11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Água de Coco: 9 benefícios de consumir essa delícia

mulher bebendo água de coco

Veja como essa bebida natural deliciosa faz bem para o seu organismo. Viva a água de coco!

A água de coco é a cara do verão brasileiro: refrescante, leve e saborosa, a bebida ainda traz uma série de benefícios ao nosso organismo.

Contendo apenas 40 kcal em 200 ml, a água de coco ainda oferece uma quantidade de potássio maior do que os níveis presentes em quatro bananas – sempre lembrando que esse mineral é essencial para o bom funcionamento do corpo, o controle da pressão arterial e para evitar as cãibras.

Além disso, a água de coco contém cálcio, magnésio, manganês, zinco, ferro, vitaminas do complexo B (B1, B2 e B5) e vitamina C, todas elas substâncias necessárias para que as funções do nosso corpo sejam realizadas de forma adequada.

O ideal é que você dê preferência à água de coco natural, direto da fruta e o mais fresca possível para garantir o consumo de todos os nutrientes da bebida. Porém, se não for possível, vale também consumir a água de coco de caixinha: embora haja a adição de conservantes e ocorra a perda da vitamina C, os minerais permanecem, havendo pouca perda nutricional.

Metade de um coco e um copo com água de coco

Conheça 9 benefícios da água de coco e saiba por que você deve consumir essa bebida:

  1. Hidratação do corpo

A água de coco é composta por 95% de água e pura, enquanto os outros 5% se dividem em carboidratos, proteínas, fibras e minerais. Assim, além de oferecer a reposição dos líquidos perdidos, a água de coco ainda repõe os minerais que perdemos por meio do suor.

Inclusive, contém mais minerais do que as bebidas isotônicas industrializadas, sendo ainda mais eficiente para repor as perdas de minerais depois da prática de exercícios físicos – e sem oferecer um excesso de sódio e açúcar processado.

  1. Combate ao envelhecimento e ao câncer

Por conter zinco e manganês, a água de coco é rica em antioxidantes, componentes que têm o poder de neutralizar os efeitos maléficos dos radicais livres. Como resultado, acontece a prevenção do envelhecimento e do surgimento de células cancerígenas.

Além disso, a água de coco contém citocininas, um hormônio vegetal que também age como antioxidante no nosso organismo.

  1. Melhora da digestão

Como a água de coco contém fibras, ela auxilia o processo de digestão do nosso corpo, diminuindo as ocorrências de refluxos. As fibras ainda ajudam a retardar a absorção dos carboidratos, o que prolonga a sensação de saciedade, e facilitam o trânsito intestinal, colaborando para a eliminação dos resíduos e das toxinas.

  1. Controle da pressão arterial

A composição de minerais da água de coco faz com que essa bebida seja excelente para o controle da pressão arterial. Por conter baixos níveis de sódio, que causa o aumento da pressão, e altos níveis de potássio, que ajuda a diminuí-la, a água de coco contribui para que a pressão seja mantida dentro dos valores saudáveis.

Inclusive, essa é uma das vantagens em relação às bebidas isotônicas industrializadas: diferente da água de coco, elas costumam ser ricas em sódio, que sobrecarrega os rins e pode causar hipertensão.

Caixa de água de coco industrializada, um coco com canudo e uma garrafa com água de coco in natura
  1. Aumento da disposição e do bem-estar

A água de coco conta com manganês e potássio em sua composição, minerais que ajudam a aliviar a sensação de cansaço e o estresse. O magnésio age no sistema nervoso e colabora para a produção de serotonina, o hormônio relacionado ao sentimento de bem-estar. Como resultado, a água de coco nos ajuda a relaxar.

  1. Aceleração do metabolismo

A água do coco é capaz de acelerar nosso metabolismo, ou seja, ela estimula a queima de calorias mais rapidamente. Isso acontece porque o líquido contém enzinas como fosfatase ácida, catalase, desidrogenase, peroxidase e ARN-polimerase, que auxiliam os processos do nosso organismo.

  1. Equilíbrio das taxas de colesterol

A água de coco contribui para o aumento dos níveis do colesterol bom, o HDL, que ajuda a proteger os vasos sanguíneos contra os efeitos maléficos do colesterol ruim, o LDL.

Isso acontece em função da presença do óleo de coco, que contém ácido láurico, uma substância com a propriedade de reduzir a capa lipídica e, assim, reduzir as chances de entupimento dos vasos sanguíneos.

A recomendação para reduzir os níveis de colesterol ruim é consumir três copos de água de coco todos os dias, de preferência natural. Além disso, é claro, é preciso seguir uma dieta pobre em alimentos gordurosos de origem animal e praticar exercícios físicos regularmente.

  1. Alívio para os abusos do álcool

O ideal é que você evite abusar do consumo do álcool, pois ele prejudica o funcionamento do fígado, contribui para o envelhecimento e ainda favorece o acúmulo de peso. Porém, se você exagerou nos drinks e acordou na manhã seguinte sofrendo com os sintomas de uma bela ressaca, saiba que a água de coco é sua amiga para aliviar o desconforto.

A bebida ajuda a repor os líquidos e os minerais que o álcool retirou do seu corpo, contribuindo para o restabelecimento da hidratação do seu organismo.

Para potencializar o efeito, você pode fazer um smoothie batendo 2 xícaras de água de coco com 1 manga madura, 3 colheres de sopa de suco de limão, 2 ramos de hortelã fresca e meia xícara de gelo.

  1. Fortalecimento do sistema imunológico

Por conter vitamina C, a água de coco é capaz de aumentar a produção de glóbulos brancos, as células do nosso sistema imunológico que têm função de combater os micro-organismos e evitar que eles causem uma infecção no nosso corpo.

Nesse quesito, a água de coco natural se sobressai à industrializada, pois a vitamina C se perde durante o processamento.

um coco com uma flor e um canudo em cima da mesa

Você também pode gostar de: Perda de Colágeno: Veja o que você pode fazer para evitar

 

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).