11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Precisa fazer sua mastopexia? Saiba por que conciliar com as férias é o ideal

Vai fazer mastopexia? Veja por que deve agendar sua cirurgia durante as férias.

A beleza do corpo nunca esteve tão em evidência e muitas mulheres estão em busca de melhores contornos para se sentirem mais belas e terem sua autoestima elevada. Dentre os diferentes tipos de cirurgias plásticas existentes, a mastopexia é uma das que ganham destaque.

Com o envelhecimento, a amamentação e a obesidade, as mamas vão caindo e ficando mais flácidas. A própria hereditariedade da paciente também tem um papel de importância nesse processo. A mastopexia, também chamada de lifting de mama, é uma cirurgia plástica que visa levantar as mamas de modo a recuperar sua rigidez e beleza. Essa cirurgia é indicada para mulheres com idade acima de 15 anos, uma vez que após essa fase o seu corpo já se desenvolveu por completo, o que a torna apta para a cirurgia.

Mais sobre a mastopexia

Ao contrário do que muitas mulheres acreditam, a mastopexia não deve ser realizada junto com a cirurgia de implantação de silicones, visto que a cirurgia de mastopexia visa aumentar a firmeza dos seios, tornando-os compactos.

Na cirurgia de implante de silicone ocorre o contrário, já que o implante expande e aumenta o volume dos seios. Se, além de deixar os seios menos flácidos e caídos a mulher quiser colocar próteses de silicone, o ideal é fazer os dois procedimentos separadamente.

Recomenda-se passar por uma mastopexia e, após três meses de repouso, fazer a implantação de prótese. Em casos onde a paciente necessita de próteses menores, o profissional pode optar por fazer os dois procedimentos na mesma cirurgia. Esses, no entanto, são casos especiais.

Semanas antes da cirurgia, o médico recomenda parar com a toma de medicamentos e medicações com efeito anticoagulante. Deve-se também suspender o cigarro, drogas e o álcool. Essa suspensão, em geral, é mantida durante o processo pós-operatório. Além disso, a paciente precisa adotar uma dieta rica em fibras e beber muita água. No dia esperado, o ideal é não abusar nas refeições e fazer jejum de 8 horas antes da cirurgia.

Por que agendar a cirurgia durante as férias?

A mastopexia é uma requer um período de repouso absoluto. Esse repouso é tanto físico quanto emocional. Por isso, o ideal é agendar a cirurgia durante as férias para poder passar boa parte ou todo o pós-operatório se recuperando em casa. Com uma rotina menos agitada e fazendo menos esforços, a mulher tem mais condições de passar pelo processo pós-operatório sem complicações. Vale ressaltar também que seu corpo precisa de tempo para reconhecer e se adaptar às novas condições. Além disso, existem proibições e recomendações que devem ser seguidas pelas pacientes.

Para se ter uma ideia, após a cirurgia, a alimentação deve ser leve e de fácil digestão. A área operada deve ser mantida limpa e seca. Em geral, o retorno ao médico acontece após dois dias para a retirada dos drenos e para a avaliação do progresso da cirurgia.

Os retornos posteriores são feitos a cada duas semanas para a retirada dos pontos ou troca dos curativos. Durante todo o período pós-operatório, é recomendado não levantar os braços e manter os ombros e cotovelos sempre juntos ao tórax.

Também deve-se evitar apoiar, forçar ou deitar sobre a área tratada por, no mínimo, um mês. As atividades físicas também são proibidas por um período de três meses. Antes de agendar sua operação, o melhor a fazer é tirar férias. Assim, você se prepara psicologicamente e vai conseguir minimizar os efeitos negativos da cirurgia, acelerando a sua cicatrização.

Saiba mais em: Mastopexia


CTA e-book Mitos e Verdades sobre Protese Mamaria baixe aqui

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).