11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Para quem é indicado o lifting facial?

Saiba o que é o lifting facial

Entenda o procedimento, os benefícios e as contraindicações do lifting facial

A palavra lifting é usada para denominar uma modalidade de cirurgias em determinados tecidos que necessitam ser reacomodados nos seus lugares de origem. 

O lifting facial, como o próprio nome diz, faz referência à técnica quando aplicada no rosto como, por exemplo, pálpebras, pescoço, mandíbula, nariz e testa.

Também conhecido como ritidoplastia, este procedimento estético atrai principalmente pessoas com idade mais avançada e que procuram reduzir alguns dos efeitos causados pelo tempo na pele. Descubra mais informações sobre a técnica de rejuvenescimento facial:

Como acontece esta cirurgia?

Antes de se optar pelo lifting facial é importante que você realize uma avaliação geral do seu estado de saúde, atualizando exames como o de sangue e o eletrocardiograma.

O cirurgião normalmente questiona aspectos da sua saúde como o uso de remédios, alergias e a presença de doenças. Isso acontece porque qualquer um desses problemas pode comprometer o pós-operatório.

O que acontece durante este procedimento estético é que, para reposicionar os tecidos subjacentes e tracionar a pele do paciente, o cirurgião Rfaz incisões estratégicas na face e realoca na área planejada.

O lifting facial é minucioso e dura mais ou menos 4 horas para ser realizado, demandando uma internação de 24 horas.

Para quem o lifting facial é indicado?

Como esta cirurgia tem como objetivo diminuir sinais de envelhecimento, ela é indicada para pessoas que desejam amenizar rugas profundas ou marcas de expressão; pele flácida nos olhos ou pescoço e papada frouxa na parte inferior do rosto.

A intenção da técnica é a de esticar a pele deixando-a mais jovem e aparentemente mais lisa.

Lembramos que não é um procedimento realizado exclusivamente em pessoas mais velhas, portanto, se você possui algum dos sintomas citados anteriormente, procure um cirurgião para uma avaliação e, assim, entender se esta é uma intervenção indicada para o seu caso.

Cirurgias plásticas

Entenda o pós-operatório

A ritidoplastia é uma cirurgia considerada complexa e que necessita de anestesia geral, isso faz com que a sua recuperação seja um pouco mais lenta e demande mais cuidados do que alguns outros procedimentos cirúrgicos.

Nas primeiras semanas após a operação, você terá que tomar remédios para controlar a sensação de desconforto, dormir de barriga para cima e manter a cabeça e o pescoço enfaixados. Essas recomendações são necessárias para evitar o inchaço e garantir os resultados do lifting facial.

Outras indicações como evitar usar maquiagem, não tocar nas cicatrizes e aplicar compressas geladas na face são comuns para os primeiros 7 dias do pós-operatório.

Nos primeiros três dias depois da cirurgia, o paciente deverá sessões de drenagem linfática, em dias alternados. Além de não realizar esforço e evitar exposição solar por um mês.

Contraindicações

Não existem muitas contraindicações para o lifting facial, porém esta cirurgia não é indicada para pessoas que possuem alguma doença pré-existente ou com idade muito avançada.

Também vale ressaltar que pessoas muito jovens que queiram realizar algum tipo de efeito preventivo da flacidez facial não podem procurar por esta intervenção estética.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. ROSEMEIRE disse:

    Tenho LED porém controlado.
    Posso realizar este procedimento?

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, boa tarde! Não tem problema mas é necessário que o seu reumatologista libere a realização do procedimento. Atenciosamente, Dra. Luciana Pepino e Equipe.