11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

O que fazer para reduzir a barriga pochete?

Conheça dicas que vão ajudá-la a livrar-se de vez da barriga pochete!

Quem tem a barriguinha saliente, conhece como é incômodo colocar uma roupa mais justa e a barriguinha ficar atirada para fora. Nós mulheres, principalmente as mais vaidosas, prezamos muito pela beleza de nossos rostos e cabelos, mas, muitas vezes, esquecemos de cuidar de nossos hábitos diários, em particular os alimentares, que podem causar um estrago especialmente na região da barriguinha. A barriga saliente não é só ruim porque atrapalha nos looks, mas também é um sinal de que seu corpo está acumulando mais gordura do que deveria. É claro que, em algumas mulheres, o aumento do peso pode estar atrelado à outros fatores genéticos ou hormonais, por exemplo, mas, na grande maioria dos casos, trata-se apenas de uma dieta não balanceada e da falta de exercícios físicos. Existem também mulheres que se esforçam para emagrecer e conseguem perder medidas e afinar o corpo todo, menos a barriga.

A solução para essa barriguinha não é apenas uma, mas um conjunto de várias mudanças simples que você pode incorporar em sua rotina e que irão te ajudar a livrar-se da barriga pochete. Quer saber quais? Separamos abaixo uma lista com dicas quentinhas para você começar a colocar em prática!

Durma bem
Pode parecer clichê, mas dormir bem nos dá mais energia para levantar revitalizada no dia seguinte, pois ajuda a relaxar nosso corpo e mente e nos deixa muito mais preparadas para ir trabalhar ou praticar exercícios físicos, por exemplo, evitando sintomas como a ansiedade e o estresse, que estão relacionados com o ganho de peso em muita gente. Não existe uma quantidade de horas certas e isso pode variar de pessoa para pessoa, mas, em geral, o ideal é dormir, no mínimo, 7h todas as noites.

Sem dietas mirabolantes
Existem dietas absurdas que são, dia após dia, experimentadas por muitas mulheres sem orientação médica. Isso não só compromete a saúde da mulher, mas pode acabar causando o efeito sanfona. Ou seja, assim que a mulher conseguir emagrecer o que pretende, voltará a engordar com muito mais velocidade logo em seguida. O melhor a ser feito é a troca de alimentos que contribuem para o acúmulo de gordura por alimentos mais naturais que irão ajudar seu organismo a funcionar de forma mais fluida. Passar fome nunca ajudou ninguém a perder barriga, mas ocorre o contrário. Como o corpo sente a necessidade de estocar mais gordura porque percebe a falta dos alimentos, assim que você fizer uma refeição, ele armazenará muito mais gordura, além de você ficar suscetível a doenças como hipoglicemia, úlcera e gastrite. Coma de 3 em 3 horas e, se puder, reveze entre carnes magras, frutas, fibras e hortaliças.

Hidrate-se sempre
Você com certeza já ouviu falar que o ser humano deve beber, no mínimo, cerca de 2 litros de água por dia, não é mesmo? Pois é, isso é mais do que verdade. Água, água de coco, chás e sucos naturais hidratam o corpo e, além disso, ajudam a perder barriga. A água atua na desintoxicação do organismo e ajuda na eliminação de gorduras, enquanto os sucos naturais atuarão no melhoramento da pele e de seu intestino, principalmente se tratando daqueles sucos verdes feitos a partir de hortaliças.

Aumente a ingestão de fibras
Os alimentos naturais, quando consumidos crus, auxiliam na digestão e no bom funcionamento de todo o organismo, além de você aproveitar todos os nutrientes presentes nesses alimentos. Os cereais também possuem altos índices de fibras e podem ser consumidos com iogurtes naturais, por exemplo, que contém probióticos, que são aquelas bacteriazinhas do bem só nos trazem saúde. Mundialmente conhecidas como as grandes aliadas do intestino, as fibras ajudam a absorver gordura, glicose, sendo fonte de vitaminas que te ajudarão a perder aquela barriga inchada. Reduza levemente a ingestão de alimentos que contenham glúten, glicose e lactose, visto que esses alimentos ajudam a aumentar o depósito de gordura, comprometer a saúde do intestino e inflar a barriga, quando são ingeridos em grandes quantidades.

Além de tudo o que foi dito aqui, uma coisa que você pensou que tínhamos esquecido e que irá ajuda-la a acelerar ainda mais o emagrecimento a diminuir a barriguinha pochete e, ao mesmo tempo, propiciar mais saúde e longevidade, é uma coisa que todas aqui já sabem: fazer atividades físicas periódicas!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).