Otoplastia para homens

Otoplastia para Homens

O público masculino também pode recorrer a essa cirurgia que devolve a forma e a simetria das orelhas

Os homens não possuem mais receio de investir em uma cirurgia plástica e, dentre elas, está a otoplastia. Enquanto uma parte do público masculino busca um procedimento estético para corrigir um defeitinho que surge com o passar do tempo, outros convivem com ele desde a infância e não fazem ideia de quais medidas tomar. As “orelhas de abano” é um impasse que acontece muito cedo e que pode acompanhar uma pessoa até a vida adulta. Por comprometer a autoestima, resta recorrer pela correção por meio de um método estético.

As “orelhas de abano” realmente podem comprometer até mesmo a sociabilidade de uma pessoa. A otoplastia entra como uma forma de melhorar o formato delas, sendo destinada não só para as mulheres, como para os homens também. Um dos principais motivos que faz o público masculino almejar essa cirurgia é por ter orelhas muito grandes (macrotia) ou salientes dos dois lados. Encaixa-se como outra razão a insatisfação, que leva a tentativas frustradas de tentar escondê-las.

Os benefícios da otoplastia

O público masculino pode até sentir um pouco mais de facilidade em assumir os defeitos no corpo e, por causa disso, não sentem vergonha de procurar uma cirurgia plástica para voltar a se sentir bem. A otoplastia corrige a forma, a posição, a simetria e a proporção das orelhas. Além disso, corrige a estrutura delas, até deformidades menores, que aparecem desde o nascimento. Independente das motivações pela busca desse procedimento estético é importante que o paciente seja realista quanto aos resultados que podem ser alcançados.

Isso quer dizer que não adianta almejar as orelhas de um ator, pois ela pode não ser cabível para você. O médico não fará esse tipo de promessa, pois a proposta da otoplastia é alcançar resultados satisfatórios dentro dos parâmetros faciais, de maneira que as orelhas adquiram um formato que seja coerente ao rosto masculino. Assim, o diálogo é de suma importância, pois se cria uma relação de confiança e uma visão mais realista da operação.

Antes de embarcar para o centro cirúrgico, exames serão solicitados para contornar qualquer tipo de risco que possa acontecer durante a cirurgia plástica. No pré-operatório, não corte os cabelos, pois eles ajudarão a esconder por alguns dias a área operada, mas não há problema em lavá-los na véspera da cirurgia. Após isso, os cuidados pós-operatórios devem ser seguidos à risca. Evite sol para não comprometer a cicatrização e use fielmente a tiara de malha.

Não se esqueça de consultar a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica na hora de escolher o cirurgião plástico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).