7 dicas para relaxar a mente em tempos de estresse

Meditação, ioga, alimentação saudável e menos redes sociais: veja como ter uma vida mais equilibrada mesmo nos dias mais corridos e estressantes.

Por isso, mesmo que pareça um contrassenso à primeira vista quando estamos em um dia cheio, é necessário parar e reservar alguns minutos para nós mesmas, de modo a relaxar a mente e acalmar os pensamentos.

Com a correria, nossa mente funciona a mil por hora para tentar dar conta de tudo, mas a verdade é que ela não consegue realizar nenhuma de suas tarefas com excelência quando estamos estressadas.

Alguns cuidados têm efeito imediato e outros devem ser incorporados na nossa rotina, mas a sua combinação nos permite ter uma saúde mental muito mais desenvolvida e, assim, encontrar o equilíbrio. Confira nossas dicas:

1. Pratique alguns minutos de meditação

Simplesmente parar tudo o que você está fazendo e se concentrar em você mesma: essa é a ideia básica da meditação, uma técnica milenar que busca o autoconhecimento, a clareza de pensamentos e o equilíbrio das emoções.

Meditar não significa que você deva se sentar em posição de lótus e entoar mantras – embora a prática também englobe esse exercício. Na verdade, existem diversos tipos de meditação, e você pode experimentá-los para saber com qual deles você mais se identifica.

Além disso, a modalidade de meditação guiada é uma excelente alternativa para quem está se iniciando nessa prática. Conheça alguns aplicativos e canais do YouTube para ajudar você nessa jornada.

2. Dedique-se à ioga

De origem hindu e com mais de 2 mil anos de existência, a ioga é um tipo de meditação que ajuda a relaxar a mente e o corpo ao combinar a execução das posturas (“asanas”), exercícios de respiração e o trabalho da consciência.

Além disso, para os praticantes dispostos a mergulhar fundo no mundo da ioga, ela pode incluir até mesmo algumas mudanças no estilo de vida, especialmente nos hábitos alimentares – o que, em médio prazo, também contribui para o equilíbrio mental.

E não fique achando que as primeiras aulas vão exigir que você fique de ponta-cabeça: tudo é feito conforme o tempo do aluno, permitindo seu desenvolvimento gradual. Inclusive, essa é uma boa forma de trabalhar a paciência, não é mesmo?

3. Não se esqueça da hidratação

Em dias de estresse, é comum se esquecer completamente até mesmo das necessidades mais básicas, como tomar água. Contudo, mesmo sendo algo tão corriqueiro, manter o corpo bem hidratado é essencial para que todo o organismo funcione corretamente, inclusive o raciocínio.

Além disso, situações de ansiedade e a necessidade de permanecer ativa para dar conta de tudo faz com que muitas pessoas acabem substituindo a água por café e refrigerantes. Embora sejam estimulantes, essas bebidas também acentuam a desidratação.

Uma ingestão insuficiente de líquidos não afeta apenas a parte física, mas também prejudica nossa capacidade de pensamento. Portanto, a dica aqui é garantir pelo menos 2,5 litros de água todos os dias, combinado?

4. Aposte em alimentos que ajudam a relaxar a mente

Além de deixar de tomar água, uma atitude comum em meio à correria é deixar os cuidados com a alimentação de lado e substituir as refeições por lanches nada saudáveis, feitos em horários desregulados.

Mesmo que guloseimas como doces, frituras, refrigerantes e lanches de fast food pareçam irresistíveis em dias de estresse, esses produtos não têm muito a oferecer ao nosso corpo. Em consequência, eles também não agregam benefícios ao funcionamento da mente.

Por outro lado, existe uma série de nutrientes que favorece a saúde mental e nos ajuda a manter a clareza de pensamento e raciocínio no dia a dia. Saiba quais são e onde encontrá-los:

  • Vitaminas do complexo B: encontradas no arroz integral, leguminosas, vegetais com folhas verde-escuras e carnes, essas vitaminas são necessárias para o bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Vitamina C: encontrada nos vegetais verde-escuros, nas frutas vermelhas e nas frutas cítricas (acerola, kiwi, laranja, limão, tangerina etc.), a vitamina C é um poderoso antioxidante e ajuda a controlar a liberação do cortisol (hormônio do estresse);
  • Magnésio: encontrado em alimentos como acelga, amêndoas, banana, chocolate amargo, espinafre e feijão, esse mineral participa da síntese de melatonina, o hormônio que nos faz relaxar e pegar no sono;
  • Triptofano: presente em peixes, ovos, frango e leguminosas, trata-se de um aminoácido essencial necessário para a produção de melatonina e seratonina.

5. Corpo são, mente sã

Ter uma rotina de atividades físicas é um hábito essencial não apenas para evitar a obesidade, fortalecer músculos e ossos e ampliar a capacidade cardiorrespiratória, mas também para buscar o equilíbrio das emoções e relaxar a mente.

Isso acontece porque os exercícios físicos estimulam a liberação das endorfinas. Ou seja, substâncias que atuam em nosso corpo promovendo o relaxamento e o bem-estar – e você não precisa frequentar uma academia necessariamente para isso!

Em dias de estresse, atividades como uma caminhada ao ar livre, um passeio de bicicleta ou uma aula de dança também são excelentes opções para reequilibrar corpo e mente.

6. Faça uma massagem relaxante

Pode parecer que a última coisa que você tem é tempo para agendar uma massagem relaxante, mas saiba que “fazer esse esforço” pode ser decisivo na hora de buscar sua paz de espírito e relaxar a mente em dias estressantes.

Por meio do toque e da compressão suave dos músculos, essa técnica terapêutica solta os pontos de tensão. Além disso, alivia dores musculares, melhora a circulação sanguínea e acalma os pensamentos. Auxiliando para maior clareza de pensamentos.

É claro que fazer uma massagem não resolve os problemas do dia a dia. Porém, sem dúvida ela nos ajuda a ter mais condições de lidar com eles da melhor maneira.

7. Desconecte-se das redes sociais

Pode ser divertido acompanhar as fotos da viagem da sua amiga ou assistir vídeos descompromissados, mas é fato comprovado que o uso excessivo de celulares e computadores é mais um fator de estresse em nossa vida.

Por isso, procure deixar as redes sociais e a internet em si um pouco de lado, especialmente nos momentos de descanso e pelo menos uma hora antes de dormir – já que a luz emitida pelos dispositivos ainda causa insônia.

Você já conhecia todas essas dicas para relaxar a mente? Quais delas você segue na sua vida? Conte sua experiência nos comentários!

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).