11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

O que fazer quando surgem as estrias?

Para saber como eliminar estrias é preciso avaliar as particularidades do caso, mas existem vários tratamentos eficientes.

Muitas mulheres tem interesse em como eliminar estrias, visto que essas cicatrizes na pele são motivo frequente de insatisfação estética. No entanto, o tratamento mais adequado vai depender do tipo de estria.

As estrias consistem em cicatrizes formadas no processo de destruição de fibras elásticas e colágenas da pele, o que pode ocorrer devido um estiramento rápido, o que causa a diminuição da espessura da derme e da epiderme. 

Ainda que em geral não apresente sintomas, o surgimento da estria pode causar coceiras e ardência. Essas cicatrizes surgem costumeiramente nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e seios.

Quais cuidados diários para prevenir as estreias?

Existem diversos cuidados diários que previnem o surgimento das estrias sendo esse o cuidado mais apropriado, visto que o como eliminar estrias é um passo posterior caso elas não possam ser evitadas.

Como está relacionado ao estiramento da pele, o surgimento das estrias é mais comum na puberdade, durante a fase de crescimento, em gestantes e em pessoas que estão ganhando peso rapidamente.

Esfoliação

A esfoliação é um método indicado para promover a renovação celular o que ajuda a prevenir as estrias e também minimizar o aspecto das estrias roxas que são mais recentes.

Pode-se usar um esfoliante corporal ou uma bucha vegetal entre 3 e 5 minutos na região mais afetada repetindo o cuidado duas vezes na semana.

Hidratação

A hidratação é indispensável para manutenção da elasticidade da pele, evitando o surgimento das estrias. Qualquer loção corporal pode ser usada na prevenção, mas caso os sinais já estejam aparentes recomenda-se optar por um dermocosmético prescrito por especialista.

Como eliminar estrias com tratamentos profissionais?

Caso os cuidados diários não resolvam ou se as estrias já apresentam uma cor esbranquiçada significa que são mais antigas e difíceis de reverter.

Nesses casos, o tratamento com um especialista como o cirurgião plástico ou dermatologista é a opção mais adequada, pois procedimentos estéticos são mais eficientes para esses casos.

Ainda que a dúvida comum seja como eliminar estrias, existem diferentes opções de tratamento que devem ser avaliadas pelo especialista. Algumas técnicas incluem:

  • peeling com ácido retinoico: promove uma descamação da pele e renovação celular podendo amenizar sinais profundos na cútis, como as estrias;
  • laser de CO2 ou luz pulsada: técnica que permite a amenização de estrias brancas devido promover uma intensa renovação celular no local tratado;
  • dermaroller com agulhas com mais de 2 mm: técnica que estimula a formação de colágeno e elastina garantindo uma pele mais firme e elástica;
  • dermoabrasão: consiste em uma técnica de esfoliação mecânica que remove as camadas mais superficiais da pele e ameniza as estrias;
  • carboxiterapia: técnica que consiste na aplicação localizada de gás carbônico, o que aumenta o fluxo sanguíneo no local tratado e eleva a disponibilidade de nutrientes, resultando na renovação celular.

A escolha do tratamento especializado de como eliminar estrias depende de uma avaliação individualizada para entender as demandas da paciente, as características das estrias e as particularidades gerais do caso.

Apenas um cirurgião plástico de confiança poderá fazer essa avaliação minuciosa e definir o tratamento para estrias mais apropriado. Agende uma consulta e saiba mais

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).