11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Rosácea: o que é e como tratar?

Tratamento para rosácea deve ser prescrito por especialista após diagnóstico exato da patologia

Entender o que é e o tratamento para rosácea é importante para identificar o problema precocemente e buscar auxílio médico especializado que confirme o diagnóstico e prescreva os cuidados ideias.

Muitas pessoas confundem patologias cutâneas levando a tratamentos inadequados que podem, inclusive, agravar a condição. Outro problema recorrente é a falta de diagnóstico especializado, comprometendo a saúde da paciente.

O que é a rosácea?

A rosácea consiste em uma doença inflamatória crônica da pele que comumente afeta o centro da face e pode se espalhar afetando bochechas, nariz, testa e queixo.

O problema é mais comum em adultos entre 30 e 50 anos e afeta, em sua maioria, as mulheres, mas costuma ter versões mais graves quando acomete o público masculino.

As causas da rosácea não são plenamente conhecidas, mas pesquisas indicam que há relação com alterações imunológicas somadas à colonização de microrganismos, como o Demodex folliculorum e o Demodex brevis (pele) e do Helicobacter pylori presente na mucosa gástrica.

Outros estudos indicam alguns hábitos e fatores que podem ter relação com o surgimento da rosácea, como:

  • predisposição genética;
  • mudanças emocionais e hormonais;
  • oscilações bruscas de temperatura;
  • exposição solar intensa sem proteção;
  • consumo de bebidas alcoólicas;
  • uso de medicamentos vasodilatadores ou fotossensibilizantes;
  • ingestão de alimentos muito quentes.

Devido aos diversos fatores que podem influenciar o surgimento do problema, o tratamento para rosácea deve ser prescrito por um médico especializado após avaliação o caso específico.

Como tratar a rosácea

Como identificar a rosácea?

Os sintomas da rosácea nem sempre são fáceis de identificar, pois se assemelham a dermatite, mas em geral a condição tem início com a tendência à ruborização passageira da pele que se segue para uma vermelhidão mais frequente e relacionada a crises de calor e ardência.

As regiões avermelhadas apresentam uma elevação nos vasos sanguíneos com uma aparência semelhante a de teias  e formação de pápulas ou pústulas. A alteração estética, muitas vezes, é somada a coceira e ardor na face.

Em casos mais graves e sem o tratamento para rosácea adequado, a condição pode agravar para uma rinofima que se caracteriza por uma pele mais espessa e com nódulos inflamatórios que podem causar deformações no nariz.

Quais os tratamentos para rosácea?

Caso identifique os sintomas da rosácea, o paciente deve procurar um especialista, como o dermatologista ou cirurgião plástico para diagnóstico correto da condição e definição do tratamento para rosácea mais apropriado.

A conduta pode variar de acordo com as especificidades do caso, como gravidade da condição, problemas de saúde associados, característica da pele e outras. Existem diversas opções de tratamentos que podem ser indicadas pelos especialistas, como:

  • medicações tópicas antimicrobianas;
  • medicamentos sistêmicos;
  • antibióticos orais;
  • cuidados básicos diários, como limpeza e hidratação da pele;
  • laser fracionado de CO2;
  • luz intensa pulsada;
  • infravermelho;
  • lasers vasculares.

A opção entre medicamentos, cuidados diários e protocolos de procedimentos em consultório depende da avaliar médica especializada que pode, inclusive, indicar a associação dessas condutas para resultados mais satisfatórios.

Apenas com o diagnóstico médico será possível determinar o tratamento para rosácea mais apropriado ao caso, considerando fatores objetivos e subjetivos que apenas um especialista terá condições de avaliar.

 

Faça parte do nosso grupo no Telegram e fique por dentro do dia a dia da clínica, além de informações exclusivas sobre beleza, bem-estar e eventos que só vão acontecer para este canal.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).