(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
Queda de cabelo afeta homens e mulheres de modo diferente

Queda de cabelo afeta homens e mulheres de modo diferente

A queda de cabelo afeta homens e mulheres de modo diferente. Ainda que a população masculina sofra muito mais com essa questão.

E engana-se quem pensa que essa é uma questão meramente estética. Não, devemos lembrar que a perda dos fios também diz respeito à saúde física!

Afinal, o cabelo possui uma função no organismo. Que é a de proteger o couro cabeludo e outras estruturas da região de fatores como a radiação ultravioleta, o frio, o calor e a poluição.

No entanto, se a perda de fios é um desafio, será que existe uma forma de solucionar esse problema e manter o cabelo bonito e saudável? Descubra neste artigo!

Principais causas da perda de cabelos

De acordo com especialistas, é normal perdermos de 100 a 150 fios diariamente. Mas quando o volume de fios fica acentuado, pode ser que algo esteja errado com nossa saúde capilar. E as principais causas para que isso aconteça são:

  1. Genética – se houver pessoas calvas na família, tanto do lado materno, quanto do lado paterno, existe a possibilidade de herdar o problema também – se for dos dois lados, o fator de risco aumenta. E mesmo que seu pai e mãe tenham bastante cabelo, cuidado: a calvície pode pular gerações;
  2. Emocional – estresse, ansiedade, depressão são vilões da saúde capilar. Havendo, o fator genético, o emocional pode fazer a calvície se manifestar mais cedo;
  3. Nutricional – alimentação ruim pode gerar deficiência em nutrientes importantes, como a ferritina, fragilizando o cabelo. Além disso, você pode ter uma excelente dieta alimentar, mas seu organismo não absorver corretamente as vitaminas;
  4. Hormonal – a alteração hormonal, especialmente se os hormônios afetados forem os andrógenos, como a testosterona, provoca perda de fios – e vale lembrar: queda de cabelo afeta homens e mulheres;
  5. Fatores externos – excesso de calor causado por chapinhas, secador, banho quente podem ocasionar a queda. Assim como química em excesso ou o uso de produtos inadequados e/ou de baixa qualidade.

Por fim, lembramos que esses fatores podem gerar a perda de fios isoladamente ou agindo em conjunto.

Queda de cabelo afeta homens e mulheres, mas pode levar à calvície?

Até mesmo a calvície – queda de cabelo de forma gradual e progressiva, por conta de fatores hereditários –  ocorre em ambos os gêneros, porém de formas diferentes. E, claro, a proporção é imensamente maior entre os homens.

Os homens costumam ser mais impactados pela calvície, por conta da testosterona, mais especificamente quando esse hormônio masculino é convertido em um derivado chamado dihidrotestosterona (DHT).

O DHT é um tipo de hormônio sexual masculino encontrado em homens e mulheres, sendo responsável pelas características biológicas masculinas, como pelos corporais, aumento da massa muscular e voz mais grave. Ao agir no pulpo capilar, causa o afinamento dos fios, que ficam mais fracos e começam a cair.

Nos homens, o problema pode aparecer em qualquer idade a partir da puberdade, mas é mais comum que isso aconteça depois dos 40 anos de idade. 

As mulheres, por sua vez, também produzem testosterona, entretanto, em menor quantidade. Por isso, costumam ser menos afetadas por essa perda dos cabelos.

Todavia, questões pontuais, como algum desequilíbrio hormonal ou mesmo a gravidez, a menopausa, um período de estresse ou alguma carga hereditária podem acentuar a queda de cabelos entre a ala feminina.  

Sendo assim, a queda de cabelo afeta homens e mulheres, influenciando diretamente a autoestima, a autoconfiança e o bem-estar

Mas, será que há solução para a queda de cabelo e calvície? 

Quando se percebe a queda acentuada de cabelo, a consulta a um especialista é fundamental para verificar o que de fato está acontecendo. 

Isso porque, como vimos, muitos fatores podem gerar essa situação. A partir do momento que é diagnosticado o motivo da queda dos fios, estão dentre os tratamentos possíveis para o problema: 

  • A correção de algum problema hormonal pontual que pode estar gerando a queda de cabelo; 
  • A identificação e terapêutica de algum momento de estresse pela qual a pessoa esteja passando
  • A indicação de suplementos, fórmulas cosméticas, medicamentos e aplicação de produtos, dentre outras técnicas, capazes de restabelecer o equilíbrio capilar, bem como estimular o a função dos folículos pilosos  — que são os responsáveis pela produção e crescimento dos pelos do corpo.

Já, quando a perda dos fios é irreversível, existe ainda um recurso capaz de corrigir as zonas afetadas pela queda de cabelo: o chamado transplante capilar!

Como funciona o transplante capilar? 

Como vimos, a queda de cabelo afeta homens e mulheres de modo diferente. E o transplante capilar também atende a ambos.

A técnica, um procedimento cirúrgico pouco invasivo, caracteriza-se pela implantação de folículos pilosos no couro cabeludo, nas áreas calvas ou com poucos fios. Esses folículos, por sua vez, são extraídos de outras regiões do couro cabeludo do paciente – como nuca e laterais – que são chamadas de regiões doadoras.   

Depois de realizado o transplante capilar, é só esperar o crescimento natural dos cabelos. 

Entretanto, nunca é demais reforçar que, desde o diagnóstico da causa da queda de cabelo até a definição e realização dos tratamentos e técnicas adequadas para resolver o problema, é crucial contar com o acompanhamento e a avaliação de profissionais capacitados e especializados no assunto. 

Assim, é possível devolver ao paciente a sua autoconfiança e autoestima perdidas, mas sempre prezando pela saúde e bem-estar de quem está precisando desse tipo de ajuda. Além de obter os melhores  resultados possíveis com os tratamentos disponíveis no mercado e com a técnica de transplante capilar.

Então, gostou deste conteúdo? Continue se informando de assuntos envolvendo autoestima, saúde e bem-estar: acompanhe o blog da Clínica Luciana Pepino – comece com os artigos:

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.