de material que são feitas:

Implantes de gel de silicone

Entre as próteses mamárias, esse costuma ser o tipo mais utilizado pelos especialistas. As próteses são preenchidas com gel de silicone de alta coesividade.

Considerada a tecnologia mais moderna, garante que a consistência se assemelhe à densidade do seio, proporcionando uma sensação mais natural.

Essa alta coesividade, que corresponde a uma densidade mais gelatinosa, também atua como uma proteção extra, impedindo que o conteúdo da prótese migre em casos de rompimento da prótese.

Por possuir um invólucro menos espesso, evita uma série de complicações – especialmente a contratura capsular, que é o enrijecimento do tecido de cicatrização ao redor do implante.

 

Implantes preenchidos com solução salina

Este tipo proporciona um formato mais maleável, natural e uniforme. Mas é raramente utilizadas no Brasil, devido aos altos riscos de contratura capsular proporcionados por ela.

Independente do material, a escolha da prótese de mama ideal depende também de outros fatores – como as texturas, formatos, tamanhos e marcas. Saiba mais a seguir.

 

Texturas encontradas em próteses mamárias

As próteses também podem ser diferentes de acordo com o seu revestimento. Atualmente é possível encontrar no mercado:

Lisas: raramente são usadas hoje em dia, pois podem se mover junto a loja do implante mamário, apresentar alguma ondulação palpável ou visível debaixo da pele e oferecer mais riscos de contratura capsular. Podem ser uma opção para o implante submuscular, por não oferecer risco de rotação neste caso.

Texturizadas: apresentam uma certa rugosidade em sua superfície que ajuda a garantir menores índices de contratura capsular, se comparada às lisas. Elas possuem uma capacidade maior de adesão ao tecido mamário e podem ser de micro ou macro textura.

Essa questão também garante um posicionamento mais estável da prótese dentro da loja mamária, impedindo que ela gire.

Poliuretano: seu envoltório é feito de um tipo de espuma que confere maior adesão entre todos os tipos de revestimento. Também tem o menor índice de contratura capsular, quando comparada às outras próteses.

 

Formato das próteses mamárias

Esta é uma questão importante, já que impacta diretamente no resultado da cirurgia. É possível encontrar os seguintes formatos:

  • Redondo: muito utilizado, oferece um volume maior que realça o colo.
  • Cônico: indicado para quem busca uma projeção maior, proporcionando uma aparência de seios mais empinados.
  • Gota ou anatômico: garantem um efeito mais natural à mama e costumam ser mais utilizados em procedimentos de reconstrução mamária para pacientes que passaram por uma mastectomia.

 

Próteses mamárias de acordo com o perfil

Além do formato, as próteses também ser categorizadas também de acordo com o nível de projeção que proporcionam.

 

Perfil baixo

Próteses indicadas para mulheres de biótipo mais magro, que buscam resultados menos acentuados. A linha do colo é menos proeminente e o formato do seio fica relativamente mais natural.

Perfil moderado

Apresentam uma base um pouco menor e sua projeção é um pouco maior, se comparada às de perfil baixo. Existe ainda uma versão plus, que oferece um resultado intermediário entre às de perfil moderado e alto.

Perfil alto

Com base menor e altura maior, são mais indicados para mulheres que buscam mais projeção para frente, mas com pouca projeção do colo.

 

Perfil super alto

Com indicação restrita em determinados casos, são próteses mamárias que oferecem ainda mais projeção para as mamas..

Perfil anatômico ou gota

Seu formato de gota oferece uma projeção menos acentuada para frente, quando comparada aos implantes redondos. São próteses utilizadas em mulheres que buscam um aumento mais proporcional das mamas já existentes.

 

Diferenças entre marcas de próteses mamárias

Atualmente é possível encontrar diversas marcas de prótese de mama disponíveis no mercado. E a escolha deve se basear em fatores como projeção, tipo de material e especialmente as certificações.

É fundamental que elas sejam aprovadas pela ANVISA e INMETRO, que garantem que o produto possui qualidade, confiabilidade e resistência.

Com relação à projeção esperada, é preciso ter atenção especial com a marca escolhida:  próteses de um mesmo volume, mas de fabricantes diferentes, podem oferecer mais ou menos projeção. E isso faz toda a diferença para o resultado esperado.

 

Como escolher o tipo certo entre as próteses mamárias?

Como você pode ver acima, é possível encontrar implantes mamários que proporcionam os mais diferentes resultados.

E o tipo certo é que ele que oferece o melhor resultado de acordo com as suas expectativas e tipo físico.

Para essa decisão ser mais acertada, marque uma consulta com um bom cirurgião plástico especialista.

Caso você queira entender melhor o tipo de resultado que cada um desses modelos de prótese mamária proporciona, temos um e-book feito especialmente para você.

Saiba mais sobre a escolha certa de prótese para você!

CTA Ainda tem duvidas

Deixe aqui seu comentário

*