Menu

Qual o tom certo para disfarçar o fio branco?

Descubra a melhor forma de disfarçar os primeiros fios brancos.

Quem não se assusta ao ver os primeiros fios de cabelo branco? Sim, existem mulheres que de fato não se importam em ver aqueles fiozinhos isolados cá e acolá, mas a grande maioria das mulheres começam a correr atrás de métodos para conter seu avanço ou, pelo menos, disfarçá-los. O problema é quando eles aumentam de quantidade e acabam comprometendo o corte e a própria beleza da cor natural do cabelo.

O cabelo também envelhece e esse é o sinal mais comum. Quem tem cabelos ou mechas brancas precisa cuidar mais dos fios, visto que eles ficam mais porosos e é preciso investir em produtos anti-idade, ou seja, aqueles com colágeno em sua fórmula. O cuidado com o surgimento dos cabelos brancos dura a vida toda e quem não deseja ter um cabelo cheio de fios grisalhos precisa colorir as madeixas todo mês.

Atenha-se às cores bases

As cores bases são um dos segredos para conseguir cobrir perfeitamente os fios brancos sem perder a uniformidade do tom do cabelo. O primeiro passo é selecionar as tintas ideias para seus cabelos brancos e para tirar essa conclusão é preciso observar sua quantidade e, principalmente, a intensidade do tom. Quem tem mais de 40% dos fios acinzentados precisa usar tintas permanentes, uma vez que esse tipo de coloração irá penetrar nas fibras capilares, atuando na pigmentação dos fios e prolongando o visual.

Feito isso, a preocupação agora deve ser com a coloração base, isto é, aquelas que possuem final zero (ex.: 8.0 – loiro claro) e são absorvidas pelos fios brancos, ao contrário das com reflexo. Quem quiser usar nuances com reflexo e tem entre 40% e 50% de cabelos grisalhos deve investir em uma mistura de ¾ de tinta com nuance para ¼ de tinta base. Acima de 50% de fios grisalhos, basta usar metade de cada um.

Cuidados permanentes

Quem tem poucos fios brancos pode optar pelo uso de xampu antiamarelo, que dá um tom acinzentado aos fios, tirando seu amarelado. A ingestão de suplementos de vitaminas à base de ácido pantotênico, sobre e zinco também irão ajudar a retardar o surgimento de mais deles. Adote também o uso de um tonalizante, sempre uma cor mais clara que a sua, e, se a intenção for a de pintar, fique atenta ao intervalo de cada tingimento, que dependerá da quantidade de fios grisalhos. Geralmente, o intervalo é de um mês, mas quem já estiver com uma quantidade elevada de fios brancos precisa optar pelo intervalo quinzenal.

Tons de cabelo para cobrir os cabelos brancos

A nuance é de extrema importância para aquelas que desejam disfarçar os fios brancos. Já sabemos que a quantidade dos fios brancos aumenta com o avanço da idade e quem tem cabelos mais claros está mais vulnerável a isso. Quem é profissional da área sabe que quanto mais aumenta o surgimento de fios acinzentados, mais aumenta a popularidade dos tons mais loiros. Isso porque esse tom ajuda a disfarçar os fios brancos e prolonga o intervalo entre os tingimentos. O champagne, beges ou platinados são exemplos de tons que servem para prolongar os retoques e podem ser usados no cabelo todo ou como luzes, que são um ótimo truque para rejuvenescer o visual e, ao mesmo tempo, disfarçar os fios brancos.

Mulheres que querem deixar os fios castanhos podem fazer luzes em tom mais claro. As morenas, que evidenciam mais os fios brancos, podem optar por um tom marrom escuro ou preto, mas muito cuidado para não deixá-los mais escuros do que o tom natural do cabelo. Já as ruivas precisam aproveitar as cores marcantes, já que quanto mais intenso for o tom, mais eficaz será a pigmentação dos fios. O cobreado, por exemplo, é um tom que disfarça o branco e aumenta o espaço de tempo entre os retoques, uma vez que, em vez de ficarem brancos, chegam a desbotar antes de atingir aquele aspecto grisalho dos fios.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).