11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Quais os primeiros sinais do envelhecimento?

Saiba como identificar os primeiros sinais de envelhecimento na pele e quais os tratamentos mais indicados 

 

Envelhecer é algo que infelizmente – ou felizmente – acontecerá com todos nós um dia. No entanto, para algumas pessoas, os primeiros sinais de envelhecimento podem aparecer ainda na juventude, se tornando um grande inconveniente. 

Quando isso acontece, a busca por procedimentos estéticos e soluções que possam amenizar a condição se tornam constantes, fazendo com que muitas vezes, homens e mulheres se submetam à técnicas que nem sempre são as mais indicadas para o caso. 

Neste sentido, reconhecer os sinais do envelhecimento da pele é o primeiro passo para encontrar procedimentos mais efetivos, que entreguem bons resultados às pacientes. 

Quando é possível observar os primeiros sinais?

Em alguns casos, o envelhecimento pode ser observado a partir dos 25 anos. No entanto, para que isso aconteça, uma série de fatores contribuem, sendo que, se forem adotados cuidados preventivos pode-se retardar o surgimento dos sinais. 

Quais os sinais visíveis do envelhecimento da pele

Embora o envelhecimento se manifeste de diferentes formas de acordo com a pele da paciente, existem três principais sinais que são observados na maioria dos casos: 

Linhas de expressão

Ainda na juventude, o primeiro sinal de que sua pele está realmente envelhecendo é o aparecimento de linhas finas de expressão

Elas podem surgir em diferentes áreas do rosto, mas são mais comuns nas regiões dos olhos, bochechas e até mesmo na testa.

Quando não adotados os cuidados preventivos, a tendência é que elas fiquem mais evidentes com o passar do tempo, se tornando cada vez mais profundas.

Rugas

As rugas ao redor dos olhos, também são um dos primeiros sinais a serem observados ainda na pele jovem. 

Trata-se de linhas horizontais que formam ao redor dos olhos – também conhecidas como pés de galinha -, na testa e linhas menores verticais entre as sobrancelhas ao franzir a testa.

Assim como as linhas de expressão, as rugas vão se tornando cada vez mais profundas caso não recebam o tratamento adequado.

Perda de densidade

A perda de densidade já é um sinal de envelhecimento da pele mais comum entre mulheres que já atingiram ou estão prestes a atingir a menopausa. 

Caracterizada por uma pele mais fina e fraca, a diminuição da luminosidade, além do aspecto mais opaco também podem ser observados nessa etapa. 

Perda de volume

Embora seja mais difícil de identificar, a perda de volume é caracterizada justamente pela flacidez da pele, condição em que é possível observar uma drástica mudança na aparência. 

Normalmente, mulheres que sofrem com essa condição aparentam estar mais tristes e cansadas, ainda que isso não reflita no seu verdadeiro humor. 

Como combater o envelhecimento?

Antes de mais nada, é preciso destacar que os cuidados com a pele devem ser iniciados ainda na juventude para retardar o surgimento dos problemas relacionados ao envelhecimento. 

O uso de dermocosméticos apropriados para a sua pele é o primeiro passo para se garantir uma pele bonita e jovial por mais tempo. 

Os procedimento estéticos também podem ser bons aliados quando surgem os primeiros sinais de envelhecimento. Preenchimentos, lasers e até mesmo a aplicação de botox dão um resultado natural às rugas, linhas de expressão e até mesmo a flacidez facial. 

Além disso, o uso contínuo do protetor solar e uma alimentação adequada da mesma forma contribuem para uma melhora significativa na aparência.

 

Faça parte do nosso grupo no Telegram e fique por dentro do dia a dia da clínica, além de informações exclusivas sobre beleza, bem-estar e eventos que só vão acontecer para este canal.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).