(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
saiba agora se é saudável amamentar com a prótese mamária

Perigos de amamentar com prótese mamária

Conheça as especificidades do debate da relação entre prótese mamária e amamentação e saiba quais são os cuidados indicados

Os estudos sobre o tema indicam que não há perigos em amamentar quando a paciente tem prótese mamária, entretanto, podem ocorrer mudanças devido à cirurgia que afetem o aleitamento.

É fundamental que, no planejamento da mamoplastia, a paciente informe o cirurgião plástico sobre suas expectativas com o tratamento e também seus planos gerais de vida.

Indicar o desejo de ter filhos e de amamentar futuramente pode, por exemplo, influenciar a indicação da técnica cirúrgica. Saiba mais a seguir.

A mamoplastia pode afetar a amamentação?

A mamoplastia em si não compromete a capacidade de amamentação, entretanto, podem ocorrer alterações decorrentes da cirurgia plástica que afetem a produção ou escoamento do leite.

Uma das principais ocorrências que podem comprometer a amamentação é o rompimento ou lesão dos ductos mamários, situações que têm mais chances de acontecer quando a prótese mamária é inserida por meio da incisão areolar.

Especialmente nos procedimentos de mastopexia e mamoplastia redutora, a remoção de tecidos e glândulas mamárias pode afetar a capacidade de produção de leite materno pelo organismo.

Essas cirurgias plásticas são, em geral, mais perigosas do que a mamoplastia de aumento quando o assunto é amamentação.

A lesão dos ductos mamários não compromete os resultados da cirurgia plástica e nem causa dores ou desconfortos anormais à paciente no pós-operatório.

Pode ocorrer de a mulher com prótese mamária ter dificuldade de amamentar ou produzir leite, mas não é possível relacionar essa ocorrência diretamente com o silicone.

Mulheres com mamas hipoplásicas, que são aquelas que têm pouco tecido mamário, podem ter dificuldade em produzir quantidades suficientes de leite, o que independe da prótese mamária.

É perigoso amamentar com prótese mamária?

Caso a mulher tenha uma produção de leite suficiente tendo a prótese mamária, é comum ter dúvidas em relação à segurança da amamentação.

Em geral, não há riscos de contaminação do leite materno pelo silicone, portanto, ter prótese mamária não contraindica a amamentação.

Também não há riscos de a prótese de silicone estourar em decorrência da sucção do bebê, sendo que a mulher pode amamentar na posição que for mais confortável para ela e para o bebê.

Apesar disso, muitas mulheres que têm silicone relatam dificuldades para amamentar, seja pela produção insuficiente de leite como problemas no escoamento.

Um exemplo é a youtuber, blogueira e empresária Evelyn Regly que compartilhou sua experiência de amamentação com silicone com as seguidoras e optou pelo explante mamário.

Atualmente, a remoção da prótese mamária é mais comum devido às chamadas “doenças de silicone” ou mesmo por fatores estéticos, mas a amamentação também se torna mais um motivo que leva as pacientes a buscarem pelo procedimento.

Apesar disso, é importante ter consciência de que a remoção da prótese de silicone não garante que a mulher vai conseguir amamentar em uma gestação futura.

Todas as dúvidas em relação à amamentação devem ser levadas ao cirurgião plástico escolhido desde a consulta inicial, o que garante uma decisão mais consciente e bem informada sobre a mamoplastia de aumento ou outras técnicas cirúrgicas.

Agende sua consulta aqui e tire todas as suas dúvidas!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    Quero ajudar!
    imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
    logo

    Campanha #ViralizeOBem

    Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

    Quero ajudar!

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.